Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Isto merece aplauso

por Pedro Correia, em 19.05.16

img_890x500$2016_04_20_16_27_09_283440[1].jpg

 Maria Manuel Leitão Marques com a secretária de Estado adjunta, Graça Fonseca

 

Estarei sempre na primeira linha do aplauso a qualquer decisão governamental que reduza a imensa carga burocrática que ainda nos preenche o quotidiano e simplifique a relação entre os cidadãos e a máquina estatal. Aqui venho, pois, saudar o Simplex 2016 com o seu pacote de medidas que há muito se impunham: pagamento de impostos por débito directo, renovação da carta de condução sem sair de casa, alargamento dos casos previstos para o voto antecipado, alertas electrónicos para a renovação de documentos, fim às declarações de IRS para os trabalhadores dependentes ou reformados e pensionistas. Falta o voto electrónico generalizado: já faltou mais para lá chegarmos. Se existe no imenso e caótico Brasil, porque não haverá em Portugal?

A iniciativa, hoje anunciada com compreensível espavento, funciona a crédito do Executivo de António Costa. E se me perguntarem qual é o melhor membro deste elenco ministerial tão irregular em competência e mérito, respondo sem hesitar: a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Rodrigo Costa a 20.05.2016 às 10:56

O que o Dr. Costa e a sua trupe se esquecem é que existem muitos milhares, quiçá milhões que não têm dinheiro para a Internet em casa e para o TLM.
Eu, por exemplo, tenho acesso no emprego, mas em casa não tenho nada disto.
Cerca de 1000 euros de rendimento mensal, dois filhos na universidade, 6 pessoas no agregado (uma das quais com um problema oncológico que necessita de tratamentos e deslocações de 80 km -160 ida e volta), todas as despesas inerentes a quem vive numa área do interior sem transportes à porta e serviços distantes, tudo isto determina que não tenha TLM nem Internet em casa.
Para mim, trata-se de uma negociata (um verdadeiro roubo em conluio) com as empresas de telecomunicações. Esses prestadores de serviços são os únicos beneficiados. provavelmente foram eles a propor este abismal alargamento do seu negócio.
Este SIMPLEX não altera nada em relação ao que é aberrante. SIMPLEX a sério seria tomar medidas para que o Estado não obrigue a pagar por um documento que o Estado emite e que se destina a ser entregue noutro departamento do Estado (a não ser para roubar o cidadão, não se justifica), tal como não se justificam as renovações obrigatórias de documentos, etc. etc. etc.
Eu, mais uma vez vítima da ignorância dos políticos em relação ao país real, verei a minha vida mais complicada, sujeitar-me-ei a coimas por não ter sido informado via TLM ou Internet (que não tenho por não ter dinheiro para esses luxos), enquanto o Estado engorda com funcionários dispensa e com as coimas que me aplica, nas taxas que cobra sem ter nenhum trabalho, no IVA das comunicações... e os operadores de comunicações enchem o papo à custo de clientes forçados que nem têm dinheiro para pagar todos os remédios na farmácia...
Vejo-me roubado e marginalizado... tudo de forma SIMPLEX.
Muito obrigado, Dr. Costa & Ca.!... aqui entre nós, caro Dr. Costa, eu fui à bola com o Sr. e sua trupe, mas agora vejo-os cada vez mais palermas, mais canalhas, mas imbecis!
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 20.05.2016 às 14:10

Vá lá que você tem os filhos na universidade. Se os tivesse ainda no secundário, dificilmente evitaria ter internet em casa, porque atualmente todos os estudos já pressupõem isso.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D