Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Delito à mesa (17)

por Pedro Correia, em 14.12.19

thumbnail_20191129_124850[1].jpg

Uma das salas do Medieval

 

As cidades também nos conquistam pelo estômago: eis dois restaurantes clássicos de Évora agora revisitados para proveito de quem não anda em busca de modernices de importação nem da última moda mastigatória.

 

Já não é a primeira vez que menciono isto: considero Évora uma das capitais da gastronomia portuguesa. Regresso sempre com a certeza antecipada de que farei por cá refeições dignas de guardar na memória. E a convicção reforçada de que as cidades também nos conquistam pelo estômago.

Volta a acontecer-me. Comecei por matar saudades do Dom Joaquim, que já apresentei aqui: lá me esperava desta vez uma salada de camarão com papaia e manga (entrada), seguida de terrina de bochechas de porco estufadas em vinho tinto com esmagada de batata trufada e legumes salteados.

Mantém o patamar de excelência que me levou a elegê-lo como melhor restaurante da nobre e bela urbe alentejana.

 

..........................................................

 

Superada a prova inicial com gosto e proveito, em dias subsequentes tenho lançado âncora noutras enseadas gastronómicas eborenses, aproveitando esta época em que por cá se circula com muito mais tranquilidade e desafogo do que nos Verões recentes, insuflados de turismo internacional.

Permiti-me revisitar o Medieval, um dos meus portos de abrigo na cidade, chova ou faça sol. Sei de antemão, por experiência acumulada, o que encontro nesta casa: genuína comida tradicional do Alto Alentejo, sem concessões a modernices de importação nem às mais recentes modas mastigatórias.

Antecipo um conselho: evitem trazer pressas. A cozinha cá do burgo tem o seu ritmo muito próprio de elaboração, nada condizente com o frenesim lisboeta daqueles que chegam afogueados e pedem «o que estiver mais pronto a sair» porque têm o carro «mal parado», não desgrudam os olhos do telemóvel e alegam «não ter tempo a perder com refeições».

Coitados. Sabem lá eles o que é perder ou ganhar...

 

thumbnail_20191130_125556-1[1].jpg

Migas com carne de porco preto

 

Abanquei aqui pronto a matar saudades das típicas migas com carne de porco preto. Ele, o bicho, com fritura adequada. Elas como eu gosto: moldadas com água a ferver numa massa de pimentão e alhos pisados, depois douradas em frigideira ou tacho de barro antes de rumarem à mesa.

Casamento perfeito. E abençoado com um jarro de tinto da casa, oriundo da região de Borba.

 

..........................................................

 

Noutro dia, pousei n' O Trovador. Menos popular e mais sofisticado do que o anterior, mas respeitando os pergaminhos gastronómicos locais. E mantendo a atmosfera caseira que tanto aprecio nestas incursões.

Aqui optei pela clássica sopa de cação, prato que só consumo no Alentejo. Chegou à mesa em dose abastada, convenientemente repartida: travessa reservada ao peixe cartilaginoso, parente dos tubarões, e a terrina onde repousava o caldo - numa base de azeite, cebola, alho, louro e abundantes coentros - e generosas fatias de bom pão de trigo alentejano.

A mistura é feita no prato, ao gosto de cada um.

Garanto-vos: em qualquer dos casos, apetece regressar. Não só pela qualidade do que se come mas pelo módico preço que se paga. E pelo incomparável sossego que se desfruta: o tempo aqui rende sempre mais.

 

thumbnail_20191130_203415[1].jpg

Sopa de cação

 

..........................................................

 

Restaurante Medieval                                                                                     

Rua do Raimundo, n.º 47, Évora.

Telefone 266 744 116.

Horário: 10.00-22.00. Encerra à segunda-feira.

 

Restaurante O Trovador                                                                                       

Rua da Mostardeira, 4-6, Évora.

Telefone 266 707 370.

Horário: 12.30-15.30, 19.30-23.00. Encerra ao domingo.


12 comentários

Imagem de perfil

De jpt a 14.12.2019 às 10:55

Raisparta que fiquei com fome
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.12.2019 às 11:04

Eheh. Havemos de manducar num poiso destes.
Perfil Facebook

De Fernando Antolin a 14.12.2019 às 16:41

Boa tarde, Pedro.
Não passo por Évora há um ror de tempo, a última vez que aí estive, com a família, almoçámos no Luar de Janeiro, um almoço memorável e uma simpatia dos, na altura, proprietários.

Fui também devoto do Pompílio, em S.Vicente e Ventosa, na estrada de Elvas para Portalegre, costeletas de borrego panadas e ovos mexidos com espargos bravos...mas na altura aquilo era um café/tasca aprimorado, agora acredito que o$ tempo$ sejam outros.

Abraço

Fernando Antolin
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.12.2019 às 20:10

Meu caro Fernando: no Luar de Janeiro comi os melhores pezinhos de coentrada que guardo na memória.
Absolutamente inesquecíveis.

Forte abraço.
Sem imagem de perfil

De Andre Miguel a 15.12.2019 às 16:51

Caro Fernando, como elvense tenho a dizer-lhe que mantém o nível. Os pratos de caça continuam fabulosos. É um dos meus obrigatórios sempre que vou de férias à minha terra natal.

Caro Pedro, na próxima visita a Evora vá até ao Restaurante O Combinado. É do irmão do proprietário do D. Joaquim, apresenta uma cozinha mais simples, mas de primorosa confecção. É um dos meus preferidos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.12.2019 às 16:58

Obrigado, André. Fica anotado. A minha próxima incursão será a Elvas, assim o tempo permita.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.12.2019 às 22:54

Peço desculpa mas nada disso está de acordo com as directrizes das cimeiras do clima. Ir a Évora prevaricar
contra o eco-socialismo alimentar não isenta ninguém dos deveres eco-sócio-alimentar-sustentáveis.
Nunca esqueça o eco ,para tudo
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.12.2019 às 20:58

Fui alimentar-me. E alimentar a agricultura e a pecuária local, que certamente agradecem.
Se pudesse, voltava muito em breve.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.12.2019 às 13:26

Q "Moinho do Cu Torto" também vale uma visita.


JSP



Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.12.2019 às 20:56

Fica registado.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 15.12.2019 às 18:52

A mim recomendaram-me o "um quarto para as nove". Pelo que se vê, em Évora come-se mesmo bem..
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.12.2019 às 20:56

Tomei nota desse também.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D