Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Greta Thunberg na Assembleia da República

por Cristina Torrão, em 25.05.19

21462280_yiu85.jpeg

Imagem daqui

 

Depois de o meu colega de blogue jpt ter publicado este excelente texto sobre Greta Thunberg, hesitei em publicar o meu. Mas já o tinha alinhavado, desde que a decisão de convidar a activista sueca a discursar na Assembleia da República causou reacções indignadas nas redes sociais, e resolvi avançar.

Sabemos que a maior parte das crianças crescem super-protegidas e super-vigiadas, até se criou a expressão “pais-helicópteros” para designar os progenitores que constantemente “voam” à volta dos seus rebentos, não lhes permitindo um momento livre e/ou sem ser planeado. Há uma preocupação constante de afastar as crianças de tudo o que seja problema, polémica, ou má notícia. Não são introduzidas nas tarefas domésticas, tudo lhes cai sobre a mesa, como por milagre, as roupas aparecem lavadas nos armários, como por mão de fada invisível. São postas em colégios privados, para e de onde são transportadas de carro, e, chegadas a casa, aterram no sofá, onde se ocupam com os seus telemóveis ou a televisão. Passeios de fim-de-semana? Só se for no Centro Comercial. Quantas crianças tiveram já oportunidade de criarem os seus próprios passatempos, brincadeiras e brinquedos? Quantos adolescentes já deram passeios de quilómetros pela Natureza? Quantos foram sensibilizados para os problemas da pobreza, da discriminação e da solidão? Pais e sociedade queixam-se de que os jovens são preguiçosos, sem interesse por nada, nem sequer empatia pelo sofrimento alheio. Porque será?

Perante este cenário, como não admirar uma activista como Greta Thunberg? Eu admiro, acima de tudo, a sua coragem. Quantas miúdas de quinze anos se atreveriam a faltar às aulas para se plantarem em frente do Parlamento, com cartazes a exigir uma melhor política ambiental? Foi assim que ela começou.

Podem dizer-me que a maior parte dos que participam nas suas manifestações o fazem apenas para faltar à escola. Também me podem dizer que gritam pelo ambiente e contra as alterações climáticas, fazendo, eles próprios, uma vida consumista e sem abdicar dos seus confortos. Ora, este movimento é precisamente a melhor oportunidade para eles tomarem consciência do que se passa e mostrarem aos pais que a vida de todos tem de mudar. É uma boa oportunidade de mostrarem que, por mais boas intenções que os pais tivessem, ao poupá-los ao lado menos bom da vida, cometeram um erro. É nosso dever ouvir a sua voz e reflectir sobre o que os preocupa.

Há uns anos, a activista paquistanesa Malala Yousafzai ganhou a admiração e o respeito da civilização ocidental. Tinha quinze anos, quando sofreu o atentado, dezasseis (a idade de Greta Thunberg), quando discursou na Assembleia da ONU, dezassete, quando foi agraciada com o Nobel da Paz (como co-premiada). Porque se fala agora de infantilização do mundo, em relação à jovem sueca? Por ela dizer o que vai mal na nossa civilização, enquanto Malala Yousafzai atacava os “trogloditas muçulmanos”? É sempre mais fácil arranjar culpados exteriores a nós.

Considero a acção da jovem sueca tão importante como a da paquistanesa. «A nossa casa está a arder», disse Greta Thunberg, na reunião anual do Fórum Económico Mundial, em Davos, na Suíça. Chernobyl e Fukushima mostraram-nos que andamos realmente a brincar com o fogo. O trânsito insuportável nas grandes cidades e nas auto-estradas europeias mostram-nos que estamos a ir na direcção errada (todos os dias há engarrafamentos de dezenas, ou mesmo centenas, de quilómetros nas auto-estradas alemãs). Os voos baratos empestam o céu, assim como os cruzeiros empestam os mares e o ar que respiramos (nas suas deslocações europeias, Greta Thunberg viaja sempre de comboio, por ser um meio de transporte muito menos poluente que o avião). A nossa avidez por carne cada vez mais barata criou uma indústria desumana, em que pessoas trabalham em condições esclavagistas e em que animais deixaram de ser seres vivos para serem objectos que se podem manipular a nosso bel-prazer e em que a Natureza é destruída, a fim de produzir soja para os alimentar (cerca de 79% da soja no mundo é esmagada para fazer ração animal; é, por isso, desonesto dizer que são os vegetarianos/vegan os responsáveis pela destruição da floresta sul-americana, mesmo que todos eles consumissem soja, o que não acontece).

