Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Eu gosto e preciso de rir

por Helena Sacadura Cabral, em 11.12.17

Audrey.jpg

 

Tive, quando era muito nova, em Audrey Hepburn - essa actriz invulgar -, um dos meus raros ídolos femininos. Hoje, folheando umas coisas que escrevi, encontrei esta frase dela. Precisamos tanto de rir, sem que disso nos demos conta. 
Audrey não teve uma vida muito feliz. Mas soube, sempre, mesmo nos momentos mais difíceis, sorrir. Que sábia ela era e que bem me soube recordar e partilhar esta sua afirmação!


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.12.2017 às 16:10

Concordo, um dia sem sorrir é um dia perdido...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.12.2017 às 17:24

ELASEMPRE FABULOSA CHEIA DE CLASSE
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 11.12.2017 às 17:45

Estamos sempre a esquecer as propriedades terapêuticas do riso. Não cura, mas alivia muito!
Audrey era linda por dentro e por fora.
Sem imagem de perfil

De Beatriz Santos a 11.12.2017 às 18:36

Sou como ela, gosto de rir. Mas o mundo é sério e muita vez não dá margem ao riso. Concordo com Audrey H., o riso facilita a alma.
Sem imagem de perfil

De s o s a 11.12.2017 às 19:25

imaginando a Helena , feliz por recordar e partilhar, mal nao faz aos leitores, pelo contrario.

Um dia deste vi que o Delito dedicou a semana a qualquer coisa do Tempo, nao sei se o post se insere, ou se esta semana o tema já é outro, se é o rir.

Deve haver o sorriso (pois, o riso nao é necessariamente a mesma coisa, mas dependendo da pujança, confundem-se ) inteligente, subtil. Para confessar que existem "postadores ", e tambem leitores, que provocam riso.

cpt
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.12.2017 às 09:04

Eu tive a sorte de a ver uma ou duas vezes, éramos vizinhos, ela na sua propriedade privada e eu a 100 metros no meu quartinho, em Lully sur Morges, Vaud, Suisse. Sempre ouvi as pessoas da aldeia falarem bem dela; e quando faleceu, e embora a uma certa distancia tive a sorte de ver alguns dos seus amigos, como Roger Moore, Alain Delon etc. Vi alguns dos seus filmes, e de fato seu sorriso era constangiante.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D