Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estátuas dos nossos reis (171)

por Pedro Correia, em 13.02.19

682px-Jardim_Botânico_da_Ajuda_(escadaria_central

800px-Jardim_Botânico_da_Ajuda_(escadaria_central800px-Jardim_Botânico_da_Ajuda_(escadaria_central

 

D. João VI (1816-1826)

 

Autor: João José Aguiar

Ano da inauguração: 1805

Localização: Nicho na escadaria central do Jardim Botânico da Ajuda, em Lisboa


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Bea a 13.02.2019 às 17:22

Bom, o rei não era de famosa beleza, haver assim uma inspiração romana não está mal de todo. Ou seria o rei quando jovem a preparar-se para um baile de máscaras.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 13.02.2019 às 17:48

Rei (ainda príncipe regente, no caso) idealizado, ao modo de imperador romano, por inspiração neo-clássica.
D. João VI (ainda não aqui) foi, de qualquer modo, o primeiro monarca português a ser retratado, em tela e na pedra, tal como era na realidade.
Sem imagem de perfil

De Bea a 13.02.2019 às 20:57

. Pois folgo em saber que D. João VI foi o primeiro a querer-se tal como era; ou seria a moda dos tempos. Mas por vezes o manto diáfano da imaginação sobre a nudez crua da realidade tem o seu charme (alterando um bocadinho a frase do Eça).
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.02.2019 às 09:15

Pois, foi mesmo o primeiro a ser retratado tal como era. E esses retratos, como sabemos, não eram nada lisonjeiros.
E a sua neta D. Maria II foi a primeira monarca portuguesa a ser fotografada.
Sem imagem de perfil

De Bea a 14.02.2019 às 19:47

e era uma portuguesinha linda.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.02.2019 às 19:58

Era, sim, uma mulher muito bonita quando casou com D. Fernando II - que, sendo rei-consorte, foi um dos nossos melhores monarcas. Ao que parece, um dos raros casamentos felizes na secular história da monarquia portuguesa.
Sem imagem de perfil

De xico a 14.02.2019 às 22:41

D. João I fez um casamento de conveniência sem conhecer a noiva. No entanto, e apesar das facadinhas, sentiu muito a morte de Filipa de Lencastre. D. Fernando I fez um casamento por amor e D. Pedro V e D. Estefânia teriam sido felizes se tivessem consumado o casamento (ou talvez não). Quanto a D. Maria II parece que não deixava o Fernando um único minuto só. Morreu de tanto dar à luz. Fernando depressa se consolou com um cantora de ópera.
Sem imagem de perfil

De Bea a 15.02.2019 às 08:02

é verdade, também já li sobre isso. Esse rei consorte, foi, para D. Maria e os portugueses, uma sorte grande. Era de fino carácter e homem de cultura avançada, um espírito iluminado que ajudou Portugal a crescer a partir do interior.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D