Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Contra a tentação da carne

por Pedro Correia, em 18.09.19

images[5].jpg

 

Pensava eu que uma universidade era um espaço de liberdade. Afinal não: é um espaço de interdição. Mais de meio século após a proclamação de Maio, que proibia todas as proibições, eis que a reitoria coimbrã, confundindo a academia com uma creche, restabelece a velha ordem com novos rótulos, tratando estudantes adultos como membros de um rebanho pastoreado pelos tele-evangelistas de turno que anunciam pragas bíblicas a quem ceder à tentação da carne.

«Razões ambientais» estarão na origem da decisão de eliminar o consumo da carne de vaca nas 14 cantinas a cargo da academia coimbrã, que se ufana assim de ser a «primeira universidade portuguesa neutra em carbono». Eis ao que chegámos: à universidade "neutra", onde a unicidade impera e os mais recentes dogmas em matéria de pureza alimentar são aceites sem um assomo de rebelião juvenil. «Vivemos um tempo de emergência climática e temos de colocar travão nesta catástrofe ambiental anunciada», anuncia com requintes de terror milenarista o douto reitor, Amílcar Falcão. Não podia ter retórica mais adequada nem apelido mais propício ao aplauso do partido animalista.

Os puritanos norte-americanos na década de 20 impuseram a Lei Seca. Agora os mastigadores de rúcula cá do burgo, com igual fúria proibicionista, pretendem impor com força legal os seus hábitos alimentares invocando - como os prosélitos de qualquer fé - o primado da moral pública, que se quer descontaminada e sã. Nada de novo debaixo do sol. Só me espanta o silêncio resignado - ia a escrever bovino - das associações de estudantes de Coimbra. Comem (algas e tofu) e calam. O que vai seguir-se? Substituição compulsiva da cerveja por água da bica? Imposição de cintos de castidade em material biodegradável? Recolher obrigatório para cumprir as horas de sono que as normas sanitárias recomendam?

Os basbaques erguem hossanas em louvor ao "progresso" contido nas novas tábuas da lei. Muitos totalitarismos começam assim: com caução "científica" e proselitismo higienista em nome de um ideal de pureza, sem um sopro de contraditório. Nunca é de mais recordar que o maior tirano que o mundo conheceu era vegetariano militante, muito amigo dos animais e quis impor o seu padrão alimentar ao mundo inteiro.


174 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2019 às 14:38

Excelente texto.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 17:22

Ainda bem que gostou.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2019 às 14:43

A ignorância sempre foi, é, e será uma virtude. Os estudantes de Coimbra talvez estejam a dar uma lição que muitos não têm capacidade de assimilar e ainda bem que assim é.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 15:24

Ignorância é sabedoria. Parafraseando Orwell no '1984'.
Sem imagem de perfil

De Maria João a 18.09.2019 às 15:39

Mas uma pessoa informada é muito dificil de enganar.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 15:52

Há quem imagine que fica "informado" lendo as 1170 propostas eleitorais do PAN.
Ainda havemos de ver o deputado André Silva como reitor em Coimbra.
Sem imagem de perfil

De Maria João a 18.09.2019 às 16:35

Ui se fosse só ler isso estava eu completamente descansada. ahahaha Existe mais uma mais. O PAN é uma gotinha de água. Aí está o que disse no comentário acima. Eis um exemplo
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 17:24

Não caia em tentação, ainda é excomungada.
Sem imagem de perfil

De Ana Silva a 19.09.2019 às 08:39

Excomungada? De onde? ahahaah só se for deste mundo . Mas também por este andar já não lhe resta muito tempo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 19.09.2019 às 11:19

Uma testemunha de Jeová abordou-me ontem na rua dizendo algo semelhante.
Sem imagem de perfil

De Ana Silva a 19.09.2019 às 12:36

Ah mas eu não sou testemunha de Jeová sou "meninos de Deus"
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 19.09.2019 às 12:38

