Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fora da caixa (12)

por Pedro Correia, em 20.09.19

8172397_rES28[1].jpg

 

«Para haver um governo é preciso que ele seja coeso.»

António Costa, em entrevista à TVI  (28 de Agosto) 

 

Um contra, outro a favor. Sobre o mesmo tema.

Matos Fernandes, ministro do Ambiente, aplaude a decisão da Universidade de Coimbra de proibir a carne de vaca. Diz ele: «Parece-me relevante que uma universidade tudo faça com o objectivo de ser neutra em carbono em 2030. Esta é uma medida, obviamente outras terão que a seguir.»

Capoulas Santos, ministro da Agricultura, contesta tal decisão. Escreve ele: «Não deixa de ser amargo constatar que até as vetustas paredes da centenária academia são permeáveis ao populismo e à demagogia. Sete séculos depois, o decreto ainda derrota a educação, que é a maior garantia da liberdade individual e, dentro desta, da liberdade de escolha informada.»

Ninguém diria, mas integram o mesmo Executivo, prestes a ser examinado nas urnas pelos eleitores.


42 comentários

Sem imagem de perfil

De sampy a 20.09.2019 às 08:45

Onde uns vêem incoerência e desarticualação, outros verão polissemia, inclusividade e acolhimento da diferença. É ao gosto de cada um.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 21:06

Eu vejo mau ambiente no Conselho de Ministros.
Sem imagem de perfil

De Luis Lavoura a 20.09.2019 às 08:58

Um governo tem que ser coeso, como Antonio Costa bem disse, ms somente dentro da sua esfera de acao. Fora dela, nao tem que ter opiniao, isto e, cada membro do governo e livre de exprimir a opiniao que quiser.
Aquilo que uma qualquer Universidade decide servir nas suas cantinas nao esta, evidentemente, dentro da esfera de acao do governo, pelo que qualquer membro do governo e livre de exprimir a opiniao que quiser sobre esse assunto.
Sem imagem de perfil

De V. a 20.09.2019 às 19:10

Depois de sacar os cês e os pês e de começar a escrever à macaco dos trópicos, o Lavoura resolveu tirar os acentos também. Sempre no rumo do socialismo, esta luminária do pugresso.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 21:07

Consequência do excesso de metano na atmosfera.
Sem imagem de perfil

De Luis Lavoura a 20.09.2019 às 09:00

So um partidario de uma ditadura totalitaria e que sugeriria que o governo desse ordens sobre aquilo que e servido nas cantinas de uma qualquer universidade.
Para quem nao seja partidario de um Estado totalitario, as universidades tem autonomia e poder de decisao descentralizado sobre aquilo que servem nas suas cantinas.
Sem imagem de perfil

De Luis Lavoura a 20.09.2019 às 09:04

a Universidade de Coimbra de proibir a carne de vaca

A Universidade de Coimbra nao proibiu nada. Qualquer membro da Universidade e livre de consumir carne de vaca no campus da dita. Os estudantes podem trazer sandes de carne de vaca de casa e come-las durante as aulas, se os professores deixarem; a Universidade nao proibe.

A Universidade somente tomou uma legitima decisao de gestao sobre as cantinas que lhe pertencem. Decidiu nao servir carne de vaca, tal como nao serve lagosta nem comida picante.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.09.2019 às 11:24

A cereja em cima do bolo dos pró e dos contra a carne de vaca é: comer peixe.
Culinária, magno problema nacional, "Boss dixit".
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 11:39

Sem espinhas.
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 20.09.2019 às 11:59

Os estudantes terão de ser auto-suficientes.
Isto implica plantarem os seus vegetais (cada um terá um talhão no "campus") e possivelmente destilarem a sua própria cerveja.
Com o excesso de gatos e cães vadios nas ruas de Coimbra, não ficava mal criar uns grupos de caçadores que, resolvendo o problema da sobrepopulação, ainda arranjariam as tais proteínas alternativas. Aquela malta das Faculdades que ficam perto do rio, ao invés de beberem e apanharem pokemons, podem (literalmente) dedicar-se à pesca, pois temos o melhor peixe do mundo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 13:01

Temos o melhor peixe do mundo, proclamou o chefe do Governo. Afirmação nada demagógica e absolutamente nada patrioteira e chauvinista.
Vantagem de nunca ter estudado em Coimbra.
Imagem de perfil

De João Campos a 20.09.2019 às 13:30

Considerando a qualidade do português falado, é de duvidar de que o Chefe do Governo algum dia tenha estudado... :)
Sem imagem de perfil

De Luis Lavoura a 20.09.2019 às 13:42

Afirmacao, sobretudo, nada verdadeira: as aguas portuguesas hoje em dia ja tem bem pouco peixe, e aquele que tem e em grande parte de fraca qualidade (carapau, cavala, e pouco mais).
Sem imagem de perfil

De sampy a 20.09.2019 às 13:59

Não tarda nada, vem aí projecto de nova fábrica da Pescanova...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.09.2019 às 14:18

Dada a qualidade e abundância, os estudantes de direito lá do sítio em dia de faina no Mondego proclamarão: 'Piscis foderunt conas!'


