Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E vão seis

por Sérgio de Almeida Correia, em 13.01.17

"He started his career at Goldman Sachs and is the sixth person with Goldman roots to join the White House."

Para quem queria ir contra o establishment não está nada mau. Mais uns dias e temos a White House & Sachs Inc. 

 

Tags:


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Levanta-te Lenin a 13.01.2017 às 10:15

Ainda me lembro dos incontáveis comentários laudatórios sobre Trump, aqui no Delito de Opinião (Luís Naves, Luckyluck, V,etc).

Trump, esse revolucionário que iria mudar o sistema. Mas pergunto-me como pode um homem, a quem esse sistema deu tudo (inclusive lhe ter possibilitado recuperar da falência), prometer que o vai mudar? Só por ignorância poderíamos nele acreditar.

Estão lá todos. Os do sistema. Os que fizeram a America Great. Armas (politica externa da ameaça de Trump), Petroil (não existe aquecimento global) e Banqueiros (os mesmos da crise de 2008).

(Ahhhhh...riso e não engasgo. Engasgo é aaaahhaaaauioooytr )
Sem imagem de perfil

De isa a 13.01.2017 às 20:55

Diz o povo (ou dizia, antes de tanta lavagem cerebral) -Muito Riso Pouco Siso- e, pelo que vejo, será melhor explicar que Siso, não é nenhum dente molar, daqueles que surgem entre os 17 e os 21 anos mas, Siso sinónimo de Juízo: "bom senso, tino ou de uma boa capacidade de análise"
Se soubesse a ignorância que está a mostrar, com tantas "certezas", ainda ficava engasgado para o resto da vida
Sem imagem de perfil

De Almocei cachaço a 14.01.2017 às 12:28

Os ignorantes são sempre atrevidos, sempre dispostos a ensinar quando ninguém lhes perguntou um chavo. Ganhe uma vida, ou um terapeuta.
Sem imagem de perfil

De isa a 13.01.2017 às 11:40

Nesta altura, é cedo demais para tirar conclusões porque, além de ele não ir receber ordenado de Presidente, certamente que não quererá levar um tiro ou pôr a família em risco. Não deve saber, se ele for "real" que tipo de gente ele terá de fazer frente. J F Kennedy já tinha começado a fazer circular moedas (em prata), fazendo concorrência ao FED (Banco Privado, da mesma elite a que pertence o BCE) e que, mesmo antes, de sairem mais para circulação, acabou morto, também não deve saber que Ronald Reagan, depois de ter sobrevivido ao tiro voltou imediatamente ao "programa", sem levantar mais ondas e, muito menos, dizer o que não devia e há mais mas, em comentários é difícil dizer tudo o que, cada um, deve tentar saber por conta própria.

Neste momento, a única coisa que irá acontecer (se tudo correr bem até dia 20) é uma luta, no Topo, entre Globalistas e os que querem manter os seus países soberanos e, os EUA, são a última barreira. Já estava programada outra "União" (Canadá, México, EUA) e, "coincidência", com uma só moeda.

Claro que, quem tem mais triliões e, o poder total sobre a Criação do dinheiro e a sua distribuição, também controla 90% da informação que vem a público, portanto, mesmo que Trump seja real, não é um super-homem e, apesar de usar, sempre, colete à prova de bala, aqueles que não vão querer perder o seu Poder, estarão dispostos a tudo, especialmente se, no final, ele conseguir o apoio do povo americano, esquecendo aquelas florzinhas de estufa histéricas que, mal habituadas à responsabilidade individual e que nunca souberam o que é dificuldades, muito menos conseguem pensar com a sua própria cabeça, só saberão repetir o que sai da boca dos seus ídolos de pés de barro, muito bem pagos, por quem quer um Poder Total e Absoluto num Mundo de, simples, seguidores.

Se a recontagem de votos não deu em nada, não pense que vão ficar "sossegadinhos" e de braços cruzados, aquela da Rússia controlar as eleições, antes de Obama saber quem iria ganhar, explicou bem (eu vi e ouvi esse discurso) que seria impossível porque os sistemas não estavam ligados ao exterior de cada Estado, depois, diz outra coisa e espera que resulte, desde que a imprensa "tradicional" o repita até à exaustão. Só se esqueceram é que, aqueles americanos (a maioria, fora das zonas mais manipuladas e, independentes da "maminha" do Estado), mesmo vivendo em zonas rurais ou remotas, já não "comem" tudo... têm net.

