Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




GOLDENERGY - Nem a morte nos separa

por Teresa Ribeiro, em 13.08.15

Pouco tempo antes de morrer, a minha tia Ivone, de 92 anos, achou por bem informar-me que um dia tinha sido abordada, à porta de casa, por "umas meninas muito simpáticas" que a fizeram assinar um papel. Só não sabia era dizer qual era o assunto e se tinha ficado com uma cópia.

Quando ela deixou este mundo, coube-me a mim tratar da sua ex-vidinha terrena e foi então que descobri, no meio da papelada, uma factura da Goldenergy, empresa de distribuição de gás e electricidade, ainda recente no mercado. Lembrei-me logo da conversa sobre as "meninas muito simpáticas" e imaginei como devem ter salivado ao verem diante de si uma idosa confusa e solitária, ávida de uns minutos de atenção.

Soube entretanto que a nóvel empresa está sediada em Vila Real e tem um único balcão de atendimento em Lisboa, na loja do cidadão. Assim que me foi possível entregar os documentos comprovativos do óbito rumei às Laranjeiras para cancelar o contrato e foi aí que deparei com a primeira bizarria: a bicha que aguardava atendimento superava as homéricas bichas da Segurança Social. Era um sinal inquietante, mas como o meu objectivo era rescindir, não me preocupei.

Fiz mal. Esta cena passou-se no final do ano passado e a Goldenergy não desiste da minha tia nem por nada. Consegui, depois de muita insistência, que lhe selassem o contador, mas nem assim. Não sei se no céu também se cozinha e toma duche de água quente, a verdade é que  já estamos em Agosto, o gás cá em baixo foi cortado em Março, e as contas dela não páram de crescer. Na última factura que recebi, onde a Goldenergy ameaça cortar o gás que já cortou, a conta chega quase aos 500 euros!  

Autoria e outros dados (tags, etc)


62 comentários

Sem imagem de perfil

De ~CC~ a 13.08.2015 às 10:58

Já nem a morte os detém! Que quererão mais, fornecer o céu ou o inferno não será certamente mas quem sabe...
~CC~
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.08.2015 às 15:15

Já me disseram que em zonas onde a média etária dos habitantes é elevada fazem autênticos arrastões de angariação de clientes. Isto diz tudo acerca da ética de uma empresa.
Imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 13.08.2015 às 12:13

Espero que as entidades que se dedicam à defesa do consumidor sejam lestas a actuar.
A utilização deste tipo de práticas e a sua recorrência em relação a quem já não tem idade, saúde e força anímica para se opor a elas, devia obrigar a intervenções mais céleres e mais penalizadoras em relação aos abusadores por parte das autoridades.
Espero que isso se resolva, Teresa.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.08.2015 às 15:08

Liguei para a Deco. Disseram-me que têm conhecimento de muitas queixas em relação a esta empresa, mas que a forma mais eficaz de actuar será através da apresentação de queixa à autoridade da concorrência. É o que vou fazer.
Sem imagem de perfil

De Saposapinho a 13.08.2015 às 16:33

Se o contrato está em nome da avó entretanto falecida, esta não tem que liquidar qualquer débito.
Se está em nome de falecido a empresa não pode exigir pagamento das dívidas.
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 13.08.2015 às 21:56

Teresa
É uma vergonha a autoridade competente não fazer nada. Nem para exercer a autoridade serve. Há listas e listas de pessoas lesadas por essas meninas e meninos.
Eu também fui aliciada. Mas graças a Deus sou um pouco mais nova do que a tua tia e quase sovei o jovem que aqui apareceu. E avisei todos os condóminos. O homem apanhou tal susto que nunca mais apareceu...
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 13.08.2015 às 21:57

Teresa
É uma vergonha a autoridade competente não fazer nada. Nem para exercer a autoridade serve. Há listas e listas de pessoas lesadas por essas meninas e meninos.
Eu também fui aliciada. Mas graças a Deus sou um pouco mais nova do que a tua tia e quase sovei o jovem que aqui apareceu. E avisei todos os condóminos. O homem apanhou tal susto que nunca mais apareceu...
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.08.2015 às 23:26

Já lhes disse o que pensava destes métodos de angariação de clientes. Responderam-me com a maior candura que não é essa a formação que dão ao seu pessoal.
Sem imagem de perfil

De Susana a 15.08.2015 às 01:44

Estou exactamente com o mesmo problema. O meu pai, sócio da Deco há anos, foi convencido pela própria Deco (!) a fazer a alteração. Como? com a parceria que a Deco fez com a Goldenergy aliciando os seus sócios de que seria o melhor produto do mercado. Segundo vejo na internet, terminaram a parceria e ainda têm o desplante de aconselhar os seus sócios a fazerem queixa à autoridade da concorrência.... Pergunto-me quando terminará este engodo da Deco...
Voltando à Goldenergy, a primeira vez que liguei, fiquei 55 minutos para ser atendida e, quando o fizeram, disseram que não estavam a ouvir e que tentasse ligar mais tarde... Não sei o que me chega primeiro, se um AVC se o assunto resolvido.
Sem imagem de perfil