Plural majestático?
Sem imagem de perfil

De Ana Silva a 19.09.2019 às 13:00

Sim, sim, isso mesmo "plural majestático.....
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 19.09.2019 às 13:43

Também há plurais majestáticos nas repúblicas de Coimbra?
Sem imagem de perfil

De Manuel da Rocha a 18.09.2019 às 15:16

Oh Pedro, isto parece uma daquelas parvoíces de outros membros daqui do blog (os partidários da direita!!!!).
Ou não ouviste tudo ou só leste as gordas e quiseste atirar a matar sobre um grupo de pessoas (tal como alguns dos teus colegas).
Ora o reitor anunciou que a carne de vaca iria ser substituída por outras carnes!!! Não pela MERDA que escreveste nos dois últimos parágrafos...

Sim, é uma medida estúpida (na verdade a razão é para aumentar a receita do refeitório, pois a carne bovina custa, em média 4,85 por kg, enquanto as outras carnes ficam bem abaixo dos 3 euros por kg mas, essa é a parte que os especialistas não querem que ninguém perceba, sendo que os estudantes vão na onda, como foram quando deixaram toneladas de cartões e pacotes de bolachas, pelas ruas de Coimbra, durante a "manifestação pelo ambiente"). No entanto, é uma troca entre carnes e não aquilo que tens ali escrito. Mal ou bem, perdes toda a razão ao lançares acusações que podem ser entendidas como que estejas a fazer campanha eleitoral pela associação de estudantes (liderada pelas juventudes partidárias do CDS-PSD de Coimbra) que tem andado a apoiar os candidatos, apresentando soluções ambientais sustentáveis, como a redução da utilização da carne bovina e caprina, apoiando a carne de frango, como opção (por ajudar a reduzir o colesterol e a diabetes, tipo 2). A reitoria aproveitou, pois ganha em 3 campos: na aceitação de ideias estudantis, na publicidade ambiental e na parte financeira.
É por causa disto que os estudantes apoiaram a medida... que foi proposta por eles, há pouco mais de 1 semana.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 15:30

Devemos ser velhos conhecidos, visto você tratar-me por tu, embora nunca tenhamos sido apresentados.
Dado o teor da prosa que aqui deixa, aconselho-o a medir o nível do seu colesterol. Talvez esteja muito elevado. Não andará a comer chanfana às escondidas dos seus colegas?

Boas sandochas de rúcula é o que lhe desejo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2019 às 15:16

Espere pelo dia em que professores da Universidade de Coimbra digam que a matemática é racista e branca assim como a pontualidade e que as mulheres não devem ser avaliadas com a mesma bitola que os homens...

https://www.dailywire.com/news/51223/equality-australian-university-lowers-standards-ashe-schow

lucklucky
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 15:24

Dois e dois são cinco?
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 19.09.2019 às 09:12

Á pois são: temos que contar com as sinesgias...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 19.09.2019 às 14:18

Não há coincidências. Costa confessou ontem que já aboliu a carne nos jantares oficiais:
https://tvi24.iol.pt/sociedade/peixe/agricultores-contra-campanha-sem-carne-de-antonio-costa

Toda a carne. Safa-se o peixe (por enquanto).
Sem imagem de perfil

De Maria João a 18.09.2019 às 15:44

O mundo está a mudar e meus caros... o veredicto é este: ou deixamos a carne de lado ou então destruímos isto tudo.

É que já não temos alternativa. Não é moda, não é fundamentalismo é mesmo uma questão de sobrevivência.

Quando um dia os vossos filhos vos perguntarem o que foi que nós fizemos para evitar o caos onde eles vivem, gostava de saber o que lhes vão responder...
Mas isso também já interessa nada.


Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 15:52

Qual foi a ementa do vosso almoço de hoje aí no convento?
Sem imagem de perfil

De Maria João a 18.09.2019 às 16:38

Aqui no convento come-se bem e variado. Hoje o menu foi : Quiche de cogumelos com beldroegas da minha hortinha, com salada de beterraba, cenoura e pickles e a finalizar um brownie . Sim tudo vegan e delicioso.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 17:11

Uau, soa bem.
Confirmando a boa fama de que gozam os conventos em matéria gastronómica.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 18.09.2019 às 21:40

Adoro um arrozinho de grelos
Sem imagem de perfil

De Maria João a 19.09.2019 às 08:43

É verdade no meu caso o meu convento também é o seu.... e chama-se planeta terra.

Se não suidarmos dele quem cuidará ? Epá já estou ser fundamentalista. Irra
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 19.09.2019 às 10:01

Chiça. Vocês já vêem o planeta inteiro como um convento.
Bem digo eu...
Sem imagem de perfil

De Maria João a 19.09.2019 às 12:51

Temos que ver , meu caro temos mesmo que ver. Ou então cabum....vai tudo pelos ares. Mas também não importa nada. Isto tem mesmo que acabar um dia. o melhor é mesmo acelarámos isto e dar cabo do convento.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 20:57

Para já, matam-se as vacas. Depois morrem os bois, como dizia a lengalenga infantil.
Tenho de consultar as 1170 medidas do programa eleitoral do PAN. A ver se esta também lá está.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2019 às 20:48

Em "cama de espinafres" e "redução dum qualquer ingrediente" que agora não me ocorre. Está tudo louco.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 21:11

Olhe que não. O Popeye apreciaria deitar-se nessa "cama de espinafres".
Sem imagem de perfil

De anónimo a 18.09.2019 às 17:12

Sobreviva a Maria João com as suas ideias luminosas e seja muito feliz, e deixe cair as pecadoras da carne, como eu, na extinção. Porque a Maria João morre na mesma como eu, com apenas a particularidade de eu morrer farta e satisfeita de carne e a Maria João morrer enfezada e infeliz por se ter privado do suculento e delicioso bife.
Pelos nossos filhos é o que menos me faz doer a cabeça ou perder o sono. Também tenho uma que pelo caminhar da parvoíce do alto dos seus oito anos, é outra parva para juntar à parvalheira que irá destruir o mundo.
Até me apetecia dizer, se não me chamassem mal educada.
Parvos e parvas de merda.

Violeta Gina... de tal e tal.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.09.2019 às 09:46

Nem mais, subscrevo.
Deixem-me comer o que me apetece é que eu até sou responsável.
Há anos que sou apologista dos 3 Rs da Sustentabilidade (" R,R,R,") e sem ter uma postura lunática adopto essa máxima no quotidiano.
Já plantei algumas árvores e só não faço compostagem porque não tenho condições e por favor não me obriguem a comer tofu e a beber leite de arroz.
Não há pachorra.

Maria
Sem imagem de perfil

De Maria João a 19.09.2019 às 13:09

Vamos lá ver uma coisa. Para mim comerem carne ou não , não me faz mossa nenhuma. Quero lá saber se comem carne ou não.

Comam á vontade, e sejam felizes.
Sem imagem de perfil

De anónimo a 19.09.2019 às 15:27

Quer! Quer sim senhora! Quer a Maria João e todos os fanáticos que agora deram em evangelizar o mundo carnívoro, como se não fosse através da carne que a nossa espécie sobreviveu.
E depois começam a fazer as cabeças das crianças enchendo-lhes os miolinhos de coisas parvas, depois vem uma criança de oito anos chamar atrasada à mãe só porque a mãe sabe perfeitamente que a carne faz falta ao desenvolvimento de uma criança. Carne, ovos, leite, queijo e seus derivados.
O que eu também gostava que a Maria João me dissesse, é como se desloca nas suas obrigações diárias, se utiliza o carro ou vai de bicicleta. E se calça sapatos de couro ou de lona como as mulheres do Sudão.
Falam falam mas não se privam do bem bom. Mas insistam que enquanto o mundo for mundo há sempre alminhas dispostas a baterem palminhas às mentes iluminadas.

Violeta Gina...

