Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Já não há paciência

por Pedro Correia, em 15.05.14

 

Para a palava maldição e para esta tendência tão portuguesa de justificar desaires próprios com a suposta intervenção de forças ocultas. Basta percorrer os olhos pelas capas dos jornais de hoje e lá salta o famigerado lugar-comum que nada explica e dá uma imagem muito pálida do nosso talento jornalístico:

«Maldição» (Record)

«Derrota na maldição dos penáltis» (Correio da Manhã)

«Beto foi maldição que chegue» (O Jogo)

«A maldição de Beto Guttman» (Jornal de Notícias)


38 comentários

Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 15.05.2014 às 13:22

O Benfica não perdeu por causa de nenhuma maldição, por causa do árbitro, nem por causa do Beto que "saíu da linha". O Benfica perdeu por culpa própria, porque não foi capaz de marcar nenhum golo nas várias e excelentes oportunidades de que dispôs para isso. O resto são desculpas de mau pagador. E para a próxima, sejam por favor mais humildes, porque os triunfalismos precoces normalmente dão mau resultado: depois das duas Taças dos Campeões que ganharam no principio dos 60s, disputaram nove finais e perderam-nas todas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.05.2014 às 16:13

Os benfiquistas voltaram a antecipar festejos antes de haver fosse o que fosse para festejar.
Viu-se no Marquês de Pombal, nas entrevistas de rua e nas horas infindáveis de "directos" televisivos sobre coisa nenhuma.
Como diz, Alexandre, o Benfica perde por culpa própria. Nunca perdeu uma final europeia com uma equipa tão fraca, que rasgava autênticas avenidas naqueles corredores laterais. Nem esse brinde foi aproveitado.
É sempre mais fácil culpar o Bela Guttmann...

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D