Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Enganos académicos

por João Campos, em 25.07.19

Tem sido interessante ler algumas defesas de Boris Johnson - sobretudo à direita, mas também uma ou outra à esquerda - por ele ser um "intelectual", um "académico", formado "em Balliol" (Oxford, vá), estudioso dos clássicos latinos e helénicos. A propósito disto ocorrem-me duas coisas mais ou menos óbvias. A primeira, que comparar o currículo universitário do novo primeiro-ministro britânico à mediocridade académica da nossa classe política não significará grande coisa - perante a "licenciatura" de Sócrates, o "currículo" de Passos Coelho ou o "português falado" de António Costa,  qualquer licenciado com um curso (qualquer curso) concluído com média de 12 nos quatro (três? cinco?) anos regulamentares que saiba a diferença entre um sujeito e um predicado parecerá um prodígio. E a segunda, quase tão evidente como a primeira, que um bom aluno não é necessariamente um bom profissional, seja na sua área de estudo ou em alguma outra. Dito de outra forma: Johnson até poderá ser um intelectual de primeira água (não faço ideia se o será), mas isso, por si só, será insuficiente para que seja um bom primeiro-ministro, ou até um primeiro ministro razoável. É um pouco como um fato de três peças: ao vesti-lo, um grunho até poderá parecer elegante, mas nunca deixará de ser um grunho. E, convenhamos: de grunhos licenciados e bem vestidos está este mundo cheio.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De JPT a 25.07.2019 às 10:13

Detalhes, de facto: Eton e Balliol, ter sido presidente da Oxford Union, os 10 anos como correspondente e "chief editor" do Telegraph e do Spectator, os livros publicados (que não são autobiografias, nem auto-ajuda), os 10 anos como deputado, os 8 anos como Mayor de Londres. Um "grunho licenciado", enfim. Sigamos, sim, a Greta, com o seu 9.º ano por acabar, e a sua declarada panóplia de (respeitáveis) problemas de saúde mental - suponho que uma "sábia sem escolaridade". Faz-me pensar porque é que damos emprego a tantos professores.
Imagem de perfil

De João Campos a 25.07.2019 às 10:34

Alhos e bugalhos, JPT.

Não questiono o currículo de Johnson, apenas a defesa por ser "intelectual". O que não faltou (falta) neste mundo é intelectuais a defender o indefensável.
Sem imagem de perfil

De JPT a 25.07.2019 às 10:46

Caso se refira ao Brexit (que eu, que não sou britânico, acho um erro grave), é de tal modo "defensável" que mais de metade dos britânicos o defendeu. Sendo, tendencialmente, de direita, concordo entusiasticamente "que o que não faltou (falta) neste mundo é intelectuais a defender o indefensável". Basta ver a quantidade de marxistas que, nas suas várias "iterações", entopem as nossas faculdades de ciências sociais, e escorrem daí para as redacções e/ou para o BE. Parece-me mal é desqualificarem-nos como ignorantes, malucos e palhaços, que é o que tenho ouvido acerca do Sr. Johnson. Limitemo-nos a discordar deles.
Imagem de perfil

De João Campos a 25.07.2019 às 13:26

Estava a pensar em abstracto, e não no Brexit (que considero um disparate). No resto, estamos de acordo.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D