Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estátuas dos nossos reis (21)

por Pedro Correia, em 16.09.18

DSC00515.JPG preview_n17345.jpg

Luanda_-_estátua_de_D.Afonso_Henriques_-foto_anos

 

 

 D. Afonso Henriques (1140-1185)

 

Autor: António da Costa

Ano da inauguração: 1938

Localização: Luanda, no Museu Nacional de História Militar de Angola, instalado na antiga Fortaleza de São Miguel. Antes da independência (fotos antigas), em 1975, esteve colocada sobre um pedestal no Largo D. Afonso Henriques, actual Avenida do 1.º Congresso do MPLA

Autoria e outros dados (tags, etc)


40 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro a 16.09.2018 às 12:51

Esta sim
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2018 às 13:18

Não consegui ainda saber o nome do escultor. Talvez algum leitor angolano ou ex-residente em Angola saiba esclarecer-me.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 16.09.2018 às 13:29

Vê -se logo que foi a mando do Estado Novo. Esse estado novo que buscava no velho a sua razão de ser.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.09.2018 às 14:11

Escultor: António da Costa
Arquitectos: Faria da Costa e Raul Tojal
Sem imagem de perfil

De Maria Antonieta a 16.09.2018 às 14:44

Creio que o escultor foi António da Costa, Pedro.
Mas pode confirmar aqui:

http://historiavista.blogspot.com/2008/12/e-depois-dos-pais-o-filho-d-afonso.html

Bom Domingo!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2018 às 16:52

Muito obrigado, Maria Antonieta. Agradeço também ao anónimo. Por isso é que gosto de dizer que os leitores do DELITO são os melhores do mundo.
Sem imagem de perfil

De Maria Antonieta a 17.09.2018 às 10:57

E são mesmo, Pedro Correia, são mesmo!

Obrigada!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.09.2018 às 14:15

A colocação actual da escultura:
http://www.operacional.pt/wp-content/uploads/2013/06/10-Fortaleza-Luanda-DSC_3338-copy.jpg
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2018 às 16:54

Agradeço-lhe muito a imagem que aqui nos traz.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.09.2018 às 15:32

Descobriremos algum arquitecto que o tenha figurado como político perspicaz e não só como espadachim?
Aquele homem fundou um reino demarcando-se da mãe,do primo,combatendo ou concertando com os do Islão,com o papado,com os nobres.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 16.09.2018 às 17:47

Aquele homem foia nossa desgraça. Portugal e Espanha deveriam juntos ser o Reino Ibérico. Seríamos a seguir à França o maior país. Afinal esta independência que agora temos serviu e serve para quê?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2018 às 17:53

Se for à Catalunha, aconselho-o a mudar por completo o discurso.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 16.09.2018 às 17:58

Na Catalunha mandam os que lá estão. Que se entendam com Castela. Mas imagine, Pedro, um Reino Ibérico maior do que a Alemanha. O chamado poder negocial era outro.. .e como eu adoro as Astúrias
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.09.2018 às 19:48

Onde é que eu já ouvi/li isso?
Terá sido na Jangada de Pedra?

Maria
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.09.2018 às 23:02

É simplesmente inacreditável perguntar para que serviu a nossa independência .
Portugal não começou hoje , tem uma história de quase 10 séculos com feitos extraordinários e com um legado para o futuro inigualável .

Luis Almeida
Sem imagem de perfil

De Pedro a 16.09.2018 às 23:16

O que Portugal fez que não tenha sido feito e superado por outros? Os Descobrimentos? Veja-se a China, que chegou à Costa Oriental Africana, antes de nós. Ou os Vikings que chegaram à América antes de nós. .
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2018 às 23:28

É uma das nossas especialidades: sessões contínuas de autoflagelação. Os outros são bestiais, nós somos umas bestas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2018 às 01:20

Muitas vezes me interrogo sobre esta vontade de não valorizar devidamente aquilo que fazemos de bom , mas talvez seja isso que faça que estejamos sempre alerta e tentar sempre fazer mais e melhor .
Somos um país extraordinário que tem um povo extraordinário, só isso permite que sejamos uma nação com 10 séculos.

Luis Almeida
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2018 às 12:04

Tem toda razão Pedro Correia.

WW
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2018 às 05:21

Pedro dos Rodeios,

Seguindo o seu raciocínio, se não fizemos nada de especial, se não prestamos para nada, ainda bem que estamos separados da Espanha: assim só demos cabo de Portugal, não lhe parece?
E pode sempre ir às Asturias, à Galiza ou à Andaluzia... e continuar a dizer mal de Portugal e do D. Afonso Henriques.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 17.09.2018 às 10:06

Epá, vocês não têm sentido de humor....estava no gozo
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 17.09.2018 às 11:27

O auto ódio.
Depois ao mesmo tempo as sinapse não se conectam e defendem a independência de Z que foram sempre "superados" por X.

Acha que Cuba deve ser independente ou ser parte dos EUA?
Sem imagem de perfil

De Pedro a 17.09.2018 às 14:11

Luck sabes o que em ti admiro? O pujante sentido de humor
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.09.2018 às 22:52

Eu, em si, admiro o nome próprio.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.09.2018 às 19:55

E como?
De fato e gravata?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2018 às 23:55

Lacinho borboleta.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2018 às 05:04

A pergunta era para o Anónimo das 15:32H.
Mas já que o Pedro respondeu, dir-lhe-ei que não me parece nada que o nosso Primeiro ficasse bem com um lacinho à Baptista Bastos
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.09.2018 às 22:55

O caríssimo BB já não se encontra entre nós. O MEC deixou de usar. O professor Carvalho Rodrigues há muito que não aparece. Julgo que só restam o Nicolau Santos e o respeitável professor Fernando Pádua como últimos cultores do laço entre nós.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2018 às 17:41

E se fosse de jeans e mocassins?
(O nosso Primeiro esteve este domingo a olhar para esta mesma estátua. Diz quem viu que algumas lágrimas pareciam correr pela face esculpida...)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2018 às 17:47

Correcção: a visita ao Museu Militar foi ontem, segunda-feira.
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 16.09.2018 às 21:05

não vejo bem a expressão (se a há) no rosto do I.º...
mas, pela postura, ou é "estes já estão", ou "deixa cá ver..."
é uma estátua bem bonita, de qualquer forma.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.09.2018 às 23:43

Para alguns mais inteligentes que andam por aqui, a nossa solução era declarar guerra à Espanha e deixarmo-nos vencer.

Principalmente agora que precisamos dos comboios deles.

Quando isso passa-se, chamavamos o Dom Nuno.

Quando precisassemos de ir à apanha da zeitona para a Espanha, chamavamos o Dom Sebastião.

Depois de passar a dor de costas, chamavamos o Dom João IV e assim por diante.

Somos mesmo nós|
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2018 às 23:55

É dos livros. Quanto mais se aproxima a meia-noite, mais a autoflagelação aumenta. Forte e feio.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2018 às 12:06

Deve ser, Pedro, dizem que existem cada mais adeptos do Marquês de Sade.

WW
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.09.2018 às 22:55

Que los hay, los hay...
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 17.09.2018 às 09:10

Porque é que os pés estão virados para fora? Uma pessoa normal tem os pés virados para a frente, e não a 45 graus.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2018 às 14:11

Ah caro Lavoura, mas D. Afonso Henriques era tudo menos uma pessoa normal...
Sem imagem de perfil

De Pedro a 17.09.2018 às 14:12

Penso que os monges de Shaolin os conseguem virar para trás

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D