De M. S. a 13.08.2015 às 12:17

Teresa:
Não duvido nem de uma palavra do que diz.
Deixo-lhe apenas o meu testemunho pessoal.
Mudei para a Goldenergy, através de um leilão da Deco, já há quase 2 anos e fiquei a pagar pouco mais de metade do que pagava na factura do gás (tinha a Galp). E por consumos semelhantes, o meu padrão de consumo é estável.
Há meses mudei a electricidade para a mesma empresa e fiquei a pagar ligeiramente menos do que pagava. Mas aí a expectativa era esta, ao passo que no gás era a que se veio a concretizar.
E para tratar seja do que for (inclusive enviar a leitura mensal dos 2 consumos, no mesmo e-mail) faço-o por e-mail ou por telefone.
Sempre foram impecáveis comigo.


Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.08.2015 às 15:10

Ainda bem para si. Espero que continue sem razões de queixa.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 13.08.2015 às 13:38

A GoldEnergy é uma cambada de aldrabões. Já fui cliente durante alguns meses de gáz e luz e depois de mudar de fornecedor (para a EDP) ainda continuaram a enviar facturas por pagar referente a meses onde já estava a ser facturado pela outra companhia. Obviamente que não pago pois já mudei de fornecedor e na EDP pago muito menos. A GoldEnergy é das empresas que têm mais reclamações, basta consultar o portal da queixa. Nunca respondem aos e-mails e muito menos atendem os telefones. Pessimo serviço aos clientes e facturas abusivas, muito cuidado com esta empresa, devia ser eliminada do mercado pois é das piores empresas a operar em Portugal e de honestidade não tem nada.
Sem imagem de perfil

De amendes a 13.08.2015 às 13:56

Atenção

Não é um cartaz do PS / Nem trabalho na Empresa

Sou cliente da Goldenergy - Gas-Electricidade / pago menos do que pagava na EDP´

Sem imagem de perfil

De Uiui a 13.08.2015 às 14:08

Talvez uma passagem pelo Portal da Queixa diga mais sobre esta empresa que, segundo oa jornais, a ERSE adianta que Goldenergy já foi condenada por violações
Sem imagem de perfil

De Zé Troikas a 13.08.2015 às 14:29

A Goldenergy é uma excelente empresa, com bons preços, enquanto não temos problemas...
Estou há um mês para corrigirem uma fatura com erro e para além de demorarem mais de uma semana a responderem a mails, a linha telefónica serve para perdermos uma hora sem falar com ninguém...
Para mim chega. É nestes momentos que avaliamos uma empresa.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.08.2015 às 23:31

O atendimento telefónico é desesperante, sim senhor.
Sem imagem de perfil

De Helena Rodrigues a 22.05.2016 às 21:00

O atendimento telefónico é uma vergonha e não se admite que sejamos nós a pagar as chamadas por erros de facturação da empresa.
Imagem de perfil

De Andy Bloig a 13.08.2015 às 14:38

Se entregaste cópia da certidão de óbito e de assinares o documento de rescisão de contrato com a data do final do mês em que a tua tia faleceu, eles não pode fazer nada.
Envia, por carta registada com aviso de recepção, os documentos que entregaste em Lisboa. Se continuarem a reclamar, dirige-te ao Instituto do consumidor e faz queixa deles.
A desculpa destas empresas (já tive um problema com outra que não essa por uma situação bizarra... mudei de operador sem que tivesse assinado qualquer documento nem eles terem cá vindo mudar o contador, depois de já ter uma dívida de 1000 euros em 3 meses(fizeram-me uma estimativa de 5 anos de consumo... a pagar mensalmente), só pararam de me chatear quando lhes enviei o pedido para me enviarem a cópia do contrato que tinha assinado. Nunca mais me disseram nada. 1 ano depois contactei-os a pedir informações, disseram-me que nunca tinha sido cliente deles.) é sempre a falta de um documento. Depois tem a amável prática de cobrar juros de 33% ao ano sobre o valor em dívida, incluíndo o consumo mínimo de 1m3 por mês. (curiosamente, depois de fazerem novas contas, tiram o consumo mínimo... mas cobram juros sobre esse consumo)
Não deixes é andar o caso sem agires, senão arriscas a que a família leve com penalizações a nível bancário e que nunca são ressarcidas.
Sem imagem de perfil

De Carlos a 13.08.2015 às 15:34

Qualquer empresa de serviços cuja facturação abranja todo o território nacional, deveria ser obrigada a ter representação ou fazer-se representar, pelo menos a nível municipal.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.08.2015 às 23:32

Concordo plenamente.
Sem imagem de perfil

De Patrícia a 13.08.2015 às 15:55

Pois... Com o meu tio foi exatamente o mesmo filme, com a agravante que ele até conseguiu fazer um contrato em nome do meu pai, sem ele saber, nem assinar nada...
Depois do meu tio falecer e de o meu pai ter ido dar baixa do contador, continuam a aparecer contas para pagar...
Não consigo perceber como é que uma empresa trabalha e continua a existir assim...
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.08.2015 às 23:33

Como a entendo...

Comentar post


Pág. 1/4



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D