Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




DELITO há dez anos

por Pedro Correia, em 31.10.20

21523202_SMAuI.jpeg

 

João Carvalho: «Para o Governo, o acordo com o PSD sobre o Orçamento «tem um custo»: 500 milhões de euros, retirados das receitas. Peanuts. Nada que o Governo não esteja habituado a desperdiçar num estalar de dedos. O problema vai ser compensar esse montante do lado das despesas, visto que o Governo não está habituado a poupar.»

 

Paulo Gorjão: «Vital Moreira considera que os €500 milhões de receita que deixarão de ser arrecadados pelo Estado na sequência do acordo entre o Governo e o PSD poderão conduzir à intervenção do FMI em Portugal. Tem graça que eu pensava que a eventual entrada do FMI em Portugal se devia à incapacidade do Governo em controlar a despesa.»

 

Eu: «Um simples olhar à lista dos dirigentes em funções no mundo há meio século, no início de uma das décadas mais memoráveis de sempre, revela-nos muito do que eram aqueles tempos. Em 1960 mal se haviam dissipado ainda os ecos da II Guerra Mundial: dois heróis daquele conflito, o mais sangrento da História, ocupavam funções presidenciais – Dwight Eisenhower na Casa Branca e Charles de Gaulle no Palácio do Eliseu. A política de blocos – capitalista e comunista – estava no auge, o que se revelava bem na existência de três países divididos: Alemanha (Konrad Adenauer era o chanceler no Ocidente, Walter Ulbricht era o número um da Alemanha de Leste), a Coreia (com o pró-soviético Kim Il-sung a norte e o pró-americano Syngman Rhee a sul) e o Vietname (Ho Chi Minh era o líder em Hanói e Ngo Dinh Diem em Saigão).»


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Vento a 31.10.2020 às 10:37

Vamos lá falar de orçamento e políticas sociais.

Começo por dizer que os apologistas da eutanásia, entenda-se assassinato contratado, andam agora muito agitadinhos com a fata de assistência aos doentes por parte das estruturas de saúde.
Pois bem, a eutanásia já está em vigor, com poupanças significativas, e esta malta agora reivindica cuidados e não o assassinato.
Vá-se lá entender estes pobres diabos.

Vamos agora às restrições à circulação que o títere Costa pretende implementar e que aquele senhor da PSP também arrogante quis debitar uns kilobytes de palavreado.
Costa é um fascista disfarçado no meio de uma geringonça. Com palavreado próprio de habilidades jurídicas para encher auditórios vazios, quer comprar uma guerrita com constitucionalistas, o PR e o povo português lúcido fazendo crer que estas medidas não ferem a constituição e os direitos dos cidadãos.

Mais ainda, quer fazer acreditar que os contágios ocorrem em ambiente familiar, mas não porque as pessoas frequentam escolas, universidades, transportes púbicos... e por isso mesmo se infectam e infectam outros também em ambiente familiar.
Quer ainda fazer acreditar que a visita a cemitérios, que são ao ar livre, estão impregnadas de perigos imaginários que afectam a saúde pública.
Este falso Costa, um fascista, caiu-lhe um país nos braços por habilidades. Mas falta-lhe inteligência para o cargo que efectivamente não exerce.

O OE não possui nenhuma virtude. Nada mais é que a constatação que a Europa não podendo encapotar sua falência pretende agora iniciar um processo que devia ter ocorrido há 12 anos.
Portanto, o OE é de Bruxelas e não dos mordomos, onde se inclui Centeno.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D