Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fora da caixa (23)

por Pedro Correia, em 04.10.19

8172397_rES28[1].jpg

 

«Entre o conhecimento do bem e do mal há uma grande diferença: o mal conhece-se quando se tem e o bem quando se teve; o mal, quando se padece, o bem, quando se perde.»

Padre António Vieira

 

Mário Soares fundou o PS em Maio de 1973. Sá Carneiro fundou o PPD (depois PSD) em Maio de 1974. Diogo Freitas do Amaral, agora falecido, fundou o CDS em Julho de 1974. Álvaro Cunhal, de algum modo, refundou o PCP na década de 40 e foi seu dirigente histórico durante quatro décadas. Fernando Rosas, Francisco Louçã, Luís Fazenda e Miguel Portas fundaram o Bloco de Esquerda em 1999.

E o PAN, que parece ter caído do céu há quatro anos, ungido por André Silva? Este partido tem um fundador, do qual todos os actuais dirigentes parecem demarcar-se, vá lá saber-se porquê. É o professor Paulo Alexandre Esteves Borges, budista praticante após ter sido entusiasta do Quinto Império: primeiro presidente do partido, em 2011, afastou-se da liderança três anos depois e desfiliou-se em 2015. Entre «divergências profundas quanto ao rumo que alguns comissários [pretendiam] dar ao PAN».

 

Seria interessante recordar a cascata de convulsões internas que levaram ao seu afastamento.

Seria interessante saber se André Silva se revê nos princípios doutrinários de Paulo Borges, discípulo espiritual do padre António Vieira e do professor Agostinho da Silva.

Seria interessante indagar se o professor Borges tenciona votar no partido que fundou.

Já agora, também teria interesse saber por que motivo o deputado do PAN preferiu votar em Fernando Negrão em vez de Ferro Rodrigues para presidente da Assembleia da República em Outubro de 2015.

Eis questões com relevância pública e que mereciam tratamento jornalístico se o PAN fosse encarado pelo mesmo prisma acutilante reservado à maioria das forças partidárias representadas no Parlamento.


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Justiniano a 04.10.2019 às 17:04

Surpreendeu-me pela positiva, o André Silva, ao preferir Fernando Negrão, homem de uma enorme seriedade apesar de alguma tibieza!!
Quanto ao misticismo essencialista acho que se mantém, parece-me até ter crescido, ali pelas hostes do PAN. Nota-se-lhes no olhar...há ali qualquer coisa...o Himmler também o tinha!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.10.2019 às 17:20

Já não repórteres, agora só há jornalistas. Jornalistas não existem para informar, existem para ser catalisadores políticos, para que raio iriam à procura de informação que não ajuda a que se politize mais e mais a vida das pessoas?

lucklucky
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.10.2019 às 19:01

Perdoe-me o desvio, mas

eles ‘andem’ aí.

Esses malfeitores de direita que mandaram aquele senhor disfarçado de Einstein chatear o bonzinho e simpático Costa. Não se faz.
E aquela senhora que tentou agredir a Cristas foi só para dissimular. Estava tudo planeado para hoje e resolveram começar o disfarce ontem. É uma cabala, de direita: a mesma de sempre, a que inventou a Casa Pia, e a Cova da Beira e a licenciatura de Sócrates, e o BES dono disto tudo etc. E agora Tancos. Malfeitores. Não se faz!

Isabel
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 04.10.2019 às 22:07

Pedro, pedia - lhe, para amanhã, (amanhã ainda se pode falar de política, ou não?) um artigo sobre a bronca de hoje. Será Rio um homem de sorte?

Abraço
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.10.2019 às 22:21

Espuma. Mera espuma dos dias. A campanha terminou. Os dados estão lançados.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 05.10.2019 às 00:37

Alguns indecisos ao que sei não vão votar Costa, pelo episódio. Pedro, sabia que a Maria Flor Pedroso é prima de António Costa? Até que ponto a RTP, não deveria ter escolhido outro moderador no debate Rio /Costa?
Sem imagem de perfil

De Bea a 04.10.2019 às 22:44

Não brinquemos, o PAN é uma brincadeira que apanhou o pontapé do ambiente e se moveu. Pela mesma razão, se há-de de votar nele. Não me parece que tenha movimento próprio. A ver vamos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.10.2019 às 08:55

"Apanhar o pontapé do ambiente" é uma expressão muito feliz.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.10.2019 às 08:30

Então mas os fundadores do PAN não foram o bobi e o tareco?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.10.2019 às 08:54

Esses andam mais pelo futebol do que pela política.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D