Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Esse irresistível sentimento colectivo...

por Teresa Ribeiro, em 29.08.17

O caso dos livros da Porto Editora chamou mais uma vez a atenção para o fenómeno do pensamento de manada, que as redes sociais vieram instituir quase como pensamento único e a que desgraçadamente nem os profissionais da Comunicação Social escapam. 

Sempre que acontece uma história assim pergunto-me por que é que pessoas reconhecidamente inteligentes se deixam enredar tão facilmente, precipitando-se a replicar as opiniões que circulam. O mesmo acontece na política, onde encontro tantos que apesar de não terem interesses ou carreiras a defender nesse sector, não hesitam em apoiar acriticamente os líderes partidários da sua simpatia. 

E a resposta que encontro é sempre a mesma: Porque o pensamento independente priva-as de tudo o que é bom no pensamento "clubístico". Dessa componente lúdica não querem prescindir, nem mesmo em nome das causas mais nobres. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


22 comentários

Sem imagem de perfil

De V. a 29.08.2017 às 12:53

O pensamento independente priva-os é de emprego e de dinheiro para comprar um apartamento.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 29.08.2017 às 17:42

Esses, têm agenda. São os dos interesses. Mas e os que não têm nada a ganhar?
Sem imagem de perfil

De V. a 29.08.2017 às 18:18

Com pouca cultura e muito futebol, limitam-se a repetir chavões e superstições. E cada vez haverá mais estupidez (e pensamento de barricada) à solta dado que importam gente ainda pior dos outros continentes, decidida em conquistar o espaço dos europeus com a ajuda de alguns europeus.
Sem imagem de perfil

De Vento a 29.08.2017 às 12:58

Pois é, Teresinha. O problema reside no facto de só existirem pessoas inteligentes, que também associa a manhosice. A sociedade, em particular os "cientistas" ou "cérebros" que esta tendo vindo a parir, ainda não se deu conta que o caminho se faz para alcançar o extraordinário, isto é, para sair do ordinário, da vulgaridade, do que é comum.
A sociedade da vulgaridade, que continua a ser construída, conta também com esses e essas que nada mais são que um poucochinho mais inteligentes e que através da manipulação desses outros inteligentes lá vão construindo a sua agenda de posse, de poder.

A religião construída por estes e estas "cientistas" procura apagar os registos fundamentais da estrutura Humana. E a necessidade deste apagão parece-me que se situa entre dois extremos: a frustração e o poder. Como tal, é fenómeno catártico bastante pernicioso.
Quando não se é capaz de distinguir a história de vida individual, as suas frustrações, os seus complexos, os seus traumas, os seus insucessos, e a sua própria irrealização, em regra procura ver-se em todos os demais o objecto de todo esse fenómeno e ou condição.
E o que é grave em tudo isto reside no facto dos demais inteligentes, para parecer ser avançados civilizacionais, se transformam no combustível que acciona estes foguetes. E assim sendo, andam quase todos em órbita esquecendo que a Terra é o seu elemento.
Todavia, um dia faltará o combustível e estatelar-se-ão em solo pedregoso.
Sem imagem de perfil

De Jorg a 29.08.2017 às 19:02

"Todavia, um dia faltará o combustível e estatelar-se-ão em solo pedregoso" - epá, parece o Passos a falar do Diabo.
Ainda para mais isto tudo é por causa da austeridade, "ortodoxa" como oportunamente redefine hoje o Ministro (não Adjunto, e com pinta de pouco "Adjuntado") Santos Silva, e também porque o Passos Coelho todos os dias anda criticar os Bombeiros.
A emergência exorbitada, com tiques de patada, deste "pensamento de manada" no geringonço "tempo novo" é mera coincidência - no Governo anterior, e muito bem, "os profissionais da Comunicação Social " pouco caíam nestas agregações acolitadas a tias da Capital e a adjuntos ministros com aptidões de iniciados amanuenses. A austeridade, e consequente necessidade, talvez tenha aguçado engenho...e agora, no "tá-se bem" de prometidos rentismos futuros, pesquisa e investigação jornalistica ou quejandos, é bem abreviada nos "espiritos santos" d'orelha e display dos modernos "smart phones"....
Sem imagem de perfil