Smoreira
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 21:16

A etimologia é mãe do melhor vernáculo.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.09.2019 às 13:03

Os meus caros procuram uma coerência naqueles que defendem as políticas de protecção ambiental que não existe, nem nunca existiu, em nenhum político, ou líder religioso. Pelo vosso crivo até Jesus era hipócrita (têm "aquela cena" violenta do templo, de chamar "de cães", aos gentios, samaritanos.... ). Usam critérios que são incapazes de usarem em vós mesmos. Pelo vosso crivo nada, nem ninguém, seria merecedor, pelas acções ou intenções, de elogio, pois procurando, com afinco, descobririam sempre algo contraditório, que vos justificasse a acintosa crítica.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 20.09.2019 às 15:49

Quem de aqui tem filhos entre os 10 e os 15 anos? Vai haver uma mudança de paradigma. E as empresas adaptar-se - ão às novas modas, às novas exigências. O fantástico do mercado livre é isto mesmo. Não são os políticos que decidem. São os consumidores. Na minha família, mais próxima e mais nova, as preocupações ambientais são manifestas, traduzindo - se em alterações no consumo alimentar, mas não só . E não é só por questões climáticas, mas também de saúde. Caros, lamento, vocês estão a ficar cotas e eu também, mas menos.
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 20.09.2019 às 17:15

Toda a gente sabe que a malta nova tem uma consciência ambiental acima dos cotas.
Daí vermos no Mac clientes apenas dos 40 anos. Os festivais de verão são faróis do RRR. E trocar de telemóvel frequentemente, esse hábito tão ecológico, tal quanto viajar de avião, porque a nova geração cosmopolita prefere viajar a poupar. Estou tranquilo quanto ao futuro.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 20.09.2019 às 17:47

Vê miúdos no Mac Donald's? Normalíssimo. Anormal seria se visse, por lá, sempre os mesmos miúdos. Mas isso há - de passar com a idade. Os meus com 6 anos adoravam, também, lá ir. Agora nem por isso. Preferem os bares. Viajar de avião em termos de kg de CO2 emitido/passageiro é muito semelhante a andar de carro sozinho (é o que a maioria faz), numa viagem de 500 km, por exemplo. Quantos aos concertos que têm de mal? Em termos de electricidade os gastos, por espectador, devem ser semelhantes a estar sozinho a ver TV, com ar condicionado ligado, mais frigorífico, etc. Quanto a preferirem viajar, ao poupar fazem eles muito bem. Ver é conhecer. Antes no avião que medicamentos.

Quanto aos telemóveis penso que será culpa dos pais. Afinal são eles que os compram. Mas os miúdos que conheço aguentam 3 anos com o mesmo aparelho. Parece - me bem.
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 20.09.2019 às 19:47

Então? Os jovens têm consciência ecológica e batem o rabo no mac. Não discuto a falta de palato, apenas a falta de coerência.
Os festivais são um maná reciclar, reutilizar e reduzir, nem há copos de plástico, beatas no chão, água engarrafada.
A malta anda de carro, na maioria, por necessidade. Muitos não têm opção. Já ir na low cost a Barcelona parece uma decisão pouco ecológica. Tão como ir a Miranda papar uma posta.
Mas lá está, ninguém quer abdicar do seu modo de vida, seja eu, seja a Greta.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 21:14

Todos gostariam de adoptar o modo de vida da menina Greta, que para poupar em gases poluentes viaja de iate para Nova Iorque à boleia do milionário Pierre Casiraghi, sobrinho do Príncipe do Mónaco.
https://www.theguardian.com/environment/2019/aug/28/greta-thunberg-arrival-in-new-york-delayed-by-rough-seas

Très chic, oh la la...
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 20.09.2019 às 23:07

Chiça Pedro! Seguindo essa lógica de coerência absoluta nem o Filho do Absoluto escapa
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.09.2019 às 13:03

Os meus caros procuram uma coerência naqueles que defendem as políticas de protecção ambiental que não existe, nem nunca existiu, em nenhum político, ou líder religioso. Pelo vosso crivo até Jesus era hipócrita (têm "aquela cena" violenta do templo, de chamar "de cães", aos gentios, samaritanos.... ). Usam critérios que são incapazes de usarem em vós mesmos. Pelo vosso crivo nada, nem ninguém, seria merecedor, pelas acções ou intenções, de elogio, pois procurando, com afinco, descobririam sempre algo contraditório, que vos justificasse a acintosa crítica.
Sem imagem de perfil

De Óscar Manuel Carmona a 21.09.2019 às 13:13

Se tivesse filhos com essas ideias, passavam a tomar banho todo o ano com água fria, remédio santo.
Sem imagem de perfil

De V. a 20.09.2019 às 18:29

Mas como as alterações climáticas não têm nada a ver com isso, nem com o malvado do capitalismo, o mundo vai continuar a aquecer normalmente e um dia morremos todos esturricados na mesma — e muito, muito mais estúpidos.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 20.09.2019 às 19:36

V. vou tomar banho, posso? O segundo de hoje. É pá eu quero lá saber. Vou ver o Ad Astra. Ainda se pode ir ao cinema, ou não?

