Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E que tal ter férias em Caracas?

por Pedro Correia, em 18.04.19

transferir.jpg

Foto: Tiago Petinga/Lusa

 

Ia escrever sobre o tema, mas afinal o texto já estava escrito. Aqui, pelo Eduardo Louro.

Incluindo a frase de remate, que desvenda bem esta tola sociedade consumista em que nos tornámos: ao toque de qualquer sineta alarmista, largos milhares atropelam-se para conseguir um lugar na bicha, precisem ou não precisem. 

«Já estive ontem na fila e atestei, mas como ontem ainda acabei por gastar uns 20 euros, hoje venho atestar outra vez...» 

A esta gente, que atesta o depósito depois de o ter já atestado, recomendo uma semana de férias no "paraíso" venezuelano. Onde tudo falta, excepto ao recluso do Palácio de Miraflores, e as filas são gigantescas, quase sempre para nada obter. Porque nada há lá para consumir, a começar pela água e pela luz.

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Vorph a 18.04.2019 às 12:44

Pedro, recomendo:


https://youtu.be/cWk4VVym0IM


Boa Páscoa

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.04.2019 às 12:57

Sim, conheço essa vulgata ideológica da Guerra Fria que atribui aos EUA todos os males do planeta.
Chávez asfixiou a liberdade e tornou a economia venezuelana 96% dependente do petróleo?
A culpa é dos gringos.
Maduro fez cair o produto venezuelano a recordes históricos na América Latina, apesar de o país ter as maiores reservas de petróleo do hemisfério ocidental, enquanto prendia, exilava, torturava e matava opositores políticos?
A culpa é dos ianques.

Não resiste a dois segundos de verificação de factos. Até porque os famigerados norte-americanos continuam a ser os maiores importadores do petróleo venezuelano, cuja produção sob a tirania de Maduro caiu para metade.

Uns malandros, os imperialistas americanos.
Viva a União Soviética e o camarada Putin.
Socialismo ou morte.
Sem imagem de perfil

De Miguel a 18.04.2019 às 14:32

Héé calma, não é preciso recorrer à caricatura de traço grossíssimo. Há um livrinho muito informativo do Galeano 'As veias abertas da América Latina'. E os próprios gringos são suficientemente multifacetados, sofisticados, até civilizados, para nos fornecerem eles próprios vasta documentação. É ver no site do National Security Archive, abrigado pela George Washington University. Têm lá muito que explorar.

https://nsarchive.gwu.edu/
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.04.2019 às 17:51

Prefiro ler o que diz em 2019 a Amnistia Internacional:
«In the context of the arrival of international aid, and in response to multiple complaints of the use of force and attacks on demonstrators with firearms – including AK-type rifles – in Santa Elena de Uairén, Bolívar state, and in other areas of Venezuela, which have resulted in at least two deaths and 22 people wounded, Erika Guevara-Rosas, Americas director at Amnesty International, said: "Armed attacks against the population constitute serious human rights violations and crimes under international law."»
https://www.amnesty.org/en/latest/news/2019/02/venezuela-autoridades-deben-detener-ataques-armados-contra-la-poblacion/

E o que dizem os Médicos Sem Fronteiras:
«La hiperinflación que se produce en el país y la falta de inversión en el sistema de salud dificultan la atención de calidad. También vemos profesionales médicos, incluso de nuestros propios equipos, que deciden abandonar el país.
Esto ha llevado a un aumento en los casos de enfermedades que anteriormente estaban bajo control, como la malaria; y brotes de enfermedades prevenibles como la difteria y el sarampión. En la década de 1960, Venezuela fue un pionero en la erradicación de la malaria, y todavía tiene el conocimiento y las instituciones para hacerlo.»
https://www.msf.es/actualidad/venezuela/venezuela-la-crisis-economica-y-politica-dificulta-acceso-la-atencion-medica

E o que dizem os Repórteres Sem Fronteiras:
«Arrestations, confiscations de matériel, violences des forces de l’ordre à l’encontre des journalistes lors des manifestations, coupure internet, voire interdiction pure et simple d’émissions… Alors que le Venezuela s’enfonce dans la crise politique, la censure des médias non gouvernementaux devient de plus en plus flagrante et inquiétante. RSF dénonce un climat de travail désastreux pour les journalistes.»
https://rsf.org/fr/actualites/la-crise-politique-censuree-au-venezuela
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.04.2019 às 18:01

Leia os relatórios da Amnistia Internacional sobre a Venezuela.
Um país inteiro amordaçado, três milhões de venezuelanos em fuga para as nações vizinhas, a outrora mais próspera república sul-americana transformada no mais miserável país do continente.
https://www.amnesty.org/en/latest/news/2019/02/10-things-you-need-to-know-about-venezuelas-human-rights-crisis/

E deixe de queimar pauzinhos de incenso ao camarada Maduro e aos esbirros da PIDE venezuelana.
Fica-lhe mal.
Imagem de perfil

De Pedro Vorph a 18.04.2019 às 18:08

Pedro não estou do lado de Maduro, estou do lado do povo venezuelano, que deve decidir soberanamente. Mas tambèm procuro a verdade sobre os processos que culminaram na Venezuela de hoje
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.04.2019 às 22:18

"Mas tambèm procuro a verdade sobre os processos que culminaram na Venezuela de hoje"

Haha, procuras tudo o que desvie a atenção do Poder sobre as Pessoas que o Marxismo se arroga de ter .

Procuras esconder o enorme poder que Chavez e Maduro tiveram e têm - podemos começar nas receitas do petróleo - porque a cultura Marxista não aceita contra poderes.

lucklucky

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D