Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Frases de 2018 (13)

por Pedro Correia, em 16.03.18

«Temos um clube que nos une. Não vou dizer qual, naturalmente, mas é o nosso clube de futebol.»

Fernando Negrão, líder parlamentar do PSD, dirigindo-se ontem ao primeiro-ministro no debate quinzenal da Assembleia da República


13 comentários

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 16.03.2018 às 12:33

Ok. Tem razão. Andam mal demais.

Olhe como o Sporting, ontem!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.03.2018 às 17:16

Pior andou o Viktoria Plzen, eliminado ontem pelo Sporting.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 16.03.2018 às 12:40

Pedro, ideias para futuras candidaturas :

"Se sou conhecido no mundo, não foi pelos títulos que ganhei em Portugal"
Jorge Jesus

Jesus: «Fui eu que trouxe os bloqueios do basquetebol»

Será que o Jesus é Riuista?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.03.2018 às 17:16

Essas são quase geniais.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.03.2018 às 12:41

Acho bem.Reunir e decidir nas instalações do clube tudo o que ao governo da nação importa,congregando todos os sócios.A claque apoiando,incentivando,ameaçando.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.03.2018 às 16:12

Obviamente que o Clube é a Selecção Nacional, certo ?

WW
Sem imagem de perfil

De passante a 16.03.2018 às 19:31

Certo, a selecção nacional do Burkina Faso.

(Também tem uma bandeira verde e vermelha com uma coisa amarela no meio, já está bom ...)
Sem imagem de perfil

De Fatima MP a 16.03.2018 às 16:17

Muito relevante, mesmo!!
Fala sério ....!!!
Sem imagem de perfil

De Lucklucky a 16.03.2018 às 19:13

Bem queria boa parte do PSD ser do PS mas têm de fingir o papel de oposição.
Sem imagem de perfil

De Costa a 16.03.2018 às 19:24

Tudo normal: nas primícias da sua liderança parlamentar, fez a devida vénia, submissa, atenta, veneradora e obrigada, a um (ainda que sem o nomear expressamente) dos senhores da guerra civil latente que por cá se vive. Fazendo-o a um deles, nos termos, local e circunstância em que o fez, fê-lo a todos.

Com isso e dessa forma colocou-se sob a sua autoridade, de senhores acima da lei, e consagrou a importância do futebol. Acima de qualquer outra matéria na vida da pátria; modelando toda e qualquer outra matéria na vida da pátria. Já se sabia que era (é) assim, nada de novo. Foi um acto de vassalagem, um momento ritualístico, em tudo previsível.

Mas não deixa de ser curioso que Rio, parece, teve a ousadia de nos seus tempos de presidente da câmara do Porto, não ajoelhar publicamente perante o senhor da guerra no Norte. Talvez entretanto lhe tenham feito uma oferta que não poderia recusar. E seja Negrão o testemunho disso.

Há quem chame a estas coisas "acertar (a alguém) o passo".

Costa
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 16.03.2018 às 23:11

Pedro, esta é genial:

Homem não pode provar ao tribunal que está vivo

O Tribunal romeno decidiu rejeitar a reivindicação do homem, uma vez que recorreu tarde demais. A decisão é final e não pode ser revertida, de acordo com a agência de notícias "Associated Press".

"Eu estou oficialmente morto, apesar de estar vivo. Não tenho nenhum rendimento e, porque eu estou dado como morto, não posso fazer nada", disse Constantin à imprensa local.

https://www.jn.pt/mundo/interior/amp/homem-nao-pode-provar-ao-tribunal-que-esta-vivo-9193276.html
Perfil Facebook

De Rão Arques a 17.03.2018 às 09:17

Essa até parece nossa.
Sem imagem de perfil

De Lucklucky a 17.03.2018 às 16:52

Lembra o fisco-neste caso uma alfândega - Italiana a cobrar à Real Força Aérea na 2ªGuerra aviões aliados abatidos como "importação". E pagou.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D