Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delito de Opinião

3 comentários

  • Imagem de perfil

    João Pedro Pimenta 21.02.2021

    Deve ser mais complexo do que isso, já que Vitorino Magalhães Godinho não era marxista, os Annales também não (embora alguns dos seus historiadores, sobretudo inicialmente, o fossem) e Mattoso já tenha colaborado com o Bloco.
  • Imagem de perfil

    SAP2ii 21.02.2021

    1. Diziam-se ambos de "esquerda".
    2. Mas, como se vê, um acreditava em Deus e o outro não.
    3. Ou seja, o seu legado científico e o seu contributo para o Conhecimento não dependem do que eles diziam de si, ou faziam. Está fora disso (como todas). É um Objecto que está do lado de fora (na avaliação dos leitores e da sociedade).
    4. É esse legado que fica para os vindouros.
    5. A «Obra» é a estrutura lógica, as premissas e a filiação que estabelecem com o Conhecimento. As dos dois, não tem qualquer proximidade.
    6. Só quem não assistiu ao vivo às acaloradas discussões e às ferozes divergências entre ambos pode supor que, afirmarem-se de “esquerda”, os tornava idênticos a nível epistemológico e ideológico.
    7. O marxismo sempre esteve subjacente ao economicismo da École des Annalles. Naquela época e naquele contexto académico, era impossível escapar-lhe.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.