Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Insensatez

por Luís Naves, em 16.02.15

Nas redes sociais encontramos em cada dia dezenas de exemplos de insinuações maldosas e pura má-língua, visando atingir a reputação de quem tenha uma opinião politicamente incorrecta. À medida que a campanha eleitoral se aproxima (e só faltam sete meses para as eleições) o tom das críticas torna-se mais agressivo. No fundo, instalou-se uma nova forma de censura: a incorrecção política está a ser progressivamente afastada dos média tradicionais, onde os comentadores apoiados por claques escrevem apenas o que se espera deles. São raros os que se atrevem a sair da linha justa. Por exemplo: criticar os actuais dirigentes da Grécia tornou-se um exercício inútil, pelo que terá de ser a realidade a curar as ilusões da opinião pública. Este texto de José Manuel Fernandes, no Observador, recebeu insultos furiosos, apesar de ser um dos mais lúcidos que li na imprensa nacional sobre este tema. Os leitores comentam a despropósito: alguns consideram que o bom governo é o de Atenas e que todos os outros estão errados; há quem já queira sair da zona euro e surgem inclusivamente comentários espontâneos a defender o fim da própria União Europeia ou a insultar o autor, lembrando o que ele escreveu há dez anos, exercício que ninguém faz aos colunistas que se enganaram na semana passada. Entretanto, no Eurogrupo, a negociação correu muito mal e temo que a insensatez grega seja irremediável. Tentei explicar o problema neste texto. Se não têm paciência para me ler, aproveitem para seguir o link que leva à opinião de Mario Vargas Llosa, no El Pais: está lá tudo. 


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Miguel a 17.02.2015 às 00:31

Tem a sua ironia ler um texto que começa por criticar o politicamente correcto e a tendência dos jornalistas de escreverem "apenas o que se espera deles," antes de lamentar que os jornalistas não escrevem aquilo que o Poder quer, isto é, ataque atrás de ataque contra o governo grego, para o enfraquecer e até punir pela sua presumível arrogância.

Fora isso, há muito no artigo de José Manuel Fernandes, apesar da sua falta de compaixão e ligeireza, com que concordo; deste o começo desta crise que aos poucos temos aprendido mais sobre a ineficiência, incompetência e corrupção dentro do estado e sociedade gregos. O JMF faz um bom apanhado de casos caricatos que não deviam acontecer, e que certamente contribuíram para a bancarrota.

Só não percebo é porque é que ele exala tanto prazer em mencionar isto; até parece que se esqueceu de que está a falar de um país onde vivem milhões de pessoas, várias já abaixo do limiar da pobreza. Parece feliz por ver a Grécia a afundar-se, e nota-se-lhe mesmo ânsia por que o Syriza faça ainda pior. Que gente tão estranhamente sádica e insensível, e tudo para validar a sua ideologia política.

E depois ainda querem que acredite na patranha da construção de uma identidade europeia.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.02.2015 às 18:42

"Só não percebo é porque é que ele exala...". Desculpe lá, aqui é "por que".
Sem imagem de perfil

De Miguel a 19.02.2015 às 12:03

Aí aonde, no Brasil?

http:/ www.ciberduvidas.com /pelourinho.php?rid=1235

http:/ www.ciberduvidas.com /pelourinho.php?rid=504

http:/ www.ciberduvidas.com /pelourinho.php?rid=1196

http:/ www.ciberduvidas.com /pergunta.php?id=32634

http:/ www.ciberduvidas.com /pelourinho.php?rid=2142

http:/ www.ciberduvidas.pt /idioma.php?rid=2220

http:/ www.ciberduvidas.com /pergunta.php?id=19733

O Anónimo perdeu uma boa oportunidade para ficar calado e não passar uma vergonha; mas como também é um anónimo, ninguém terá de saber que é ignorante, e pode continuar a fazer correcções incorrectas a idiotas que não terão o bom senso de duvidarem do que anda a pregar.

Comigo não funcionou, lamento.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D