É uma ilusão acreditarmos que podemos dominar a Natureza, ou utilizá-la a nosso bel-prazer. A única hipótese que temos é de cooperar com ela. Na minha opinião, Greta Thunberg merece ser ouvida na Assembleia da República, quanto mais não seja, para que sirva de exemplo aos nossos preguiçosos e mimados jovens. Ela mostra-lhes que há problemas graves no mundo e que urge levantarem-se do sofá, adquirirem personalidade e tomarem posição. Ela mostra-lhes que é o futuro dos filhos e dos netos deles que está em causa. Ela mostra-lhes que a vida deles não consiste apenas na satisfação dos seus desejos, com fadas que tratam de tudo o que implique trabalho.

Ela mostra-lhes que vale a pena ter ideais.

“Não acredites em quem te diga que não podes mudar nada / Eles têm apenas medo da mudança.

A culpa não é tua de o mundo ser como é / Só seria tua culpa se ele assim ficasse”.

(excerto da letra de uma canção dos Die Ärzte, banda alemã; tradução minha, original em baixo):

 

Glaub keinem, der Dir sagt, dass Du nichts verändern kannst

Die, die das behaupten, haben nur vor der Veränderung Angst.

Es ist nicht Deine Schuld, dass die Welt ist, wie sie ist

Es wär nur Deine Schuld, wenn sie so bleibt.

Autoria e outros dados (tags, etc)


48 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 16:49

Pode verificar na wikipedia que tem diagnostico de autista e deveria sere tratada como criança doente que precisa que cuidem de si.
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 25.05.2019 às 18:28

Desacreditar ou discriminar alguém por doença ou qualquer forma de incapacidade física é inconstitucional.
Imagem de perfil

De João André a 27.05.2019 às 20:08

É comentário típico de troll para desacreditar Thunberg. Basta ver que a fonte dele é a Wikipédia. Não deixa de ser verdade, mas há muitos meios de comunicacaonsocial que já o indicaram - bem como a irrelevância do facto. Como a Alexandra, abaixo, muito bem refere.
Sem imagem de perfil

De alexandra g. a 25.05.2019 às 21:13

O espectro do autismo é de tal forma vasto que, em alguns casos (falo de crianças), são necessários anos de acompanhamento para que se situe o indivíduo nesse tal vasto espectro. Em regra, contudo, trata-se de indivíduos extremamente inteligentes, com extraordinárias em alguma/várias áreas, pelas quais desenvolveram interesse individual, sem que algum estímulo directo (pais/escola) tivesse qualquer influência.

Os Asperger têm uma característica peculiar: não criam 'laços afectivos' (conforme os entendemos), demonstram pouca emoção, o que não significa que não sintam a proximidade de quem os ama. Conheço um, posso garantir que a inteligência dele, que no pré-escolar foi apodado de "deficiente mental" pela educadora (com pedido de exclusão do jardim de infância...). Nessa mesma fase, assisti a isto: numas folhas em branco, de lápis em punho, desenhou máquinas de uma complexidade espantosa e, vendo o tio aquilo, sem perceber de que se tratava (ninguém percebeu, aliás), pediu-lhe que explicasse. A expressão dele, o menino, foi de absoluta incredulidade, respondendo com um « - Mas não estás a ver?». E explicou, aquele mini Leonardo da Vinci, a forma como aqueles mecanismos levariam água de um lado para outros, com a máxima lógica e coerência. A "plateia" ficou em silêncio, siderada.

Era "só" isto... não temos que ser todos iguais, e qualquer um de nós vai sofrendo com situações que geram ansiedade, depressão, etc. Até a esquizofrenia não detectada pode eclodir com um surto psicótico por dá cá aquela palha.

Mais: conheço médicos bipolares... o lítio estabiliza-os, e alguns são profissionais de excelência.

Afinal, o que é a porcaria da normalidade??? E que raio de indivíduos produz ela, a top model comportamental???
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 26.05.2019 às 11:12

Muito obrigada por este comentário, alexandra!
Beijinho.
Sem imagem de perfil

De alexandra g. a 26.05.2019 às 22:02

Não é necessário qualquer agradecimento, Cristina, o que é necessário é dizer/partilhar: por exemplo, Cristina é também o nome da minha prima que permaneceu em negação quando o pediatra do filho mais novo lhe disse que o menino era autista. O meu priminho homónimo, que tem imensas coisas para dizer mas sabe quando deve ficar calado, apesar de interpelado, às vezes, até responde.

