Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Já li o livro e vi o filme (14)

por Pedro Correia, em 30.12.15

200px-Book_cover_of_Ensaio_sobre_a_Cegueira[1].jpg

31[1].jpg

 

ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA (1995)

Autor: José Saramago (Nobel da Literatura, 1998)

Realizador: Fernando Meirelles (2005)

Ficou demonstrado que a obra do Nobel português supera a prova da passagem para cinema, contrariando o que alguns garantiam. Mas prefiro o original em livro à adaptação para filme.


12 comentários

Sem imagem de perfil

De isa a 30.12.2015 às 15:37

Pode gostar mais mas, com este, eu recomendo primeiro o filme, talvez "abra mais o apetite" para ler o Livro. Se for ao contrário, alguns podem desistir de ler o livro até ao fim e, depois, nem se interessarem por ver o filme.
Considero um livro demasiado importante para arriscar, poder ficar a meio... hoje a leitura, para uma grande maioria, parece que é quase encarada como um castigo ;)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.12.2015 às 15:44

Parece-me uma boa recomendação, Isa. Eu prefiro o livro, desde logo porque o li uma década antes do filme. Mas admito perfeitamente que a longa-metragem do brasileiro Fernando Meirelles (com Julianne Moore, Mark Ruffalo e Gael García Bernal) funcione como um chamariz para a obra literária.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.12.2015 às 16:31

Eu também prefiro o livro, que li assim que saíu, e recordo que me impressionou muitíssimo.
Talvez por isso nem tenha gostado muito do filme quando o vi a primeira vez no cinema.
Mais tarde revi-o em casa e já gostei mais, embora não possa dizer que adoro este filme, estava à espera de mais...
Antonieta
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.01.2016 às 10:07

Este 'Ensaio sobre a Cegueira', para estar ao nível do livro, precisava de um sopro de génio que aqui faltou. O génio que teve Welles, por exemplo, na adaptação a cinema da obra-prima de Kafka, 'O Processo'.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 30.12.2015 às 18:09

Também prefiro o livro, mas o filme foi muito bem adaptado.
Durante um tempo foi presença assídua nos canais de filmes, e acabei por ver mais do que uma vez. Há sempre pequenas coisas que nos escapam numa primeira visualização. Contudo ( talvez apesar disso também) voltando ao livro, sou capaz de identificar os personagens e não só dar-lhe rum rosto.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.01.2016 às 10:09

Eu só vi o filme uma vez, Dulce, na estreia em cinema. Admito que possa gostar mais dele quando voltar a vê-lo. Capta a essência do livro, mas falta-lhe voar com asas próprias sem trair o ponto de origem - um equilíbrio muito complexo, reconheço.
Sem imagem de perfil

De Ssalgueiro a 30.12.2015 às 19:25

Emocionante esta cena.
https://www.youtube.com/watch?v=Y1hzDzAvJOY
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.01.2016 às 10:09

Obrigado por trazê-la cá.
Sem imagem de perfil

De carlos faria a 30.12.2015 às 19:38

Prefiro sem dúvida o livro, aliás das obras de ficção de Saramago, li muitas, esta foi uma das que mais gostei, penso que lhe colocaria no pódio, não sei se com prata ou bronze.
Sim, gostei do filme, vi-o em ante-estreia na Horta quando o realizador veio apresentá-lo num festival de cinema, considero-o uma boa adaptação, mas empobrecido pela falta das reflexões que o escritor vai fazendo ao narrar a estória, algo que dificilmente algum filme consegue fazer sem perder ritmo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.01.2016 às 10:10

De acordo, Carlos. Eu também poria este romance no pódio das obras de Saramago de que mais gosto.
Sem imagem de perfil

De BELIAL a 31.12.2015 às 11:32

Detesto o homem.
Aprecio a obra.

Sempre consegui separar as águas.

"o ano da morte de ricardo reis" e "memorial do convento" são os meus favoritos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.01.2016 às 10:11

Separar o homem da obra é essencial na apreciação da arte, seja ela qual for.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D