Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




DELITO há dez anos

por Pedro Correia, em 26.03.20

21523202_SMAuI.jpeg

 

João Campos: «Veria com muito bons olhos o surgimento de partidos que dispensassem a formação de "jotas", autênticas escolinhas de formação de caciques. Não, não tenho uma imagem positiva das juventudes partidárias. Aliás, nem percebo a utilidade: ou um cidadão tem idade e discernimento para votar, e pode ser militante de um partido, ou não tem idade para votar. Caso seja maior de idade, estar no kindergarden partidário, onde esturrica em banho-maria muito para lá da idade "jovem", é para mim uma inutilidade, para dizer o mínimo.»

 

Paulo Gorjão: «Bem digo. A tropa de Paulo Portas anda nervosa e incomodada. Lamento, mas as alcateias nunca me meteram medo. Sei quem é Nuno Pombo, ao contrário do que ele parece pensar, mas não sei quem seja Francisco Mendes da Silva. Mas para início de conversa já percebi que para parvo não lhe falta nada.»

 

Sérgio de Almeida Correia: «Tive oportunidade de ver a entrevista de Paulo Portas a Judite de Sousa. O homem não é do meu partido, não navegamos nas mesmas águas, não temos a mesma visão do mundo e da vida. Mas não será por isso que deixarei de lhe tirar o chapéu. A sua inequívoca declaração de apoio a Cavaco Silva numa primeira volta das presidenciais, em caso de recandidatura do actual presidente, retira todo e qualquer espaço de manobra ao PSD, ao PS e a Fernando Nobre. Se Portas fosse do PSD há muito que seria primeiro-ministro. E nós, portugueses, correríamos o risco de ter um Salazar democrático e de rosto humano durante mais 40 anos.»

 

Eu: «Soaram as doze badaladas da meia-noite, muda a posição oficial do maior partido da oposição sobre o Programa de Estabilidade e Crescimento. O PSD de ontem viabilizou o documento - em nome do interesse nacional. O PSD de hoje, ganhe Passos Coelho ou ganhe Paulo Rangel, já não viabilizaria o PEC - também em nome do interesse nacional. Ainda há quem se admire por este partido ter passado 12 dos últimos 15 anos na oposição.»



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D