Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delito de Opinião

Costumes

José Meireles Graça, 23.05.24
Saí para fumar um cigarro ao sol. Na paragem da camioneta, a poucos metros, a moça estava de auriculares e um telemóvel, afastado uns 20 cm. Bem disposta, via-se-lhe um sorriso de dentes cavalares com diastemas - nada que um bom dentista não consertasse se ela tivesse meios, caso em que ficaria bonita. E dizia tranquilamente: Quero que tu te fodas. O que respondeu o caramelo não sei, mas ela acrescentou com louvável serenidade: Vai p'ra puta que te pariu. E eu regressei ao interior, um pouco entristecido por este incidente funesto, mas a sobremesa esperava. Era toucinho do céu, se alguém quer saber.

8 comentários

Comentar post