Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E vão dez

por Pedro Correia, em 05.01.19

1471643606336[1].jpg

 

Nada em concreto me revela tanto como é voraz a passagem do tempo como assinalar que se cumprem hoje dez anos da existência deste blogue. O DELITO DE OPINIÃO nasceu a 5 de Janeiro de 2009 com a intenção expressa de congregar no mesmo projecto algumas das melhores penas que abundavam na blogosfera generalista, então ainda em fase de expansão. Pelo menos à luz do meu critério de leitor.

A minha ideia - e não é por acaso que o blogue tem este nome, que logo me ocorreu - era reunir pessoas de proveniências diversas (até geográficas), idades diferentes, profissões variadas, com as mais díspares experiências de vida mas com dois traços em comum: o gosto pela escrita e a apetência pelo debate.

Reunida a equipa em poucas semanas, lançámos o projecto, que deixou de ser meu e se tornou numa plataforma de partilha de ideias e opiniões, aberta à participação dos leitores, atenta ao país e ao mundo. Uma plataforma administrada por todos, sem excepção, a partir de uma carta de princípios divulgada no primeiro dia e com uma regra dominante: aqui não há autores anónimos, cada um assume aquilo que escreve.

 

Os tempos mudaram, sucederam-se ciclos políticos, o País entrou em recessão e saiu dela, a blogosfera foi-se especializando em nichos temáticos, com vários dos seus protagonistas transitando para as colunas da imprensa ou instalando-se em palcos televisivos. Mas este blogue permaneceu, com a sua identidade própria, fiel às metas enunciadas no dia do lançamento. Da nossa parte esperam-se opiniões fortes, uma atmosfera plural, diversidade temática e a porta sempre aberta aos leitores. A tal ponto que alguns se tornaram também autores, passando a integrar a tribo delituosa.

Não foi apenas o mundo que mudou nos 3652 dias entretanto decorridos. Muitos de nós fomos mudando: aconteceram casamentos, separações, vieram filhos, as rotas profissionais foram-se alterando, não faltou quem experimentasse o desemprego. Estabeleceram-se novas relações, muitos projectos passaram do sonho à realidade. Houve tempo de luto, para chorar a morte de dois dos nossos - o João Carvalho e o Joaquim Coutinho Ribeiro.

O DELITO foi ficando. Já não apenas em formato digital, mas desde o ano passado também em livro que reúne textos de vários de nós. Uma antologia que só se tornou possível devido à entusiástica adesão dos nossos leitores, que a reservaram e pagaram por antecipação, numa prova de carinho que jamais esquecerei. Outra poderá vir a caminho, eventualmente com novos autores.

Há tanto por fazer, ideias não nos faltam.

 

De repente, passaram dez anos. O que fica do percurso iniciado em Janeiro de 2009? É ainda cedo para fazer um balanço, que em última análise, de resto, caberá a quem nos lê. Pela minha parte, já é gratificante ter alargado contactos e conhecimentos: hoje orgulho-me de que sejamos acima de tudo um grupo onde os laços de amizade perduram para além do ciclo efémero das estações. Como lembra o escritor espanhol Manuel Vicent, «a imortalidade é esse dom que os deuses depositam na memória dos amigos».

Frase magnífica, que nos pode servir de mote e lema.

Autoria e outros dados (tags, etc)


60 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.01.2019 às 00:18

Muitos Parabéns, DO!
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 05.01.2019 às 00:20

"Muitos Parabéns, DO" fui eu; carreguei em publicar sem me ter identificado.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2019 às 10:07

Obrigado a dobrar, Cristina. É sempre um gosto vê-la por cá.
Imagem de perfil

De jpt a 05.01.2019 às 00:27

Parabéns a todos. E principalmente, como é óbvio, para ti
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2019 às 10:07

Longa caminhada já. Dá gosto assim, correr maratonas.
Sem imagem de perfil

De Bea a 05.01.2019 às 01:36

Parabéns ao Delito e a quem o fez e faz. Dez anos não é muito tempo. Mas é decerto muita palavra escrita.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2019 às 10:08

São 3652 dias, Bea. Agora já 3653. Um passo de cada vez - ao fim de dez anos dá nisto.
Obrigado pelas visitas. E pelos comentários.
Sem imagem de perfil

De J. Manuel Cordeiro a 05.01.2019 às 02:40

Muitos parabéns. É uma delícia ter vizinhança assim.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2019 às 10:09

Obrigado, parceiro blogosférico. Forte abraço, sempre a "aventar".
Perfil Facebook

De Cristina Filipe Nogueira a 05.01.2019 às 05:23

Parabéns ao DO e a todos os que para ele têm contribuído ao longo destes 10 anos.
Foi precisamente há 10 anos que, pelas mãos do saudoso Coutinho Ribeiro, aqui cheguei.
Que venham mais 10, com a qualidade de sempre!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2019 às 10:10

Grato, Cristina. É um prazer imenso contar com leitores tão persistentes e que tão bem sabem incentivar-nos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.01.2019 às 07:21

Parabéns ao Delito! 🎂
Sigo-vos desde 2011, mas foi quando li um comovente texto do Pedro sobre o Fundão que resolvi comentar.
E já lá vão centenas de comentários, sobre livros, filmes, música, rios, reis, etc. (as famosas séries do Pedro), todos com direito a resposta, imagino com que sacrifício, por vezes...
Não conhecendo o Pedro pessoalmente, sinto que o conheço e, ridículo, até o tenho como um amigo com quem posso conversar e rir.
E isto acontece-me apenas com duas ou três pessoas aqui na bloga.
Vocês, aí desse lado, talvez não tenham noção do quão importantes são para algumas pessoas mais solitárias aqui deste lado.
Mas são, são mesmo!
E depois deste momento lamechas, resta-me agradecer-vos, e que venham mais 10!

Maria

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2019 às 14:00

É verdade, Maria. Acabo de nomeá-la membro honorário do Delito. Já escreveu mais, em comentários sempre oportunos e pertinentes, do que vários autores do próprio blogue.
Apareça sempre, gosto muito de a ver por cá.
A minha vénia agradecida.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.01.2019 às 16:00

E que bela prenda me deu, Pedro, neste dia de ouro, incenso e mirra.
Completamente inesperada e, por isso, ainda mais apreciada e agradecida.
Tempos houve em que eu gostava de surpreender os amigos neste dia de oferendas; geralmente ficavam aflitos, nunca tinham nada para retribuir. E era disso que eu gostava, bastava-me a surpresa e a alegria deles.
Hoje fui eu a "apanhada"
Muito obrigada, Pedro, vou tentar manter-me à altura da nomeação.

Maria
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2019 às 23:04

Ainda bem que gostou, Maria. É mais que merecida, esta distinção. Própria de Dia de Reis, sim. Ou de rainhas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.01.2019 às 10:56

Humm... entendi. 👑
O Pedro é exímio com as palavras, ou não fosse do mesmo signo de alguns dos melhores artífices da arte de bem trabalhar as palavras (e as sete notas).
Sem precisar de googlar, lembro-me de uns quantos, um deles foi galardoado com o prémio máximo para essa arte, gerando enorme alarido, até aqui no DO.

Maria
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 05.01.2019 às 09:51

Não liguem. Enganei-me no link. É o outro....
Perfil Facebook

De Rão Arques a 05.01.2019 às 09:36

Aqui a democracia não é anuncio de capa, simplesmente pratica-se.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2019 às 10:10

É como diz. Apareça sempre: será bem-vindo.

Comentar post


Pág. 1/3



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D