Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Delito de Opinião

DELITO há dez anos

Pedro Correia, 29.12.19

39b608e95118d5d9c8efc36c2a387b46--hourglass-top.jp

 

 

J. M. Coutinho Ribeiro: «Estádio de Leiria: eis um bom exemplo de como tão mal se gere os dinheiros públicos em Portugal, este país de megalómanos. Ainda por cima, e tanto quanto sei, a obra nunca foi acabada.»

 

José Gomes André: «O Presidente promulgou um diploma aprovado por uma maioria dos deputados da Assembleia da República, perfeitamente legítimo e sem inconstitucionalidades conhecidas. Este gesto vulgar numa democracia emancipada mereceu críticas de vários quadrantes e até reacções indignadas. Parece-me natural que se denuncie eventualmente o valor do diploma, mas já me deixa estupefacto que se critique a referida promulgação presidencial de um acto tão básico e natural do processo democrático.»

 

Sérgio de Almeida Correia: «A EDP é, desgraçadamente, a imagem deste país: uma estrutura pesada e altamente burocratizada que está sempre a queixar-se dos investimentos que faz, paga por dez milhões e que derrete muitos outros em publicidade e marketing, enquanto meia-dúzia se vai governando com os resultados e os dividendos, sem grandes trabalhos nem complicações de maior, mas que é incapaz de prestar um serviço à altura da cultura empresarial que promove e da imagem que quer dar de si.»

 

Eu: «O título, infelizmente, não podia ter sido mais bem escolhido. Silêncio, mata-se. Foi desta maneira que a mais prestigiada organização internacional de jornalistas, Repórteres sem Fronteiras, salientou a dramática situação que se vive no Irão, onde nos últimos dois dias foram mortas pelo menos oito pessoas e 300 acabaram encarceradas - incluindo destacados membros da oposição, jornalistas e activistas de direitos humanos.»