Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Indignação aposentada

por Pedro Correia, em 01.06.18

Os profissionais da indignação estão todos aposentados.

Se não estão, parecem.

Não se detecta sinais deles no país com maior carga fiscal em 22 anos, e que paga a terceira factura europeia mais pesada em gasolina - mesmo antes de impostos - e a electricidade mais cara da Europa por custo de vida.

Esperava deles ao menos um gritinho. Afinal permanecem todos em silêncio: esgotaram os decibéis no anterior ciclo político.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De lucklucky a 01.06.2018 às 12:36

Tss, tss.

"Indignação" é palavra para ser usada só quando o Governo é "de direita". Ajuntamentos - note-se que não escrevi Protestos - durante um Governo de Esquerda ou são populismo, ou raiva ou os dois.

É populismo não querer pagar o Estado Social assim como a Gasolina mais barata, são recursos fundamentais do estado. O governo não pode fazer nada a culpa é das gasolineiras capitalistas que cobram pelo menos 39% do valor daquilo que produzem...
O Governo numa "política de abertura" está no entanto aberto a considerar a constituição de um organismo de supervisão da energia petrolífera.

E sobre o preço da electricidade é por causa do "ambiente" não me diga que é um amigo do Trump....

Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 01.06.2018 às 16:36

Explique-me, por favor, qual a alternativa ao Estado Social?

Sendo condutor parece-me acertado taxar os combustíveis fósseis e diminuir a taxação das energias "verdes" e oferecer, de seguida, gratuitamente, até, carros Teslas à malta toda - não falo no Sporting, claro está! Já agora aumente-se a fiscalidade das vacas, essas cabras inimigas do Ambiente, que são as maiores produtoras de gás metano….excepto nos dias em que como tripas, aí sou eu!
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 01.06.2018 às 17:49

Que tal a liberdade de associação?

Energias "verdes" colocaste bem as aspas. Sabemos lá o que é "verde". Nem temos maneira de medir. Minerar materiais raros para baterias e outras maravilhas custa quanto em termos ambientais? e o que é isso de ambiente para poder medir?

Uma bactéria que vive do petróleo é discriminada por uma bactéria que vive de eucaliptos?

Nem sabes o que Gaia quer .... se sabes diz-me porque é que Gaia criou o petróleo? Será que o petróleo é uma maçã para nos tentar com as curvas da estrada?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D