De Vento a 29.08.2017 às 23:23

Pois, quando for publicado o outro comentário, encontrará lá mais. Também reparei nessa do Augusto Santos Silva sobre a "austeridade ortodoxa". Só podia ser assim. Como já referi aqui por diversas vezes sobre a austeridade não ter mudado, este governo, PS-BE-PCP, que eu defendi e preconizei antes mesmo de existir, embala como a senhora da CIG em semânticas para dizer o que não pode negar, isto é, parece que é isto que quer dizer:
na realidade mantemos a austeridade, porque é Schauble que manda, mas a nossa não é ortodoxa, é moderna; não discriminatória, pois continuamos a manter 3 milhões de pobres. Somos nacionalistas, pois colocamos os clientes a pagar a CGD através de um bail in, pois se fossem os outros seria um bail out e pagariam todos, sendo contabilizado no défice. Mais ainda, reduzimos 178 milhões no pagamento dos juros, mas só por agora. Pois como queremos que a dívida continue a aumentar pagaremos lá mais para à frente para poder dizer que são os próximos que vierem que estão a fazer borrasca. Voltámos a pagar 800 milhões ao FMI, pois essa massa será compensada nos próximos empréstimos porque os juros serão mais baixos. Porém, como a dívida aumenta, vocês nem se dão conta do rebuçado que vos reservaremos.
Todos vocês sabem que sempre combatemos o défice preconizado pelos anteriores. Agora continuamos a combater o défice, mas com cativações. Sempre defendemos o investimento público, por isso consentimos que o público que deposita no Novo Banco passe a pagar mais comissões.
A economia cresceu, mas nós, para além das reversões, não fizemos nada por isso. Deixamos antes que a anterior política de dar dinheiro para gastar no mesmo seja feita pelos bancos. A culpa é destes tipos que só emprestam para carros e casas e mobílias, e para levar os bichinhos ao veterinário. As demais empresas, as que podem, estão a negociar créditos fora de Portugal. Nós somos modernos, abertos ao mundo. Ortodoxia não é connosco.

Meu caro Jorg, espero que o Seguro dê um passo em frente. Se não der, estes têm de ir dar uma volta ao bilhar grande, pois já ando farto de discursos sobre o rosa.
Sem imagem de perfil

De Vento a 29.08.2017 às 22:45

Agora o tema é segregação baseada em imagens e não em exercícios. Levaram 6 dias a manter uma adjectivação para aquilo que dizem ter resultado de uma consulta às redes sociais, talvez para apaziguar a ordem pública.
http://rr.sapo.pt/noticia/92145/comissao_para_a_igualdade_encontrou_varios_exemplos_de_segregacao_nos_manuais_para_meninos_e_meninas?utm_source=rss

Está aqui a razão da atitude que não deixa dúvidas:
http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2017-08-24-Nao-e-de-menor-importancia-o-tipo-de-imagens-que-transmitimos-as-nossas-criancas-1

E a CIG, que se presume a nova consciência da nação, entende que ao encontrar um acto "segregacionista" tem galões para substituir a ordem jurídica existente, isto é, os tribunais. A arbitrariedade não é o apanágio de uma democracia, ainda que se saiba que se usam as democracias para decisões arbitrárias.
Terá a CIG pensado em nomear uma comissão arbitral independente para dirimir estas questões?
Vejam bem que até as mulheres antes (não se sabe bem o que é antes) precisavam pedir ao marido para trabalhar. Tenho, entre outras, uma familiar que nunca precisou de um documento do marido para autorizá-la a dar aulas em 1969/70.
O discurso desta senhora é impregnado de clichés; e nem ela sabe o que diz sobre muitas matérias.
Por último, as meninas e os meninos, mesmo incentivados, não fazem as tarefas em casa. Até as da escola, em regra, fazem obrigados. E se as mulheres trabalham mais em casa, a ser verdade, parem com isso. Não são obrigadas a nada.
O problema da senhora é não se chegar a lugares de topo. Maria de Lurdes Pintasilgo parece ter sido um homem. E outras mulheres que conheço que estiveram nos mais diversos lugares de topo, em empresas privadas e públicas, também parece ter sido ou serem homens.
O problema é que essas mulheres do "antes" que conheço alcançaram as suas posições por mérito, e muitas hoje querem isso por decreto.
Muitas não alcançaram outros objectivos porque, tal como os homens, tinham de trabalhar no duro desde crianças. E estas senhoras vêm com conversa do género somente para fazer género.
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 29.08.2017 às 14:12

Não, cara Teresa!! Melhor fora que assim fosse, acriticamente! Mas não. Empenham dedo e anel de consciência verdadeira!! Esperneiam enfurecidos. E mesmo não sendo a bola deles, ninguém há-de jogar!!
Sem imagem de perfil