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2019 às 18:37

Subscrevo inteiramente
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 20:57

Espero que não seja estudante de Coimbra. Ainda leva chumbo do reitor Falcão.
Sem imagem de perfil

De Miguel a 18.09.2019 às 19:17

O que é curioso é que, a propósito de bifes, ainda ninguém se lembrou das sábias palavras da Sra. Dona Jonet. A equação -- 7 (em breve 9) biliões de bifes*2/dia + Planeta Terra = x, x = ? -- torná-la-á certamente famosa no mundo inteiro (postumamente, hélas) pela notável presciência do seu dito oracular, à época tão incompreendido.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 21:12

Tão apedrejada foi Isabel Jonet por dizer, há uns anos, que não é possível comer bifes todos os dias...
Se fosse hoje recebia doutoramento 'honoris causa' em Coimbra.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2019 às 15:51

Concordo plenamente. Em contrapartida a universidade de nutricionistas do Porto fez o mais correcto, informou. lançou uma pagina com informação para que todos possamos decidir de acordo com informação cientifica. Mas, convenhamos, nada de novo, nesta ditadura do politicamente correcto todos os dias enfrentamos proibições ou obrigações absurdas que atentam diariamente contra as liberdades individuais de cada um sem qualquer sopro de contestação. Não tarda temos todos que nos subjugar a meia dúzia de pseudo intelectuais, geralmente de esquerda, que acham que são os únicos com capacidade de pensar.
Sem imagem de perfil

De Maria João a 18.09.2019 às 16:45

Ah mas olhe que existe por aqui muito boa gente que diz que ignorância é sabedoria, ou seja tem essa capacidade mas não querem utilizá-la.
É mais "sábio", digamos assim.
Porque pensar pela nossa cabecinha dá trabalho. E muito.
Sem imagem de perfil

De Peregrino a Meca a 18.09.2019 às 16:45

Quer dizer, isto não se está a exagerar um pouco? Vamos la ver, não se trata de uma prohibição. Ninguem impede um estudante de ir comprar um prego e come-lo na universidade. Em França querem fazer comer carne de porco aos muçulmanos, aqui parece que queremos fazer comer carne de vaca mas no nosso caso não deveria ofender a religião de ningem...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 17:22

Está muito enganado. Comer vaca é um sacrilégio para a religião hindu.
Sem imagem de perfil

De Peregrino a Meca a 19.09.2019 às 11:40

Entao trata-se de uma forma de respeito por uma minoria (em Portugal). Os outros podem ir buscar um prego cheio de mostarda industrial
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 20:58

Cuidado com o prego. Ainda leva com o martelo.
Perfil Facebook

De Guglielmo J Marconi a 18.09.2019 às 17:07

E assim chegámos ao século XXI, em que a ecologia tem de ser partidária. 🙄
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 17:12

Não tem de ser. Quando se torna partidária, em vez dar um salto em frente, dá um pulo à retaguarda.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2019 às 17:32

Parece que o lobby do agronegócio fez mais uma angariação. Basta ler um pouco sobre o que instituições como a OMS dizem sobre o consumo de carnes vermelhas (não confundir com as bifas sob o sol algarvio), para estas indignações se tornarem no mínimo ridículas. Obviamente que haverá quem diz que é tudo falso, mas nos dias que correm a ignorância selectiva já roça a estupidez.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.09.2019 às 17:37

Podeis ficar em sossego, Excelência Reverendíssima: irei flagelar-me por ter caído em tentação.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2019 às 17:34

CAMBRIDGE UNIVERSITY SIGNIFICANTLY CUTS CARBON EMISSIONS AFTER TAKING BEEF AND LAMB OFF MENU

ver https://www.independent.co.uk/life-style/food-and-drink/cambridge-university-carbon-emissions-food-beef-lamb-plant-based-a9097656.html
Sem imagem de perfil

De Peregrino a Meca a 19.09.2019 às 17:07

Ah, o bom velho principio Godwin!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2019 às 20:59

Inevitável, quando resvalamos para o proibicionismo.

Comentar post




O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D