Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delito de Opinião

Hoje é dia de

Maria Dulce Fernandes, 02.10.22

22366587_V2g5l.jpeg

No dia 2 de Outubro celebra-se O Dia Mundial dos Animais de Quinta

"A data escolhida para esta celebração surgiu em honra de Mahatma Gandhi, nascido neste dia. Gandhi acreditava que todos os seres - do maior aos mais pequeno - deviam ser tratados com respeito, por igual.

O objectivo é denunciar as fracas condições de vida dos animais de quinta e as torturas a que são sujeitos. Dar voz aos animais e falar por estes, defendendo o direito à vida, é o mote desta data.

Apesar de ser um dia de luta e de memória, pelo sofrimento e morte anual de 70 mil milhões de animais criados para a alimentação, o dia pode ser celebrado de maneira divertida, levando as crianças a conhecer animais em quintas e ensinando aos mais pequenos a tratar os animais com amor."

A verdade é que, excepto nas quintas pedagógicas, todos os animais de quinta criados em cativeiro destinam-se à alimentação. Isto é algo em que crianças não pensam quando comem hambúrgueres, cachorros, nuggets e outros derivados de carne. Nem associam aos vitelos, leitões e pintainhos que alimentam e afagam nas quintas pedagógicas. É negro, mas verdadeiro.

 

22366588_BhiKz.jpeg

A 2 de Outubro assinala-se O Dia da Não-violência 

"Esta data assinala o aniversário de Mahatma Gandhi, um dos maiores resistentes contra a violência. Gandhi inspirou diversos movimentos de não-violência em defesa dos direitos civis e da mudança social em vários países.

Este dia tem como propósito a promoção da não-violência, através da educação e da sensibilização das pessoas. O Dia Internacional da Não-Violência foi proclamado pela ONU em 2007."

A violência faz parte de nós. Não apenas a violência física, mas a psicológica, que é mil vezes pior.  Vivemos nestes tempos num clima de violência. A intrusão, a violação e o medo já fazem parte do nosso dia a dia, quer seja ou não da nossa vontade.

A minha bisavó Júlia, usava o depreciativo " gandi" para  classificar um malandro da pior espécie, como muita gente da geração da guerra da India .

Já não há Gandhis, só gandis.

(Imagens Google)

2 comentários

Comentar post