De Zeus a 29.08.2017 às 14:40

Não é um Fenómeno Natural de pensamento em manada, é apenas um processo que está a ser utilizado e que fascistas, socialistas e comunistas usaram eficazmente para implementar as suas ideologias, só que, desta vez, vai ser irreversível porque, este cardápio mais que velho, está a ser usado a nível Global, por uma elite que, vai acabar por centralizar e controlar tudo, através de meia dúzia de Corporações.
Centralizar o dinheiro foi a 1ª Fase, temos agora em pleno funcionamento várias Instituições que pertencem aos mesmos (não vou repeti-las pois já as referi noutros comentários), por exemplo, fazem parte FED e BCE, Bancos Privados que transformam Bancos Centrais de Países, em suas sucursais mas, querem mais do que dinheiro e bens reais, querem Poder Absoluto, tal como sonhou Hitler, Estaline ou Mao. Digamos que é o mesmo veneno embrulhado numa nova embalagem.

Para dominar, para além do dinheiro, precisam de uma guerra cultural. Esta guerra, mais do tipo guerrilhas culturais, acabam por destruir a sociedade por dentro, minando-a no seu âmago mais profundo, dissolvendo-a através de um ataque ideológico feroz à família natural e tudo o que sejam Valores culturais ou de Consciência Moral individual. O “casamento” gay, o aborto livre que todos somos obrigados a pagar, como pagar todo o tipo de escolhas minoritárias que não acrescentam nada à sociedade, apenas despesa, o divórcio simplex, invenção de 31 géneros, virar mulheres contra homens, voltar a acirrar a divisão por cores de pele, Tudo o que sirva para provocar, despertar ou aumentar agressividade ou reação agressiva, se insere nesta estratégia que os marxistas conhecem tão bem mas, tão ofuscados com a sua ideologia, nem sequer reparam quem verdadeiramente andam a servir.
Se não sabem eu vou repetir, servem aqueles 8 que têm uma riqueza equivalente à de 3,6 biliões de pessoas e que fazem parte da minoria que já possui 3/4 de tudo o que tem valor Real neste Planeta.

Amalgamar as culturas europeias, inserindo à força outras culturas, onde basta olhar para a maioria de homens entre os 15 e os 35 anos, para ver as más intenções que estão subjacentes a esta entrada, bem mais fácil do que tentar transpor fronteiras com um animal de estimação porque precisam destas guerrilhas culturais, de caos e de medo (real e fictício, do fictício basta ver o poste sobre o medo da Coreia do Norte, onde as guerras sempre serviram para controlar mas, nuclear? Essa seria muito má para o negócio das Corporações).

O fenómeno não é só português, desta vez, têm o controle do dinheiro para dominar o Mundo mas, para isso, é preciso destruir para nos nivelar, a todos, através do pensamento de manada e, por favor, não me diga que com esta globalização a todo o vapor, ainda acredita em mídia independente.

Outro poste fala de não nos amarmos... ora porque será?
Em comentários tenho de me limitar ao espaço, por isso deixo vídeos mas, este de 2014, hoje, pode ser melhor entendido, quando no ocidente introduzem o pensamento de manada mas, por exemplo, na Índia, estão a digitalizar íris, no caso de quem não saiba escrever, para cumprir a norma do World Bank que quer todos os cidadãos do Planeta identificados (para servir Quem?).
Já agora, ainda não perceberam aquela de dar subsídios à raça cigana com a contrapartida de porem os filhos na escola?
Com dinheiro, estão a introduzi-los no Sistema Corporativo, o único sítio onde, verdadeiramente, conseguem controlar e, de onde nunca conseguiremos sair, senão através de uma maioria real. De Pessoas a terrenos, tudo Registado, aos escravos arrendatários.

https://www.youtube.com/watch?v=iOeT5yyZ2Hs
You Walk In Two Realities

Acabar com género feminino e masculino, um "it" (coisa) ou 31 géneros parece absurdo?
Com triliões podem pagar todos os absurdos mas, ninguém ou poucos conseguem ver que "o rei vai nu", há sempre ovelhas para quem tudo é Normal, prontinhas a atacar outras ovelhas que mostrem alguma sanidade mental, onde o dinheiro compra ou manipula e nem depende do preço porque dinheiro impresso do ar não lhes falta. À Humanidade só resta, por enquanto, Consciência Moral e Livre Arbítrio porque, só em conjunto, nos podemos salvar ou aceitar a subjugação total e eterna.

https://www.youtube.com/watch?v=yA8fgaBSDUw
Europe is finished.Nothing can save it now
Sem imagem de perfil

De glu glu a 29.08.2017 às 18:29

você vê lúcifer em todo o lado, como se a Humanidade fosse apascentada por um reduzido número de indivíduos com uma agenda comum de submissão. o sistema é distribuído. não temos um monarca absolutista. temos inúmeros caciques feudais. e mesmo esses são sistemas distribuídos com objectivos contraditórios, porque individuais. se o arbítrio fosse mesmo livre não teríamos manadas.
mas não deixa de ser vagamente divertido.
Sem imagem de perfil

De Zeus a 30.08.2017 às 00:07

Mais divertida, se não fosse trágica, é a sua completa ignorância de como o Sistema funciona.

