Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Em verdade vos digo

por João Villalobos, em 29.01.18

Esta é uma posição politicamente legítima. Qualquer pessoa é inocente até provado o contrário em julgamento. Poderia ter sido tomada antes de uma série de membros do Governo serem obrigados a sair, lá isso podia. Não o foi. Há pelos vistos governantes de primeira e governantes de segunda. Ou alguns que contam com "toda a confiança" do PM e outros que não. Ou então mais vale mudar a postura discursiva, antes que este Governo atinja números nunca vistos de demissionários por razões processuais. Desde que as agências de rating se estejam nas tintas, eu também estou. As verdades são para serem ditas.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De V. a 29.01.2018 às 20:29

Culpado de pertencer a um clube de batoteiros é de certeza.
Sem imagem de perfil

De Jorg a 29.01.2018 às 20:31

Com aquilo que se sabe - cravanço de bilhetes para a bola no camarote presidencial que coincidem temporalmente com uma isenção de IMI decidido a nível autarquico/direcção geral(?) do ministério, ainda que com "empurrão" dessa figurinha que é presidente de clube da bola e ex-rei do ramo pneumático - também acho que se deve manter o "Ronaldo do Ecofin" politicamente 'alive and kicking'!
O governante tem, no seu comportamento politico, as suas singularidades - induziu "erros de percepção mutua",
cultiva (acessorado pelo seu Secreta Félix) contínuas "ronhas" de um ajuste de contas contra o presidente do BdP,
na gestão das contas públicas vale-se, á imagem do seu chefe na governação, de habilidades, como o martelar de estatisticas ou as "cativações" á moda do antigo professor de Coimbra e oriundo de Santa Comba e
passeia nos foruns europeus um "sucesso" de recuperação de bancarrota onde ignora o esforço e "trabalho de sapa" de quem o antecedeu

Deverá ser por estas farsolas que terá de, politicamente, prestar contas.

Um 'spin-off' desta trapalhada de cravanço de poltronas naquele estádio é que eventualmente as maltosas da politica vão passar a ter mais cuidado em se passearem e e acomodarem ao lado da pneumática majestades de futebois de clubes sitos nos bordos de auto-estradas das periferias da Capital.
Imagem de perfil

De Manuel a 29.01.2018 às 21:33

Já há muito que o PS e o SLB andam como que dois velhos amantes e adulteros (da moral e dos bons costumes) que já perderam quase toda a vergonha, portanto é natural que troquem ofertas e carícias em público.
O PS deve estar feliz da vida com todo este mediatismo em torno deste caso amoroso com o maior clube de Portugal.
Resta lembrar que os adeptos benfiquistas também podem votar, basta para isso que lhes digam de que partido é o Benfica.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Policarpo a 30.01.2018 às 16:39

O que me parece espantoso, é que toda a gente ache normal o ministro das finanças pedir a um club de futeból dois bilhetes para ir ver a bola. Não está em causa o valor dos bilhetes, ou sequer as razões porque ele achou que estava mais seguro ao lado do presidente do Benfica do que na bancada ao lado dos adeptos.
O que está em causa são condutas que quem está no lugar que ele ocupa, tem de preservar.
Seja que ministro for, e o das finanças por maioria de razão, não podem pedir favores a ninguém seja para ir à bola, ao cinema ou ao circo. Não perceber isto, é não ter condições para ocupar o cargo que ocupa, mesmo que se ache muito competente.
Não sei o que levou o MP a fazer buscas no gabinete do Centeno, mas não acredito que tenham a ver com a questão dos bilhetes. Mas se for o caso, então este país bateu mesmo no fundo.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D