Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dois homens, o mesmo desatino

por Rui Rocha, em 04.03.16

lula.jpg

Se os nossos irmãos brasileiros tivessem dado atenção a tudo quanto se escreveu e disse em Portugal sobre a detenção de José Sócrates teriam aprendido alguma coisa. Já saberiam que essa decisão representa um golpe de estado, que alguém que teve tão altas responsabilidades deve ser convidado a apresentar-se às autoridades, que os cidadãos são todos iguais perante a lei, mas que há alguns que devem tratar-se com diferença, que a detenção só faz sentido para crimes de sangue, que estas situações têm como único objectivo humilhar e ajustar contas (sabe-se lá de quê). E um par de botas. Bastava na verdade terem os irmãos lido com atenção o Miguel Sousa Tavares, a Clara Ferreira Alves ou os Soares pai e filho e estariam avisados. Mas claro. Não estiveram atentos e agora detiveram o Lula em casa, coitados.


8 comentários

Sem imagem de perfil

De do norte e do país a 04.03.2016 às 14:29

é a riqueza do socialismo.
Ou, mais uma vez, todos iguais, uns mais iguais do que os outros.
Em Portugal, agora reforçado com o bloco de esq.
Sem imagem de perfil

De BELIAL a 04.03.2016 às 19:05

Enterrados juntos, quanto antes - era uma economia.

Sem falar no custo/benefício.

"Um pequeno passo para o homem, mas um grande passo para a humanidade"
Sem imagem de perfil

De João de Brito a 04.03.2016 às 20:13

Este texto dá-me o pretexto exato para me referir àquilo que já vem de longe, mas que se tem intensificado ultimamente.
No campeonato da corrupção, considerada em todas as suas aceções, Sócrates é um ponta de lança, um franco atirador.
Pelo seu lado, muita gente, lá dos lados do anterior governo, caça de um jeito mais furtivo e coletivo, a fazer lembrar muito mais uma organização criminosa.
São estilos.
Mas, pelos vistos, a massa crítica, que por aqui se exprime, não vai em modas...
Sem imagem de perfil

De André a 04.03.2016 às 20:33

Lula já foi solto.
Sem imagem de perfil

De ariam a 05.03.2016 às 09:57

"Lula já foi solto" e, isso, significa o quê? Que, como Sócrates, Lula está inocente ou que a Justiça (com os meios e as leis que tem) só consegue apanhar a arraia-miúda?
Está mais que comprovado que o Poder corrompe ora, quem faz as Leis, estará sempre na posição ideal para as fazer à sua maneira.
É por estas e por outras que ainda vou acabar anarquista, será que os cidadãos precisam de políticos que os governem ou serão os políticos que precisam dos cidadãos para se governarem?
Neste País, já chegou a haver Departamentos Públicos com 3 Diretores e 1 funcionário, se isto não é gozar com o povinho, não sei o que será e, a "Cereja no Topo do Bolo", Diretores com direito a viatura, até quando iam de férias, com cartão de gasolina que acabava por ser usado pela família toda. Parece que o anterior governo, conseguiu englobar essa benesse no IRS mas, nada que não possa ser revertido, por um Partido que, durante décadas, só nos soube levar à beira de bancarrotas.
Cidadãos?
Não!
Anjinhos e ignorantes que se deixam enrolar a troco de "migalhas", acreditam em falsos milagres e falsas promessas, como se os políticos se dividissem em Bonzinhos e Mauzinhos, no mínimo... para conseguirem ser eleitos, estão-se a transformar na mesma coisa... em vez de governarem os países, vão acabar, todos, no negócio da Distribuição de Benesses, "Caviar" para uns e "chupas" para outros".
Nada que não reflita a filosofia atual, governantes e governados, todos querem "almoços grátis" sem esforço, trabalho ou sacrifícios, sem enxergar que estão a comprometer o futuro das próximas gerações porque, isto de aumentar a dívida, até acabam por vender a Liberdade das gerações mais novas mas, que importância tem isso se só pensam nos seus próprios interesses?
O 1% que controla, financeiramente, o Mundo, agradece à geração egoísta e mesquinha que só sabe pensar no curto prazo.
Sem imagem de perfil

De jo a 05.03.2016 às 12:22

Lula já foi solto e Sócrates nunca foi acusado.

As detenções podem ter fins políticos, apesar dos casos terem fundamento jurídico.

Se não fossem figuras com alto perfil político e mediático seriam com certeza investigadas na mesma, mas é duvidoso que fossem presas, com aviso antecipado para os jornais.
Sem imagem de perfil

De José a 05.03.2016 às 12:47

Solto, mas sem honra!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.03.2016 às 14:07

O apedeuta é o exemplo acabado da frase de Agostinho da Silva :" O brasileiro é o português à solta"...

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D