Tem agora 11 anos. Ali pelos seus 5 anos de idade, foi com a mãe o pai ver uma exposição de pintura (um pintor francês - vivem na zona de Paris - do qual não recordo o nome, fazedor de grandes telas). Perguntaram-lhe, quando perceberam que ficara fixado hipnotizado por um dos quadros, o que achava daquilo que via, ao que respondeu: o elefante. Mas que elefante, perguntaram?, e ele sem fala (acercou-se deles um senhor que pediu permissão para falar com o Alexandre e lhe colocou a mesma pergunta, à qual ele respondeu, aproximando-se das figuras e, com o seu pequenino indicador, mostrou o elefante). O senhor apresentou-se depois, era o autor, nunca ninguém vira aquele elefante minúsculo.

Como este, tantos outros episódios. Honestamente, confesso que o melhor, emocionalmente falando, é quando vem e fala comigo em português, num enorme esforço (mau trabalho dos primos, mas enfim) e exibe, desafiador, o seu francês com a avó materna (que tem como principal característica ser uma majestade rodeada de vassalos idiotas), que além do português só fala o alemão.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 26.05.2019 às 11:46

Excelente comentário.

Que eu saiba, o autismo/Asperger são patologias que afectam apenas a Teoria de Mente/ Junção Temporo-Parietal responsável pelo sentimento de empatia para com o outro ( não conseguem pôr-se no lugar do outro).

Quanto à Esquizofrenia se tiver sede no Lobo Temporal existem surtos criativos, experiências místicas ( acredita-se que Lobo Temporal é a parte de cérebro responsável pela experiência do belo/ sentimento religioso) muito intensas, estando dita patologia associada à criação artistica. A Bipolaridade também, embora seja um doença que traz um enorme sofrimento para o próprio e a familia.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 26.05.2019 às 11:35

Albert Einstein, ao que se crê, também tinha síndroma de Asperger.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 25.05.2019 às 18:00

Obrigado pelo texto, Cristina.

Ein schönes wochenende!
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 25.05.2019 às 18:26

Vielen Dank, gleichfalls.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 18:18

Eu acho isto tudo muito grave, pois acontecem muitas coisas graves no mundo como violação de direitos humanos também cá, e ninguém quer saber, e uns hipócritas ou ignorantes preocupam-se com o clima, numa manobra de diversão para abafar o resto bem mais grave ou demonstração da sua ignorância.

Como dizia Einstein, "O mundo é um lugar perigoso para se viver", e esse perigo está nas pessoas!

E concordo que o convite tenha causado reacções indignadas nas redes sociais.

Quanto à sueca, ela foi manipulada e vive no seu pequeno mundo da fantasia que pouco tem a ver com o mundo real.
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 25.05.2019 às 18:38

Estou a ver que gosta de comparações. Gente como você acredita que a Humanidade só pode fazer uma coisa de cada vez. Eu acho que, com vontade e determinação, se pode fazer muita coisa ao mesmo tempo. Até porque os direitos humanos de pouco nos servem se o planeta se tornar num local inabitável.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 19:11

Ouvi dizer que produzimos CO2 respirar proponho que respiramos só 1 hora por dia.
Luis Almeida
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 19:18

A humanidade pode fazer várias coisas ao mesmo tempo, não pode é haver prioridades invertidas, não pode é usar manobras de diversão para enganar os outros e abafar factos bem graves e mesmo desumanos que acontecem.

E há factos bem graves que acontecem que são de solução muito fácil, muito mais fácil que mudar as eventuais alterações climáticas.

Há muito tempo que deixei de acreditar na humanidade e o mundo actual vive da mentira, da manipulação e das aparências.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 23:01

Tem razão "há problemas graves no mundo", mas não são os que diz ser. Um deles é a manipulação e a diversão constantes.

Está preocupada com os que vão viver daqui a centenas de anos! E o que faz pelos que vivem hoje?

E acho que a sueca também é mimada, senão teria outros assuntos com que se preocupar.
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 26.05.2019 às 11:14

Talvez não se trate dos que vão viver daqui a centenas de anos. Talvez se trate dos seus próprios filhos e netos.

