Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Elegância

por Sérgio de Almeida Correia, em 31.10.19

21598022_29hiA[1].jpg

 

O futebol português é cada vez menos notícia pelas boas razões. E até passaria despercebido, de tão mau que é a nível interno, não fossem os seus actores, os que actuam dentro mas também os que andam pelos balneários e pelas televisões, apostarem em dar nas vistas.

Compreende-se que alguns tendo o tamanho da Betesga acreditem possuir um ego maior do que o Rossio, mas ainda assim há limites que não deviam ser ultrapassados.

O treinador do F.C. Porto até podia ter toda a razão contra a arbitragem do jogo com o Marítimo, o que eu duvido porque já se tornou habitual só se queixar dela e do anti-jogo quando perde pontos; só que as  suas declarações deviam levar a uma tomada de posição da Liga de Clubes e dos adeptos.

A linguagem de carroceiro e o estilo azeiteiro do fulano não constituem nada de novo. Os presidentes de alguns clubes, incluindo do meu, por vezes também se esforçam bastante. Mas o à-vontade com que o treinador do FCP o faz regularmente envergonha muita gente honrada e educada adepta do clube do Norte.

Sei que não é caso único, e em Macau também temos quem, sendo mais velho e com muito mais responsabilidades sociais e profissionais, teime em se colocar no mesmo patamar de cada vez que lhe colocam um microfone à frente.

Desconheço se será um novo padrão. Sinal de mau gosto é com toda a certeza. E será sempre um mau exemplo para um desporto que tem milhões de apaixonados, muitos deles crianças, em todo o mundo. Bem podem falar de fair play, de respeito, do futebol como escola de virtudes. O que ultimamente se vê é apenas disto.

A forma como depois alguns alunos e os seus pais falam com os professores e se comportam nas escolas, ou a linguagem que se ouve dentro dos autocarros, entre os miúdos que vão ou vêm das aulas, é apenas um reflexo do que disse o treinador do FCP alto e bom som. A frase mereceu acolhimento na primeira página do mais lido jornal desportivo português.

Por esta e outras é que o futebol se assume cada vez mais como um desporto destinado a gente ordinária, trapaceiros e arruaceiros. E isto é triste.


46 comentários

Perfil Facebook

De Antonio Maria Lamas a 31.10.2019 às 09:37

Se sair do FCP, sempre se pode candidatar a Presidente da A.R.
Já tem currículo
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 19:30

Hora nem mais...
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 31.10.2019 às 09:47

O Sergio C apenas citou a 2ª figura do Estado. Ainda teremos Conceição no hemiciclo.
Curiosas capas, um órgão de CS foi barrado na Luz, não vejo grande alarido. O corporativismo tem perna longa, mas não o suficiente para algumas barreiras.
Perfil Facebook

De Ricardo Abreu a 31.10.2019 às 12:01

Se o JN foi barrado na Luz por causa disto: https://bancada.pt/futebol/video/jornalista-do-jn-confronta-jesus-com-campeonato-dos-padres-roubado-ao-sporting

Será de lamentar, mas um jornalista dar-se a este comportamento... Não há leis, ética ou limites no futebol português.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 16:22

Pois. Mas então, o SCP também tem todo o direito de barrar os jornalistas da Antena 1, porque a Rueff, no boneco do " taxista Zé Manuel " insulta, todas as segundas feiras, no programa da manhã, escondendo-se num presumível humor, a Instituição SCP e seus adeptos.
Perfil Facebook

De Jaime Menezes a 31.10.2019 às 17:15

Barrar seja quem for ou o que for, desde que não haja ordinarices e insultos que acontecem com os doentios fanáticos irracionais, é impróprio de uma sociedade democrática. Agora, a aceitação das diatribes de benfiquismo patológico de Maria Rueff, uma excelente atriz, que prejudica a sua qualidade artística, com as graçolas primárias e ofensivas, é inadmissível, como é o silêncio cúmplice da direcção da RTP/RDP
Perfil Facebook

De Ricardo Abreu a 31.10.2019 às 17:55

Não pretendo levar a discussão para as caixas de comentários dos blogs dos "futebóis", apenas pretendia de referir o ponto a que "isto" chegou, com o jornalista do JN a ter uma abordagem completamente despropositada. Não quero em crer que o JN o tenha enviado ao Brasil para isto...