Quero entrar no negócio do cânhamo medicinal. Sabes alguma coisa disso?
Sem imagem de perfil

De V. a 21.09.2019 às 01:10

Nunca experimentei o cânhamo medicinal mas é capaz de ter piada.

Já quanto ao Brad Pitt nunca o achei assim um grande actor — é um bocado "oh look at me acting", tal como o seu mentor Robert Redford, o tipo que falava com cavalos ou lá o que era aquilo.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.09.2019 às 01:33

Ad Astra tem algo de Apocalipse Now e de A Árvore da Vida, de Malick. Soberbas as imagens, e muito bons, alguns, diálogos. Vou ver segunda vez no Imax. Por acaso não tenho essa opinião sobre o Brad.
Sem imagem de perfil

De V. a 21.09.2019 às 23:23

Ai o Malick é que não consigo...

Para mim no cinema comercial actualmente há dois tipos maiores de ataque psicológico: o de Lars Von Trier que se aproxima da arte e que confronta as personagens directamente com a brutalidade das coisas (e por extensão, confronta também o espectador... mas há um filtro estético, a câmara) e depois há o stalking psicológico de Terrence Malick em que a câmara (que é uma consciência moralista) finge que está perseguir as personagens pelos cantinhos das pradarias, dos jardins e das cozinhas mas está a tentar dizer algo de vagamente religioso/ideológico ao espectador que é quem verdadeiramente está a ser perseguido: não está a analisar a situação ou a personagem.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.09.2019 às 23:25

Recomendo o último filme do Tarantino, que ainda anda por aí.
Obra-prima. Esta sim.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.09.2019 às 23:41

Vou tentar ir vê-lo amanhã. Obrigado pela sugestão. (embora quisesse que o Ad Astra ganhasse alguma coisa ;o Tarantino é também daqueles nomes que me levam directamente ao cinema).
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.09.2019 às 23:54

Não consigo avaliar a tua crítica. Digo - te é que a Barreira Invisível é um dos filmes da minha vida. Mas, sim há sempre algo de moralista em Malick, sobretudo uma crítica à sociedade moderna, ao Poder, ao vazio de alma consumista, sem dúvida. E um desespero ateísta, ou mesmo uma crítica luciferina à indiferença, à injustiça de deus

https://youtu.be/Cb8rHfuN8rk


O Lars Von Trier fez também um dos filmes da minha vida. Dogville. Mas aqui também tens um fundo moralista, ou imoralista (talvez o mais perturbador seja Os Idiotas). Mas julgo que Trier se perdeu, embora confesse que não o tenho seguido regularmente para uma afirmação tão tremendista (do Malick só não gostei do Novo Mundo)

https://youtu.be/LrSuI-dBja8
Sem imagem de perfil

De V. a 20.09.2019 às 18:27

Eles deviam era preocupar-se em ser neutros em cerveja, mas está quieto.

Além disso continuam a preferir aquele mijo de cavalo que leva o nome de Super Bock à Sagres (que até é uma cerveja decente).
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 20.09.2019 às 20:50

A cerveja artesanal é boa para caraças. É melhor que o vinho. E não se deve beber gelada. À temperatura ambiente é melhor. Mas é estupidamente cara.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 21:09

Só bebo cerveja quando vou à bola. Enquanto mastigo uma bifana, aproveitando o facto de a Federação Portuguesa de Futebol ainda não ter interditado o consumo de carne nas rulotes junto aos estádios.
Já não deve tardar muito.
Sem imagem de perfil

De V. a 21.09.2019 às 01:18

Caro Vorph e caro Pedro, começo também a descobrir as cervejas artesanais e há coisas de facto muito interessantes — mas muitas são feitas pelas cervejeiras... É preciso ver bem os rótulos.

Dá-me ideia que as big ones SB e Sagres infestaram o mercado de cópias de craft beer só para barrar o caminho a produtores realmente independentes aproveitando a porta aberta que já têm nos supermercados.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.09.2019 às 01:36

Experimenta a Onix. Excelente paladar, a chocolate e madeira. O mal da cerveja é que para apanhar uma piela necessitamos de beber litradas. Nisso, o vinho leva vantagem.
Sem imagem de perfil

De V. a 21.09.2019 às 23:24

Vou ver se a encontro.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.09.2019 às 23:28

'Era uma Vez em Hollywood',
As patrulheiras mais façanhudas até devem ter ficado doidonas com tanta incorrecção política.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 21.09.2019 às 23:56

Tarantino é qualidade garantida. Prova de Morte é brutal. Já para não falar no Pulp Fiction que fica na história...Django....

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D