Quanto ao que eu faço pelos que vivem hoje, talvez chegue a alguma conclusão, lendo outros postais meus.
Sem imagem de perfil

De Miguel a 26.05.2019 às 13:11

Não é ´talvez', trata-se mesmo da vida dos nossos filhos e dos nossos netos!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 23:30

Eu só faço uma coisa de cada vez, quando estou a dormir, não estou a trabalhar!

Porque razão os que dizem que se podem fazer várias coisas ao mesmo tempo começam sempre pelo que é menos importante e ignoram os resto?

"Até porque os direitos humanos de pouco nos servem se o planeta se tornar num local inabitável."

Portanto você não se preocupa com os que vivem actualmente mas com os que viverão daqui a centenas de anos e poderão (ou não) ter problemas!
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 26.05.2019 às 11:19

Eu não disse que cada um de nós, individualmente, deveria ser capaz de fazer várias coisas ao mesmo tempo. Eu falei na Humanidade, milhares de milhões de pessoas. Mau seria, se tanta gente só fosse capaz de tratar de um assunto de cada vez. Uns dedicam-se a umas causas, outros a outras. Todas devem ser valorizadas. Se entrasse num hospital com uma apendicite aguda, com certeza que não compreenderia que lhe dissessem: "lamentamos, mas hoje estamos ocupados exclusivamente com AVCs".
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.05.2019 às 12:48

Já que falou num hospital, lá não "metem tudo no mesmo saco", eles fazem uma triagem porque há prioridades tal como eu sempre defendi.

Nem tudo o que acontece tem a mesma importância e é preciso definir prioridades.

E veja isto:
http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/os-deputados-sao-desumanos-272520
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 18:48

Medo, pavor, desespero, angústia.... as palavras de ordem destas crianças manipuladas por adultos. O fim do mundo está a chegar.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 18:48

Vou usar uma palavra "cara" : eurocentrista ( juntando-lhe a "helenística" da Europa, i.e., a América anglo-saxónica).
Mas talvez não seja totalmente inútil perguntar "aos Chineses" o que é que eles pensam disto tudo...
A velhinha, mas omnipresente, relação de forças, lembram-se?...
É que esta península da Ásia , hoje em dia, não tem muita credibilidade - mas que tem muito "umbiguismo", lá isso tem.
Basta o urso Russo franzir o sobrolho...

Espero que esta visão de esperança e optimismo nos/vos alegre o que resta do dia.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 18:59

E temos mais uma fiel da religião Política.
A Religião Política é a única que se arroga de poder controlar o Clima tal a arrogância do Poder dos seus proponentes. Já o Método Científico não interessa para nada.


Quanto à rapariga a mãe até diz que ele vê CO2. Sim vê CO2 a sair da chaminés...
As religiões precisam de ícones e místicos. Aqui temos uma.

Já isto foi há 30 anos, 1989 : Dizem que é "ciência"

https://www.apnews.com/bd45c372caf118ec99964ea547880cd0

UNITED NATIONS (AP) _ A senior U.N. environmental official says entire nations could be wiped off the face of the Earth by rising sea levels if the global warming trend is not reversed by the year 2000.

Coastal flooding and crop failures would create an exodus of ″eco- refugees,′ ′ threatening political chaos, said Noel Brown, director of the New York office of the U.N. Environment Program, or UNEP.

He said governments have a 10-year window of opportunity to solve the greenhouse effect before it goes beyond human control.


Data: June 30, 1989


Fake News. Proselitismo da Religião Política.

lucklucky



Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 25.05.2019 às 21:10

Meu caro, se não se importar refira-me os nomes das Academias, Universidades, Centros de Investigação Internacionais que negam a influência humana nas alterações climáticas.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.05.2019 às 19:28

Irrelevante. As formigas, as térmitas, o plancton tudo influi no clima....

Diga-me uma que consiga definir quanto. =.x graus devem-se a isto, 0.0x graus deve-se a... mas existiram ventos, mais a emissões solares etc...