De qualquer modo, apesar de eu não concordar a 100% porque pessoas que pensem nunca conseguirão concordar em tudo, deixo um vídeo que até saiu antes de se saber quem seria o vencedor.
https://www.youtube.com/watch?v=q6xHGXByHhQ&t=2s
Trump Must Follow Putin!
Sem imagem de perfil

De Vento a 13.01.2017 às 15:31

Não sei qual a intenção e como Trump pretende regular o sector financeiro. Também não sei o hipotético trabalho de Scaramucci na Casa Branca.

No entanto gostaria de trazer para aqui um pouco da história económica nos EUA.
Após o crash bolsista (1929), mais concretamente em 1934, Franklin Delano Roosevelt nomeou um dos maiores especuladores na actividade bolsista e financeira como o CEO da Comissão de Segurança e Câmbio. Este órgão era o regulador da actividade financeira de então.
A pessoa nomeada levava o nome de Joseph F. Kennedy, o patriarca do clã Kennedy, também ele dedicado a outros negócios, incluindo o dos "licores", e que se tornou mais tarde (muito antes da nomeação por parte de Roosevelt), por influência do filho de Roosevelt, também o importador de whisky para os EUA, quando ainda era proibido.

Vem isto a propósito para referir que pode parecer estranho e antagónico nomear uma raposa para guardar o galinheiro. Porém, na prática resultou.
E resultou pelo seguinte:
Quando alguém adquire o poder, neste caso o poder monetário (não importa para o caso a forma como o tenha adquirido), o próximo passo é adquirir o respeito e admiração. E foi precisamente nesta função e com esta, entre outras, intenções que o patriarca fez um bom trabalho na regulação do sistema após o crash.

Pretendo com isto ressalvar que por vezes o conceito de puro e impuro, e a rendição fundamentalista a este conceito, pode deixar o suposto puro conspurcado e o impuro sem possibilidade de se redimir.
Sem imagem de perfil

De Lucas a 13.01.2017 às 19:56

"Vem isto a propósito para referir que pode parecer estranho e antagónico nomear uma raposa para guardar o galinheiro"

Não se pode servir a Ética e o Dinheiro (Deus e Mamon)
Sem imagem de perfil

De isa a 14.01.2017 às 10:54

Se, no dia 13, tentei explicar à minha maneira, no dia 14 encontro uma explicação muito melhor e mais completa do que a minha e, talvez, quem sabe, consiga melhores resultados e se possa sair da ignorância e, de afirmações tão simplistas como essa da Ética e do Dinheiro. O Mundo ficou um local extremamente confuso e, os mais desinformados e distraídos, com certas afirmações, acabam como um cão a perseguir a própria cauda, enquanto os chico-espertos aproveitam.

Como Voluntarista e verdadeira Independente neste Mundo de muitos interesses, o meu único objectivo é a Transparência, cada vez mais difícil, no meio de tantos interesses escondidos, desinformação, ignorância, falta de carácter, falta de valores, falta de responsabilidade individual e, o pior de Tudo, são aqueles que, para escapar às consequências, lavam as mãos como Pilatos esquecendo, completamente que são Seres Humanos e que têm de usar aquilo com que nasceram, a sua própria Consciência que sabe, muito bem, distinguir entre o Mal e o Bem e, acima de tudo, têm Livre Arbítrio ou seja, são Livres para desobedecer a Ordens que prejudiquem ou possam fazer Mal a outro Ser Humano. Portanto, nem as desculpas esfarrapadas que não têm nada a ver com o estado do Mundo e, muito menos, acomodarem-se ao papel de vítimas.

https://www.youtube.com/watch?v=vtfCjozGozQ
Donald Trump MAGA Mindset Nationalism Vs Globalism
Sem imagem de perfil

De Vento a 14.01.2017 às 12:38

Claro, Lucas. É óbvio. Mas se for necessário neutralizar a serpente usando seu próprio veneno como antídoto, então, bóra lá.

Porém, meu caro evangelista Lucas, o tema era sobre o puro e impuro. Acontece que o seu homólogo Mateus diz o seguinte:

"Donde vem, pois, o joio? Disse-lhes ele: «Foi um inimigo que fez isto!». Replicaram-lhe: «Queres que vamos e o arranquemos?». Não, disse ele, arrancando o joio arriscais a tirar também o trigo. Deixai-os crescer juntos até â colheita.".
Mt. 13, 27-30

Lucas, só se sabe diferenciar o trigo do joio próximo da colheita. Sabe porquê? Porque o trigo, ao contrário do joio que se mantém hirto, quando está para ser colhido dobra-se.
Enquanto não nos dobrarmos à Palavra jamais construiremos o reino. O trigo, quando se dobra, não só está pronto para ser colhido como, consequentemente, serve de alimento.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D