Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Convidado: JOSÉ MILHAZES

por Pedro Correia, em 23.03.18

 

Um bom exemplo para Portugal

 

Um jovem de 28 anos foi condenado por um tribunal da distante Sacalina, península no Extremo Oriente russo, a 300 horas de trabalho obrigatório por ter dado aulas de História sem ter competências para isso.  

Segundo a página Astv.ru, o jovem foi condenado por “falsificação de documentos” e teria comprado o diploma de “historiador” pela Internet.

Se a justiça portuguesa seguisse o mesmo caminho, não haveria dúvida de que Portugal arranjaria mão de obra suficiente para limpar as matas e, desse modo, prevenir incêndios.

Mas, tal como no nosso país, a justiça na Rússia não é igual para todos. Vladimir Medinski, actual ministro russo da Cultura, foi acusado de plagiar parte da sua tese de doutoramento, mas, até agora, sem consequências na sua carreira.

 

José Milhazes

(blogue DA RÚSSIA)

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Perfil Facebook

De Rão Arques a 23.03.2018 às 10:55

Adiantaram-se: Costa e Marcelo na limpeza das matas, e o primeiro até dá dias de folga a bombeiros e militares que vão trabalhar com ele.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.03.2018 às 11:32

Sacalina não é uma península. É uma ilha.
Península é Kamtchatka, um bocado mais a norte.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 23.03.2018 às 11:46

Da Holanda, com Amor:

Mestrado falso obriga presidente do Eurogrupo a corrigir currículo

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, acaba de retirar do currículo um mestrado em Economia Empresarial, pela University College Cork (UCC), que nunca existiu naquela instituição.

Como era aquela piada sobre a irresponsabilidade dos europeus do Sul?

https://www.google.pt/amp/s/www.publico.pt/2013/04/15/economia/noticia/presidente-do-eurogrupo-corrige-curriculo-retirando-mestrado-que-nao-tinha-feito-1591368/amp
Sem imagem de perfil

De Vlad a 23.03.2018 às 12:57

Из России с любовью:

Schroeder falou também sobre suas relações com o presidente russo Vladimir Putin.
"Somos amigos, mantenho essa relação pessoal e continuarei a fazê-lo. Isto se deve à lealdade humana"

Putin, humano?

Não devemos seguir os interesses dos EUA, porque Washington não necessita de uma Rússia forte".

ex-chanceler da Alemanha Gerhard Schroeder

Enquanto chanceler, Schröder foi um forte apoiante da iniciativa para a construção de um gasoduto que iria ligar Viborg, no Mar Báltico, até Greifswald, no norte da Alemanha. O objectivo era garantir um fornecimento directo de gás natural russo à Europa que não estivesse dependente da rota ucraniana e, por isso, a sua passagem directa para a administração da Nord Stream, que é detida na sua maioria pela Gazprom, foi polémica.

A intenção do antigo chanceler alemão de ser um dos administradores da petrolífera russa já foi criticada pela atual chanceler, Angela Merkel, e por Martin Schulz, o líder do partido de Schroeder, o Partido Social-Democrata

E falam no Barroso, no José Luís Arnaut, e na Maria Luís?...Peanuts
Sem imagem de perfil

De Rui Henrique Levira a 24.03.2018 às 17:51

E pelo que ultimamente temos visto, caro Vlad, o velho chanceler estava completamente enganado em querer livrar-se da passagem ucraniana do gás russo do qual a Alemanha (mas não só...) precisa tanto quanto os peixes de água necessitam... Um néscio é o que é o Herr Schroder, sendo que, para além de néscio, é ceguinho de todo, porquanto não vislumbra o muito estável e honesto paraíso democrático neobanderita em que a Ucrânia pós-Maidan se tornou (os incinerados do edifício dos sindicatos de Odessa que o digam, de viva voz - passe a involuntária ironia de mau gosto - do Além). Para mais, o vetusto governante alemão devia era estar preso, que isso de duvidar que Vladimir Putin exala cheiro a enxofre e esconde a cauda vermelha e pontiaguda dentro das ceroulas dá, nos dias que correm, direito a prisão perpétua.
Sigamos para bingo: atiremos ao lixo as sábias palavras do paupérrimo de espírito Schroder que o homem destas coisas da política e da geoestratégia nada percebe, e continuemos a usar galantemente a trela "made in USA" e a picar o urso com vara curta... Há que ter fé: os cavaleiros teutões, os polacos, os suecos, os tártaros, Napoleão e Hitler partiram os dentes, mas nós levaremos, com êxito, finalmente e de uma vez por todas, a verdadeira civilização aos eslavos "untermenschen".
Sem imagem de perfil

De Vlad a 23.03.2018 às 14:05

En la última semana dos casos de falseamiento de currículos han agitado la política española. La joven que hizo de telonera de Susana Díaz en su presentación como candidata a la secretaría general del PSOE, Estela Goikoetxea, y la actual alcaldesa de Santander, Gema Igual (PP), han tenido que reconocer que habían inflado sus méritos académicos

https://www.eldiario.es/politica/demuestran-curriculum-clasico-politica-espanola_0_628188099.html

El falso título de médico del secretario de Estado de Seguridad Social
La Moncloa atribuye a Tomás Burgos la licenciatura sin poseerla.
El diputado alimentó el error al incluir en su currículum: “Medicina y Cirugía”

https://politica.elpais.com/politica/2012/02/12/actualidad/1329072084_198272.html

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.03.2018 às 15:11

Obrigado pela visita aqui ao DELITO, Zé. Forte abraço.
Sem imagem de perfil

De amendes a 23.03.2018 às 16:45

Tenho a 3º. classe antiga...
Fui ver onde chumbei da 3ª para 4ª:

Rios e afluentes
Serras
Linhas Férreas
Reis , dinastias e cognomes

Hoje, quem não falsificaria o diploma? Tenho impressão que até os Fenprofes....

Sem imagem de perfil

De Rui Henrique Levira a 24.03.2018 às 17:21

Plágio e usurpação de funções são coisas muito diferentes, como necessariamente muito diferente será descobrir-se hoje que um ilustre Professor Doutor de Medicina bifou e apresentou como seu, em seus verdes anos de aluno universitário, um trabalho alheio de encontrarem-me, a mim que nunca mexi num bisturi, na sala de operações de um hospital a fazer uma cirurgia cardíaca...

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D