Obviamente não é desculpa para o comportamento do Benfica, como tem vindo a ser notório, os clubes estão-se "cag#$%o" para a lei.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 19:41

É pá,não sejas Inácio...
Sem imagem de perfil

De o cunhado do acutilante a 31.10.2019 às 12:42

É muito diferente; nem sequer há comparabilidade.
Tenho e todos têm o direito de vetar o acesso às suas casas de visitas indesejáveis sem utilizar retórica de carroceiro.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 14:05

Sabe a razão de tal barragem ?...se sabe...comente.
Uma coisa é certa ...com um determinado clube, jornalista desse jornal que aparecesse ...era agredido
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 31.10.2019 às 17:31

Afinal essa coisa da "liberdade de imprensa" pode ser cancelada. Basta haver "razões".
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.10.2019 às 11:31

Estás cheio de razão, Sérgio. Infelizmente.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 11:50

Muito bem escrito, 100% de acordo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 12:18

Que saudades dos tempos áureos do guarda Abel, não haviam redes sociais e os jornalistas desalinhados eram encostados á parede.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 14:20

Peço desculpa ...encostados à parede, não ...agredidos, sim ...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 19:24

Todos sabemos como era, não precisas de explicar!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 12:26

Pois é, não se pode ser genuíno; seria mais aconselhável dizer "estou-me a borrifar" porque fica mais bonito. O raio me parta se tens razão jornalista tendencioso, mau profissional. O calão é a linguagem do povo. Aceita as coisas como são. Cheirou-te mal? Ficaste envergonhado? Olha, fala dos presidentes que apertam os pescoços aos sócios. Seria mais interessante
Sem imagem de perfil

De o cunhado do acutilante a 31.10.2019 às 12:59

O calão é a linguagem do povo?! Qual povo?
O seu povo, quereria o caro ter dito, seguramente. Porque de resto nem todo o povo prela na tasca.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 14:32

E porque não, falar dos Presidentes generosos que recheiam uns envelopes com uns quinhentinhos de contos e oferecem umas pequenas charmosas, prontas para tudo o que der e vier ?...Ou ...quiçá ...porque não ?...Umas férias góstósas com tudo incluído, em terras de Vera Cruz ?...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 12:41

O gesto de obrar do Sérgio é distinto e inaceitável quando o faz em público, os seus dejetos confundem-se com os conteúdos das redes sociais...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 14:18

Tem razão.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 14:21

O Sergio Conceição está a cagar-se para os insultos de que foi, é e será alvo.
Já o presidente da A.R. está a cagar-se para o segredo de justiça.
Dizem que o exemplo vem de cima...

WW
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 17:10

Ora aí está. O exemplo sou eu, o que está em cima. E estou-me a cagar para todo o mundo.
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 31.10.2019 às 22:30

Caro anónimo,
Uma coisa é "obrar" em privado, o actual presidente da assembleia da república, não sabia que estava a ser escutado, outra coisa é "obrar" publicamente, numa conferência de imprensa.
A esfera do privado, na minha casa posso andar nu (o tal macaco nu de Morris) mas se for assessor de uma deputada na assembleia da república não vou nu, nem de saia.
Enfim, há quem insista em não perceber a diferença.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.11.2019 às 07:30

Como diz o nosso 1º , nem à mesa do café se pode esquecer aquilo que somos e / ou representamos, pelo menos é o que ele diz em público...

WW
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2019 às 14:28

Lamento a má educação ...mas vindo de quem vem, acho perfeitamente normal. Mas não deixo de dizer que me dá um gozo especial, ver a azia deste individuo, algo que desejo continuar a ver e se possível, com mais frequência ainda.

Comentar post


Pág. 1/3



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D