Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Está a ser bonita a festa, pá

por Sérgio de Almeida Correia, em 19.08.16

Apesar do deputado Hélder Amaral estar "à espera de um “discurso mais empolgado” (eu também), ainda assim pode-se dizer que o brilho conferido pela presença do CDS/PP ao Congresso do MPLA está a ser um sucesso:

 

"Entre os convidados estavam também os bispo da Igreja Tocoísta, D. Afonso Nunes, profetiza Suzeth João, da Igreja Teosófica Espírita, Miraldina Jamba, da UNITA, e Quintino de Moreira, presidente da Aliança Patriótica Nacional, e membros do Corpo Diplomático acreditado em Angola.
Oriundos do estrangeiro estavam 21 convidados, em representação de partidos, com destaque para Domingos Simões Pereira, presidente do PAIGC, e o político português Paulo Portas. Representantes do Partido Comunista da China, Partido do Trabalho da Coreia do Norte, Frelimo, Partido Congolês do Trabalho, Swapo, PGD da Guiné Conacry, Partido Chama Cha Mapinduzi, da Tanzânia, PDP, do Botswana, delegações da RDC, do Partido Revolucionário da Etiópia, da União do Povo da Guiné Conacry, da Organização da Libertação da Palestina (OLP) também marcaram presença. De Portugal apenas o CDS/PP marcou presença na cerimónia de abertura. Até ao fecho desta edição eram aguardados os representantes do Partido Comunista Português, do Partido Social Democrata e do Partido Socialista
."

 

Lamentando o atraso dos restantes partidos portugueses à sessão de abertura do congresso, pese embora a mensagem que o PCP enviou, vê-se que o CDS-PP é o único partido português que continua a fazer "justiça aos retornados do Ultramar" e a pugnar "pela dignificação dos antigos Combatentes no Ultramar".

Espera-se, agora, que depois do congresso a camarada Assunção Cristas agende um bailarico no Caldas com a malta do kuduro e da kizomba, para que se proceda na ocasião ao pagamento das compensações devidas aos espoliados do Ultramar, o qual será feito, em resultado dos mais recentes esforços da diplomacia económica do partido, com o carregamento de t-shirts e bandeirinhas do MPLA que o camarada Amaral vai trazer de Angola. O discurso de abertura será feito pelo camarada Telmo Correia.

A luta continua. O reaccionário do Águalusa que se vá banhar no Cunene.


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 19.08.2016 às 09:30

as compensações devidas aos espoliados do Ultramar

Que disparate é esse?

Não houve espoliados. Houve pessoas que foram apanhadas no meio de uma guerra civil (entre o MPLA, a UNITA e a FPLA) e que tiveram que fugir deixando tudo para trás. Tal e qual como acontece noutras guerras civis, por exemplo atualmente na Síria. Perderam tudo, é verdade, mas não foram espoliados. Nem ninguém lhes deve compensações.
Imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 19.08.2016 às 11:43

Há moções aos congressos do CDS/PP e discursos de dirigentes a falarem nisso. Tens de lhes explicar o seu ponto de vista.
Imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 19.08.2016 às 11:44

"tem", e não "tens". Foi lapso de escrita.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 19.08.2016 às 09:32

o atraso dos restantes partidos portugueses à sessão de abertura do congresso, pese embora a mensagem que o PCP enviou

O PCP não se atrasou: o representante do PCP esteve no congresso e fez lá um discurso. Vi ontem na televisão, e é isso mesmo que o linque diz.
Imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 19.08.2016 às 11:49

É verdade, ele leu o "discurso", mas não este foi antes aprovado pelo "colectivo", como é regra?

E o representante do PCP esteve na cerimónia de abertura? Não é isso que relata o Jornal de Angola que diz claramente que só lá esteve o CDS-PP.
Sem imagem de perfil

De AntónioF a 19.08.2016 às 10:29

Quem diria, caro Sérgio, só bons amigos e boa companhia.

«Oriundos do estrangeiro estavam 21 convidados, (...) o político português Paulo Portas. Representantes do Partido Comunista da China, Partido do Trabalho da Coreia do Norte, (...) . De Portugal apenas o CDS/PP marcou presença na cerimónia de abertura. (...)»
Sem imagem de perfil

De am a 19.08.2016 às 11:36

Não sei porquê

O Paulo Portas cria inveja a muita "boa" gente!

Sem imagem de perfil

De Vento a 19.08.2016 às 16:03

"O MPLA é o POVO, o POVO é o MPLA". Por isto mesmo a economia está bastante povoada em Angola. Acontece que ao MPLA dá jeito uma nova colonização, a aos colonos internos e externos também.

A situação em Angola mudará com um movimento de cidadãos e com uma Unita renovada. Isto não está tão longe quanto parece. Mas não será fácil. Todavia, assistiremos ainda à ruína de muitas aves. Fiquem atentos.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D