Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Com a ortografia eu não brinco.

por Luís Menezes Leitão, em 13.05.15

Parece que hoje é o dia em que tencionam tornar obrigatória a utilização do inenarrável "acordês", que um grupo de ignorantes, que se julgam iluminados, quis impor à força aos portugueses. Pela minha parte tenciono exercer o meu direito de resistência e continuarei a escrever até à morte no português que os meus saudosos professores me ensinaram desde criança. Porque o resultado desta imbecilidade está à vista neste anúncio. O grupo Optivisão agora acha-se "o maior grupo ótico português". Talvez o referido "grupo ótico" devesse saber que, em português, "ótico", como qualquer dicionário lhe pode informar, é respeitante ao ouvido. Se se quiser falar da visão, diz-se antes "óptico". Ora, parece-me que qualquer empresa deveria saber, antes de tudo, a actividade a que se dedica, e não anunciar disparates. De facto, há coisas com que não se brinca.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 13.05.2015 às 11:13

um grupo de ignorantes quis impor à força aos portugueses

Ouvi no outro dia na rádio um dos filologistas que arquitetou o Acordo. O homem era um professor catedrático da Faculdade de Letras. Ignorante não era, certamente.

O Luís M. L. pode não estar de acordo com a nova ortografia, mas é incorreto chamar "ignorantes" aos que a arquitetaram. Eles percebem bem mais da matéria do que o Luís.
Imagem de perfil

De Luís Menezes Leitão a 13.05.2015 às 12:01

É ignorante quem ignora a importância da etimologia das palavras para a ortografia, querendo usar exclusivamente a pronúncia. Mostra não saber o que é de facto a ortografia. E só em Portugal é que isto seria possível. Nenhum outro país aceitaria andar a suprimir consoantes apenas porque não surgem na pronúncia. Os ingleses continuam a escrever "doubt" apesar de não pronunciarem o "b". E os canadianos escrevem "Toronto" apesar de dizerem "Torono". E os franceses quase nunca pronunciam as consoantes finais das suas palavras. "Dupont" e "Dupond" só se distinguem na escrita. Cairia o Carmo e a Trindade desses países se alguém se lembrasse de propor a abolição das consoantes mudas. Só em Portugal, como bem diz o Sérgio Almeida Correia, é que somos absolutamente servis. Inclusivamente ao disparate e à ignorância.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 13.05.2015 às 13:25

É ignorante quem ignora a importância da etimologia das palavras para a ortografia

Disparate. Na generalidade das línguas a ortografia das palavras altera-se. A etimologia, essa, mantem-se sempre. A etimologia é, por definição, estática. A ortografia, tal como a pronúncia, são dinâmicas, mudam.

Vá ensinar os filólogos castelhanos e italianos que "Federico" se deveria escrever "Frederico" para estar de acordo com a etimologia (alemã: Friedrich).

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D