E por falar em graus diga-me como raio consegue definir a "temperatura da terra" por exemplo.


lucklucky



Sem imagem de perfil

De Silva a 25.05.2019 às 19:26

Finalmente alguém que defende alguém que decide lutar pelas suas convicções.
Até parece que é crime ser ecologista, ainda para mais sendo uma adolescente.
Será que só os bens materiais interessam actualmente?
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 25.05.2019 às 20:26

Pelos vistos, há muita gente que gosta mesmo de ver os adolescentes sossegadinhos. Deve dar jeito...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 20:36

Ela não é ecologista, segue apenas a Religião Política que precisa da culpa para obter poder.

Quanto a ecologistas Portugal foi onde o Partido Ecologista nasceu para defender mísseis nucleares. SS-20.


Mais um exemplo de "ciência" ou fake news?

Nick Stockton science 05.13.16
https://www.wired.com/2016/05/thanks-el-nino-californias-drought-probably-forever/

Vamos lá ver como estão os reservatórios de água na Califórnia?


lucklucky

Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 26.05.2019 às 11:53

E eu a pensar que a religião politica prestava culto ao deus dinheiro. E eu que pensava que o deus dinheiro estava do lado dos triliões das petroliferas e não dos ecologistas. E eu que pensava que a manipulação só estava ao alcance dos poderosos, daqueles que em nome do petróleo/ recursos declaram guerras. Afinal estava enganado.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.05.2019 às 19:34

Um marxista nega sempre que o maior lucro é ter poder sobre os outros.

Aliás a melhor maneira de conhecer a natureza de uma pessoa assim como de uma ideia é quando obtêm poder sobre os outros e o que fazem com esse poder.


lucklucky
Perfil Facebook

De Cristina Filipe Nogueira a 25.05.2019 às 19:53

Excelente post.
Oxalá que este interesse crescente sobre o tema não esmoreça e se tomem medidas ao mais alto nível, pois é do futuro de todos que estamos a falar.
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 25.05.2019 às 20:27

Obrigada, Cristina.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.05.2019 às 20:48

Com poucas excepções, ninguém se preocupa com ninguém, esta é a verdade, chega de hipocrisia.

E pode ter a certeza que me preocupo comigo e com outras coisas, mas não com eventuais alterações climáticas até porque há prioridades e não posso me preocupar com tudo.
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 25.05.2019 às 20:28

Parafraseando jpt:

«Mas mesmo assim é possível que os que negam a hipótese do aquecimento global poderão estar certos - e que bom que será se assim for. Mas ainda que assim seja, que não estejamos na alvorada de uma dramática mudança climática causada pela humanidade, algo é inegável: a degradação ecológica é gigantesca. E universal. E justifica toda a atenção».
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 26.05.2019 às 14:00

Cristina, veja bem! Onde estão as piores consequências no caso de um, ou outro lado estarem enganados?
O máximo que podemos esperar, dos que defendem ser as alterações climáticas, em grande parte, responsabilidade da actividade humana, são formas de energia limpas, um maior cuidado ambiental. Ou seja um mundo melhor para todos, uma reintegração do Homem no Todo, que é a Terra. Agora veja as consequências, caso seja o outro lado, negacionista, a estar errado. Destruição do Planeta, da Vida, do Ambiente, das Paisagens....
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 26.05.2019 às 18:24

É isso mesmo, Pedro.
Não sei porque algumas pessoas se sentem tão atacadas, quando se fala da protecção do ambiente. Falam de outros problemas, mas isto está tudo ligado: pobreza, degradação ambiental, direitos humanos... como o próprio Papa Francisco já afirmou.
Imagem de perfil

De Cristina Torrão a 26.05.2019 às 18:31

Pedro Vorph, desculpe, acho que apaguei um comentário seu. Estava um comentário com o seu nome para ser moderado, mas parecia destituído de mensagem. Pensei que fosse um engano seu e apaguei-o. Agora pergunto-me se conteria alguma imagem. Se sim, não se conseguia ver (pelo menos, na moderação).
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 26.05.2019 às 20:38

Não tem mal. Julgo que publicou tudo a tempo e horas. E se um dia for desadequado, não publique, não dou importância a isso. A casa é vossa.
Sem imagem de perfil

De Bea a 25.05.2019 às 20:40

As polémicas em Portugal estalam por qualquer coisa, o que tem de mais que venha discursar à Assembleia uma adolescente que luta contra o marasmo sobre as questões ambientais? Não vem salvar nada, espero que motive, mas, ainda que não aconteça, que mal poderá fazer?!
O perigo é se nos ficamos por ouvi-la; como quem diz, já trabalhámos para a imagem, chega.

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D