Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Delito de Opinião

DELITO há dez anos

Pedro Correia, 10.12.23

21523202_SMAuI.jpeg

 

João André: «Exercer a liberdade de uns limitará a liberdade de outros. Isto é verdade independentemente dos números de indivíduos que estejam de um lado ou outro da barricada. A situação complica-se quando em relação a outro tema a separação dos indivíduos é feita de forma diferente (por exemplo, 99,99% dos indivíduos não querem o roxo na cidade e outros dois ou três apenas desejam essa cor, mas esses três indivíduos não são os mesmos que desejam fumar). No limite, por cada indivíduo teremos um sistema político diferente.»

 

Teresa Ribeiro: «Não são "todos uns malandros", claro que não. O problema da governação neste país também se explica pelas baixas expectativas de muita gente de bem que aceita cargos públicos. Quem não acredita que pode fazer a diferença ao integrar um executivo só encontra estímulo nos benefícios pessoais que a experiência seguramente lhe proporcionará. Desta forma fica comprometida desde logo qualquer ideia séria sobre serviço público. A esta reserva sucede-se, como um karma, o laxismo, a incompetência e a irresponsabilidade.»

 

Eu: «Extinta a guerra fria, Cuba é hoje um tigre de papel que proclama slogans anti-imperialistas enquanto mendiga dólares para a subsistência elementar. Meio século de “revolução” que impôs a monocultura agrícola para abastecer de açúcar os camaradas soviéticos e a nacionalização total da propriedade de cultivo foi a receita certa para o fracasso actual: Havana importa 84% dos alimentos que consome –- e não faltam bolsas de fome na ilha, que dispõe de 6,6 milhões de hectares de solo fértil mas só cultiva pouco mais de três milhões.»