Pessoalmente, há anos que tento viver conscientemente e, diariamente, tento aprender e conhecer tudo sobre o Mundo onde vivo, como também sei aquilo que tenho de melhorar a nível pessoal e, no meu caso, ser paciente tem sido o meu "calcanhar de Aquiles" e, quando penso que estou quase a atingir o meu objectivo, tentando explicar de mil maneiras, pelo menos, o mais óbvio, perdendo tempo precioso que poderia utilizar em algo mais proveitoso a nível pessoal, aparece um peru ou glu glu idiota, só para me provar que ainda estou longe da meta que estabeleci porque, ignorância depois de explicar coisas óbvias, confesso, ainda me faz perder a paciência.
Se você quer acreditar no pai natal ou em histórias da carochinha que lhe façam bom proveito porque, o que você pensa é problema seu, não tem nada a ver comigo, nem preciso do seu Amém porque sei do que estou a falar.

"se o arbítrio fosse mesmo livre não teríamos manadas"
Temos manadas, precisamente, por não exercerem esse livre arbítrio que muitos nem sequer imaginam ter.
Por aqui se vê que nem sequer viu o 1º vídeo e, se pensa que lho vou explicar ou fazer traduções, "tire o cavalinho da chuva" porque, não lhe quero vender nada nem tenho paciência para pré-mastigar informação, ela é dada e, cada um que é crescidinho vá tentar saber mais sobre o assunto.

Há cada vez mais Instituições, a consumir milhões, para acabar com guerras e fome mas, exponencialmente, o Mundo vai indo de mal a pior, a muitos níveis e, quem estiver no ponto de querer entender o porquê, tal como, há anos, se passou comigo, basta alguém dar uma peça do puzzle para depois poder descobrir sozinho o que, verdadeiramente, impede que o Mundo melhore.
Você, nem sequer percebe que faz parte da manada e quem ousa falar de como sair da manada, você ainda pensa "ser vagamente divertido".
Comece por investigar coisas simples, por exemplo:
Como é criado o dinheiro?
Quem se aproveitou do "fiat money" que passou a não ser lastreado a nenhum metal (ouro, prata)?
Comece por qualquer lado e deixe de atacar precisamente quem quer acordar gente que se limita a seguir a manada.

A sua melhor do dia:
"o sistema é distribuído"
Com 8 a possuir a mesma riqueza que 3,6 biliões de pessoas, uma minoria já ter três quartos de tudo o que tem valor real neste Planeta e, você, para sobreviver, tem de pagar tudo com imposto, incluindo no "tecto" ou imposto nas batatas e nos feijões, coisa que nem no tempo da outra Ditadura tinham lata em cobrar, não há dúvida que "está tudo cada vez mais distribuído" e você tem a lavagem cerebral concluída.
Sem imagem de perfil

De glu glu a 30.08.2017 às 00:45

não vejo os "seus" vídeos nem concordo com os chavões que repete comentário após comentário.
e já reparei que (na menos insultuosa das situações) apelida repetidamente de "ignorante/idiota" quem discorda da sua visão simplista do mundo, retirada de séries televisivas de duvidosa qualidade.
sim, o sistema privilegia a acumulação de riqueza porque prolifera a corrupção, como é tão óbvio que até custa afirmar.
não, o sistema não é mantido por um grupo com controlo absoluto sobre a sociedade.
leia qualquer coisa sobre rizomas, só para variar dessas já gastas teorias da conspiração.
Sem imagem de perfil

De Zeus a 30.08.2017 às 11:11

Se não vê os vídeos muito menos deve ler PDF's ou outro tipo de documentação.
Não concorda, problema seu porque Factos são Factos e como ingenuidade e ignorância têm cura, só é insulto quem continua a apaparicar mentiras e utopias, bem conhecidos como lambe-botas.

