Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estátuas para derrubar (5)

por Pedro Correia, em 25.09.20

5db2c5cb13842.jpg


Estátua de Francisco Franco, encostada à muralha de Melilha, enclave espanhol em Marrocos


20 comentários

Sem imagem de perfil

De balio a 25.09.2020 às 11:22

Um anacronismo. Tanto a estátua como a cidade na qual se encontra, que não faz sentido nenhum fazer parte de Espanha. Era bem altura de acabar com anacronismos como estes.
Sem imagem de perfil

De Zacarias Castanho a 25.09.2020 às 13:16

E a Guiana Francesa faz sentido fazer parte de França?
E o Reino do Algarve faz sentido fazer parte da república portuguesa?
E as Berlengas?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.09.2020 às 14:48

E a Crimeia. E a Chechénia. E Gibraltar. E as Ilhas Virgens. E Guadalupe. E Santa Helena. E Mayotte. E a Gronelândia. E Porto Rico. E as ilhas Faroé. E a Geórgia do Sul. E a Nova Caledónia. E Martinica. E São Pedro e Miquelão. E Aruba. E Ascensão. E Curaçao. E Diego Garcia. E as Malvinas. E um imenso etc.
Sem imagem de perfil

De Al. Sousa a 25.09.2020 às 15:16

É complicado responder porque são casos muito diferentes. Talvez nuns sim e noutros não.
Quanto à estátua de Franco, acho-a detestável. Não gostaria de a ter por perto. Não sei se deveria ser derrubada. Talvez fosse preferível retirá-la e guardá-la num museu. Porque o Franquismo existiu (ainda existe!) e não podemos alterar o passado embora possamos alterar as recordações do passado.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.09.2020 às 23:13

Agora a moda é derrubar estátuas. De grandes figuras históricas, como Colombo ou Gandhi. Até a de Churchill teve de ser tapada pela autarquia de Londres para evitar que fosse conspurcada.
Curiosamente, muitas estátuas de ditadores continuam de pé, em vários países e diversas latitudes. Esta série pretende dar alguns exemplos dessas estátuas.
Imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 26.09.2020 às 09:33

A história e as gentes que a viveram, mostram-nos que o Franco foi um homenzinho detestável. Curioso como os fracos viram fortes e são seguidos por rebanhos de fortes rendidos à força dessa fraqueza. Mais um lembrete da história, Pedro, para que ninguém esqueça.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 26.09.2020 às 22:28

Temos esse dever, Maria Dulce. Os blogues também servem para isto: para avivar memórias.
Ao contrário do Twitter, por exemplo, que navega num interminável presente.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.09.2020 às 14:59

Também não faz sentido Olivença fazer parte de Espanha.

E São Tomé e Príncipe devia fazer parte de Portugal. Já o All-Garve devia ser anexado pelo Reino Unido. Tínhamos era que construir um muro depois.

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.09.2020 às 16:15

Impossível. Os ingleses estão impedidos de viajar para o Algarve devido à pandemia. Boris Johnson não tolera e a senhora da DGS não autoriza.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.09.2020 às 16:36

Se aquilo fosse deles como devia, já podiam saltar de lá para a Ilha Grande e vice-versa.
Vai custar aos portugas obter visto para ir à praia da rocha, mas que se habituem às águas de Espinho ou da Tocha, que fazem muito melhor à saúde.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.09.2020 às 16:15

Anacronismo é o Lavoura assinar "balio".
Sem imagem de perfil

De xico a 25.09.2020 às 20:56

Mas onde é que está escrito que os invasores árabes têm mais direito do que os invasores espanhóis de deterem um território berbere?
Sem imagem de perfil

De sampy a 25.09.2020 às 17:47

A propósito:

https://www.publico.es/politica/memoria-historica-estatuas-honraban-franco.html
Perfil Facebook

De Manuel Gonçalves Pereira Barros a 25.09.2020 às 19:45

Temos de recordar como eram,Franco,Salazar, e bestas parecidas,para evitar que ressurjam,ainda que futeboleiros e a chorar como Madalenas...
Temos que os mostrar às criancinhas,tal como eram realmente e os disfarces possíveis...
Sem imagem de perfil

De sampy a 25.09.2020 às 22:19

Leve os pimpolhos à festa do Avante.
Eles hão-de entender.
Sem imagem de perfil

De Adalberto a 25.09.2020 às 23:13

Antes ao portugal dos pequeninos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.09.2020 às 01:23

Ó sampy, ou ao chega pra cá em Évora que estavam todos mais juntinhos para não se perderem. Ah! esqueci-me, não se fala aqui disso, mas alguns comentadores ficaram admirados por haver muita gente de máscara e já dizem que eram gente conhecida mas ainda envergonhada.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.09.2020 às 23:10

Ao leitor das 23.03: não aprovei o seu comentário porque é um "lençol" de texto que não tive tempo nem paciência para ler. E nunco publico nada que não tivesse lido.

Mas não foi só por isso: foi também por vir, em várias passagens, todo escrito só com maiúsculas. Como se entrasse aqui aos gritos.

Já avisei várias vezes: não admito textos escritos só com maiúsculas. Para mim isso constitui uma intolerável falta de educação.
Sem imagem de perfil

De frar a 26.09.2020 às 21:59

.Resumo da coisa:
.
.
Os africanos estão-se a cagar para o europeu-do-sistema: derrube/vandalismo de estátuas, etc, etc.
{os africanos sabem o óbvio: o europeu-do-sistema do presente é igual ao do passado: quer é fazer negociatas com abundância de mão-de-obra servil}
.
Urge cagar para o europeu-do-sistema: distância/separatismo desse pessoal!
{separatismo-50-50: blog http://separatismo--50--50.blogspot.com/}
.
O europeu-do-sistema não só não trabalha com dignidade para a sustentabilidade, como também, não respeita os povos autóctones que procuram trabalhar com dignidade para a sustentabilidade... resumindo: o europeu-do-sistema vendeu-se àqueles que investem no caos para ocupar e dominar novos territórios (pois é, pois é: ele vendeu-se aos fornecedores de abundância de mão-de-obra servil)
.
-» O problema dos africanos, e de outros aspirantes a donos da demografia, não são Direitos Humanos... mas sim... ganância/tiques-dos-impérios:
- possuem imensos territórios ao seu jeito... pois, pois, mas... eles vêem nas Intenções Identitárias um obstáculo aos seus tiques-dos-impérios.
.
Os africanos, e de outros aspirantes a donos da demografia, procuram usar o europeu-do-sistema como idiota útil... tendo em vista a institucionalização de uma ditadura anti-Identitária.



Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.09.2020 às 15:46

É perguntar aos "moritos" a sua (deles...) opinião sobre o "Baraka"...
E , é claro, (La Palisse concordaria ), a História é uma coisa, a propaganda redactada por escribas a soldo é outra completamente diferente...
Só para recuerdo ( actualíssimo) : "Tiempo de rojos, de hambre y piojos"...

JSP

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D