Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Grécia antiga (31)

por Pedro Correia, em 24.06.15

«A Europa necessita de alternativas concretas em termos de políticas, de personalidades e cultura partidária. Daí entender essencial uma vitória do Syriza. (...) A família socialista poderá ver no exemplo grego a prova que afinal é possível regressar a alguns dos pressupostos tradicionais dos ideários sociais-democratas, e ganhar eleições, ser governo, ser poder.»

José Reis Santos, no Diário Económico (16 de Fevereiro de 2015)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.06.2015 às 18:36

Certíssimo e claríssimo. Que ganhem eleições os verdadeiros políticos e não, os negociantes que são a desgraça da UE. Os negociante da UE querem destruir os gregos e o governo grego.
Sem imagem de perfil

De Balha-me Deus a 24.06.2015 às 19:17

Ser poder com uma dívida astronómica, sem haver quem empreste, sem se descobrir quem queira a pôr quem pode a pagar o que deve, nem que queira acabar com toda a espécie de aldrabices, com os gregos da classe média a meterem nos colchões os euros podem (que a classe alta já há muito tratou do assunto), e por conseguinte à beira da bancarrota, é o verdadeiro paraíso. Putin deve achar o mesmo: uma nova Crimeia é pelo que ele mais anseia.
Sem imagem de perfil

De marquês barão a 24.06.2015 às 22:22

De "cultura partidária" já temos as carroças cheias.
Sem imagem de perfil

De Vento a 24.06.2015 às 22:34

Sinceramente, só posso entender esta afirmação como uma vaia ao Pasok e, como consequência, uma vaia à família socialista.
Sem imagem de perfil

De Vento a 25.06.2015 às 01:14

Pedro,

se um dia entender que o tema que aqui deixo, editado em 24-06-2015, poderá ser útil para um destaque, por favor, use-o:

"O número de jovens que afirma sentir fome por não ter comida em casa aumentou em 2014, segundo um estudo que revela ainda que quase todos apresentam algum tipo de problema nutricional.
O estudo "Health Behaviour in School-aged Children" (HBSC) realizado em Portugal para a Organização Mundial de Saúde, inquiriu 6026 alunos dos 6.º, 8.º e 10.º anos de escolas de todo o país.
Entre os comportamentos que apresentam alterações ao longo dos últimos anos, destaca-se o "sentir fome por falta de comida em casa", um fenómeno que aumentou em 2014, depois de se ter mantido estável desde 2006".

Aqui o original:
http://www.cmjornal.xl.pt/cm_ao_minuto/detalhe/aumenta_numero_de_jovens_que_sentem_fome_por_falta_de_comida_em_casa___estudo.html?gotocomments=1

Mas mais aqui:
http://zap.aeiou.pt/aumenta-numero-de-jovens-que-sentem-fome-por-falta-de-comida-em-casa-73088

http://dnoticias.pt/actualidade/pais/524297-aumenta-numero-de-jovens-que-sentem-fome-por-falta-de-comida-em-casa

Se tudo isto é da responsabilidade da crise, porque necessitamos de governos?
Sem imagem de perfil

De Família Socialista a 25.06.2015 às 08:22

António Costa: Syriza tem combatido a Europa “de forma tonta”.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D