Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




DELITO há dez anos

por Pedro Correia, em 13.05.19

39b608e95118d5d9c8efc36c2a387b46--hourglass-top.jp

 

Ana Margarida Craveiro: «Estamos a divergir em relação à Europa. Por outro lado, estamos a convergir com a América Latina, com o Chile quase a alcançar-nos. É tudo uma questão de perspectiva: copo meio cheio, copo meio vazio.»

 

José Gomes André: «Temos que ajustar o nosso discurso, chamando as coisas pelos nomes, em vez de nos refugiarmos em neologismos que procuram desculpabilizar o que uma sociedade livre, ordenada e regrada não pode aceitar.»

 

Eu: «António José Seguro, única voz discordante de uma das mais lamentáveis sessões parlamentares desta legislatura, marcou pontos no PS. Mas marcou sobretudo pontos no País, que importa mais do que qualquer partido. Refiro-me ao seu solitário e desassombrado voto contra o novo regime de financiamento dos partidos políticos, que deu luz verde ao regresso dos homens das malas cheias de dinheiro, com o beneplácito da união nacional parlamentar.»

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 13.05.2019 às 09:01

«Temos que ajustar o nosso discurso, chamando as coisas pelos nomes, em vez de nos refugiarmos em neologismos que procuram desculpabilizar o que uma sociedade livre, ordenada e regrada não pode aceitar.»

Novas formas de pensar conduzem a neologismos e vice versa. Não houvesse neologismos e não haveria progresso e evolução da sociedade. Um exemplo: A democracia de hoje representa um conceito bem diferente do de antigamente. O mesmo se passa com a Social Democracia. Outrora um forma moderada de pensamento politico, hoje associada às forças da extrema Esquerda
Imagem de perfil

De jpt a 13.05.2019 às 09:43

Sem menosprezo pelos outros postais que em boa decisão recuperas, quero salientar a pertinência do postal (teu) sobre Seguro. O futuro deu-t/lhe razão. Por formas um bocado .... óbvias. Pois que poderia o homem esperar?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 13.05.2019 às 10:27

Seguro não hesitou em votar sozinho, na sua bancada, contra esta lei iníqua. Bastaria esta sua corajosa posição, honrando o mandato parlamentar, para merecer o meu apreço.
Imagem de perfil

De jpt a 13.05.2019 às 10:45

Pois, a gente aprecia. Os "outros" é que não ...
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 13.05.2019 às 10:08

António José Seguro fartou-se de marcar "pontos no PS", está à vista. Tenho a impressão, é que foram pontos na própria baliza.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 13.05.2019 às 10:23

Quem marcou pontos, com esta lei, foi o Jacinto Leite Capelo Rego. Com pessoas como você a bater palminhas.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D