Se há corrupção é precisamente culpa do Sistema, dar demasiados poderes a grupinhos, até direitos que ninguém tem ou você pode ir roubar os seus vizinhos ou, pela força, obrigá-los a fazer o que não querem?
No entanto, basta pô-los no poleiro, escrevinharem umas letras no papel para poderem fazer aquilo que todos os outros não podem. Onde há Poder há Corrupção, quanto menos Poder menos Corrupção.

"o sistema não é mantido por um grupo com controlo absoluto sobre a sociedade"

Você é daqueles que se a Verdade não encaixar na sua Percepção distorcida dos Factos, não é Verdade mas, se países endividados têm de obedecer a ordens externas e eurodeputados Não Podem Propor Nem Vetar Leis, quem verdadeiramente manda não é eleito por ninguém e, isto, é um Facto.

"quem discorda da sua visão simplista do mundo, retirada de séries televisivas de duvidosa qualidade"

Simplista?
Isto deve ser para rir, se fosse simples você já tinha percebido que está a ser enrolado e manipulado mas, vira-se precisamente para quem lhe mostra que nada é aquilo que parece ser.
Não vejo televisão e você devia fazer o mesmo, dão programas para programar gente como você.

Teorias da Conspiração, repete precisamente palavras que foram criadas por aqueles que o querem afastar daquilo que não convém que saiba e, até aproveitam para misturar falsas teorias para reforçar a mentira.

Quanto a rizomas, você é um belo rizoma, não vê nada, não lê nada e gosta de viver enterradinho na horizontal, no subterrâneo escuro da ignorância.

Não gosta dos meus chavões, é natural que não goste porque "há pessoas que não gostam de ouvir a verdade porque não querem ver as suas ilusões destruídas" e, nem lhe vou dizer de quem é este chavão.

Muita conversa mas, contra-argumentar contra factos, foge tipo enguia, passa do "o sistema é distribuído" para o não gostar dos meus chavões, pois se não gosta, coma quirera de milho geneticamente modificado, verduras picadas criadas com bastantes químicos e continue a viver na sua gaiola mental porque os que, realmente, controlam o Sistema, adoram glu glus e patos.
Sem imagem de perfil

De glu glu a 30.08.2017 às 14:07

aprecio essencialmente a “inteligência“ da sua agressividade, e o seu talento para interpretar os meus sucintos comentários. por aqui se observa o motivo que o leva a valorizar os seus pdf da verdade.
é sempre inesperado testar os limites dos teóricos da conspiração universal. não se preocupe. eu, sem saber, provavelmente sou uma torradeira falante ao serviço do Sistema.
deve haver um vídeo no youtube sobre isso. procure João+Marques+Ministerio+Torradeira, uma vez que parece sentir-se tão ofendido pelas opiniões quanto pelo "glu glu", caro Zeus.

rizoma não foi um insulto. percebo que tudo lhe pareça um insulto. era um exemplo. mas ambos compreendemos que o meu caro não é capaz de imaginar um modelo social diferente daquele que encaixou, aquele que lhe explica todas as frustações.
é verdade, eu é que estou programado, ou desligado, ou lá o que o torne mais feliz, imerso na "sua verdade".
Sem imagem de perfil

De glu glu a 30.08.2017 às 22:52

finalmente, uma resposta sucinta. embora o símbolo escolhido seja infeliz no âmbito do seu argumentário - aquele dos gentios adormecidos no antro de lúcifer.
Sem imagem de perfil

De Zeus a 31.08.2017 às 08:02

Sem imagem de perfil

De rão arques a 29.08.2017 às 14:47

As redes sociais é que pagam as misérias que oficialmente nos querem impingir.
Sem imagem de perfil

De glu glu a 29.08.2017 às 15:02

atavismo remanescente de uma atabalhoada selecção natural. a manada é mais segura. a linguagem é utilizada para vencer discussões. o circo em que se tornou a AR demonstra-o - oratória sobrepujando pensamento lógico.
Sem imagem de perfil

De JgMenos a 29.08.2017 às 16:41

Dados por falhados os automatismos associados aos modelos marxistas, os 'inteligentes' trataram de se libertar das suas responsabilidades nesse desastroso processo culpando a base de que se partira - nada menos que uma civilização construída ao longo de milénios.

E vale tudo: negar a ciência; inventar verdades sem prova feita; e sobretudo ruído, ruído e agressão.

É o que temos, e que do espaço público subiu à governação.
Uma choldra!
Sem imagem de perfil

De Jo a 29.08.2017 às 20:32

É sempre bom ver alguém a seguir na manada dos que clamam contra as manadas.
Faz bem porque convém ir sempre na manada maior.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D