Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Falar claro sobre eutanásia

por Teresa Ribeiro, em 04.02.17

eutanasia.jpg

 

Tenho observado que quem argumenta contra a eutanásia tende a iludir três questões:

1. Ninguém obriga ninguém a fazê-lo. Tal como no caso da IVG, os profissionais de saúde que sejam contra têm o direito de se recusar a colaborar.

2. A decisão é do doente (e só considerada se reconhecidamente ele está de posse de todas as suas capacidades mentais)

3. Os casos em que a eutanásia é aplicável serão, naturalmente, objecto de rigorosa regulamentação, pelo que não se coloca a questão de tal servir para facilitar suicídios de pessoas que estão, por exemplo, simplesmente com uma depressão. 

Toda a argumentação que contorne estas três premissas não me parece intelectualmente honesta.


75 comentários

Sem imagem de perfil

De V. a 04.02.2017 às 14:56

Tanto quanto sei essa pessoa pode ser responsabilizada por danos civis e mesmo por danos causados ao Estado, em determinadas situações.
Sem imagem de perfil

De JSC a 04.02.2017 às 20:20

Dá-me um exemplo desses em Portugal (sinceramente não me vem à memória nenhum caso desse género), mas sem dúvida que é possível.

Se na tentativa, causar danos pode ser processado por isso.
Por exemplo, se a pessoa o tentar fazê-lo através de uma explosão de gás (causando danos materiais a outras propriedades e pessoas), pode responder por esses crimes. Ou por exemplo se o tentar fazer com uma arma ilegal, pode ser acusado, no entanto como disse não me lembro de um caso destes.

No entanto, como já disse em cima, bastando pesquisar um pouco e sem cometer nenhum crime é possível ter uma morte sem sofrimento com produtos que se têm em casa e com 100% de garantia. Ao contrário de métodos mais brutais.

Resumindo em Portugal o suicídio ou a tentativa de o fazer não é um crime e isto é um facto ao contrário de alguns países onde é crime.
Sem imagem de perfil

De V. a 05.02.2017 às 13:27

Não tenho a certeza, de facto. Mas recordo vagamente a ideia de alguém ter sido processado pelo Metro por.. enfim.. ter posto aquilo tudo em polvorosa. Pode ser um mito urbano, não sei.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D