Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Isto anda tudo ligado

por Sérgio de Almeida Correia, em 22.01.16

phpThumb.jpeg

(Foto de Pedro A. Pina, RTP) 

Eu já estava admirado com a sua ausência. Pensava que o homem se refugiara num retiro sabático no Copacabana Palace ou no Polana até depois das eleições, mas compreendo que não quisesse desiludir ninguém e eis que resolveu aparecer a tempo de dar uma mãozinha na recta final da campanha. Depois de ter pedido o apoio no Conselho Nacional do PSD ao candidato "independente" do partido e de ter conseguido a aprovação de uma recomendação desse mesmo Conselho Nacional para o voto no candidato "independente", eis que Miguel Relvas surge em força na recta final da campanha das presidenciais. Sei de fonte segura que o Prof. Marcelo ficou entusiasmadíssimo com esta aparição e prepara-se para logo à noite agradecer o empenho do apoiante.

Especialistas na arte de baralhar, partir e voltar a dar há poucos. Em Portugal é uma das profissões mais reconhecidas publicamente, mais bem pagas, e que para além de uma boa agenda telefónica, alguns contactos ao mais alto nível e muita lata, não exige especiais qualificações. Com as voltas que a banca dá, se o Prof. Marcelo for eleito ainda vamos ver o apoiante a ser recebido em Belém. Na qualidade de banqueiro, pois claro, que isso sempre dá outro estatuto.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De amendes a 22.01.2016 às 09:59

Dor de cotovelo .... doi!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.01.2016 às 10:56

a ti é que vai doer, quando vires o resultado.
Sem imagem de perfil

De Pagador de bancos&afins a 22.01.2016 às 12:19

De quê? De não ser amigo dos DDT's e passar umas luxuosas férias para depois uns otários pagarem as facturas? De não ter uma licenciatura dada? De não ter amigos na Tecnoforma? Por não ter amigos a quem pedir vistos GOLD?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.01.2016 às 13:36

Deves andar a precisar de óculos 3D, ou então não estiveste neste sistema solar nos últimos 30 anos......é só mais um dia no planeta Terra...eheheheheh.
Sem imagem de perfil

De Alberto a 22.01.2016 às 21:50

Caro Sérgio Correia, constato que um comentário meu foi censurado. Será possível saber porquê? Cumprimentos
Imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 23.01.2016 às 03:30

Pode, é claro.
Quando os comentários são apreciados a única preocupação é verificar se são insultuosos ou podem ser considerados ofensivos para terceiros. Em caso de dúvida, por estarem em zona-sombra, são eliminados. Por vezes, a avaliação não é fácil porque também não dá para perceber se estão directamente referidos ao post ou se são resposta a alguém que já comentou.
A discordância em relação ao conteúdo do post ou de outros comentários não é motivo de qualquer censura. Os termos utilizados sim.
Mas também já aconteceu, e não sei se foi essa a situação, ser inadvertidamente apagado um ou outro comentário que não era suposto ser apagado mas sim publicado. Não sei se terá sido este o caso pois nem sequer reparo no nome de quem comentou, mas se foi peço-lhe desculpa e se quiser volte a fazer o comentário.
Cumprimentos.
Sem imagem de perfil

De M. S. a 22.01.2016 às 10:58

O Dr. Instantâneo Relvas é uma grande mais-valia para o candidato «catavento» (Passos Coelho dixit, só o adjectivo relativo a Marcelo).
Sem imagem de perfil

De Vento a 22.01.2016 às 13:27

Norteio minha linha de conduta pelo princípio que todos têm oportunidade a mostrar que são diferentes. Todavia ninguém pode ser diferente sem uma caminhada através do deserto.

Aqui chegados, os últimos acontecimentos, revelando a ansiedade de muitos em criar um oásis, confirmarão uma vez mais que as sondagens sobre Marcelo não passam de mais um equívoco imaginativo.

Encontrar-nos-emos todos na segunda volta. Até breve.
Sem imagem de perfil

De Jorg a 22.01.2016 às 16:44

Confundo muito Nóvoa com Relvas. Qual foi o que aldrabou com Relações Internacionais o qual foi o que aldrabou com o curso de Teatro?
Ao menos com Marcelo, este tipo de tralha, quando muito, estará por lá só a ser recebido de visita, ou em audiência....

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D