Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cavaco: urge reconstruir o PSD

por Pedro Correia, em 08.10.19

«Como social-democrata com fortes ligações à história do PSD, o resultado obtido pelo partido não pode deixar de me entristecer.»

«A tarefa mais importante e urgente que o PSD tem agora à sua frente é a de reconstruir a unidade do partido e de mobilizar os seus militantes.»

«Trazer ao debate das ideias e ao esclarecimento e combate político os militantes que, por razões que agora não interessa discutir, se afastaram ou foram afastados, como é o caso de Maria Luís Albuquerque, uma das mulheres com maior capacidade de intervenção que conheci durante o meu tempo de Presidente, e muitos outros.»

«Todos são necessários para ir ao encontro dos portugueses, ouvir os jovens, explicar as propostas do partido para resolver os problemas do País e fazer do PSD um partido verdadeiramente nacional.»

 

Reflexões de Cavaco Silva - hoje difundidas - a propósito da hecatombe eleitoral do PSD, que no domingo obteve o pior resultado em legislativas dos últimos 36 anos.

A versão integral pode ser lida aqui.


21 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.10.2019 às 22:49

hecatombe eleitoral !!??? inacreditável de 2011 a 2015...O PSD perdeu 650 000 votos, ou seja, obteve aproximadamente 1 500 000 votos...as autárquicas de 2017 lideradas por Passos Coelho, demonstraram que o PSD continuava a cair a pique e bem a pique, cujo total nacional, obteve aproximadamente 1 milhão de votos...dizer que Rui Rio que obteve 1 400 000 votos foi um hecatombe !!!??? só podem estar a brincar...ou então tem outro nome...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 08.10.2019 às 23:07

Pior resultado eleitoral do PSD em legislativas disputadas neste século.
Pior resultado eleitoral do PSD desde 1983.

Com Rio ao comando, o PSD perde 700 mil votos em relação às legislativas de 2011.
Com Rio ao comando, o PSD baixa de 38,7% para 27,9% em comparação com as legislativas de 2011. Uma quebra de quase 11 pontos percentuais.
Com Rio ao comando, o PSD baixa dos 108 deputados eleitos em 2011 para os 77 que elegeu agora. Menos 29.

Razão tem Cavaco Silva em sentir-se profundamente entristecido.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 08.10.2019 às 23:24

Cavaco não afirmou, um dia, ou seria já tarde? que a ideologia deveria prostrar-se perante a realidade? E eu a pensar que a nossa realidade é sempre uma interpretação do Real. Cavaco nunca foi filósofo. É homem de fraque, da Regisconta
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 09.10.2019 às 12:09

Viva, caro Vorph! Epistemologia à parte!
Um dos grandes problemas da direita portuguesa é ter-se reduzido à Regisconta, atingindo o pináculo quase caricatural com Rio (E note que Rio ainda reduziu mais a realidade a meras contas. Para ele tudo está bem se as contas estiverem certinhas. Pior é impossível.) Nós sabemos que a construção do real tem limites de resistencia que são, regra geral, revelados pelo quid peremptório (o embate com o real)! A interpretação do real não se atém a esses limites, bem sabemos, contudo, utilizando alguns instrumentos poderemos mensurar indícios e reminiscências de fenómenos que demonstram a existências de outros fenómenos!
Eu gosto pessoalmente de Rio, fui apoiantes de Rio. Mas Rio desiludiu-me e abandonou Portugal aos alucinados da esquerda sem esboçar convicção profunda de combater por princípios de virtude e prudência!
Sobre Rio vêem-me as palavras de Torga, abomino os políticos que me deixam a esperança sem argumentos!!
Um bem haja,
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 09.10.2019 às 13:51

Votei Rio, sobretudo para que os outros não cantassem de galo.

Esperando que esteja tudo bem consigo

Abraço
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 08.10.2019 às 23:30

Maria Luís Albuquerque é a mesma, que disse, que o contribuinte português não iria pagar o resgate do BES?

Cavaco é aquele que comprou acções do BPN com a promessa, desta instituição, de as comprar, futuramente, ao dobro do preço? O que pagou durante anos um IMI abaixo do real?

Eu já comprei acções e nunca a entidade emissora me prometeu semelhante "esquema"
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.10.2019 às 02:04

O Sr. Professor saiu do baú de ponteiro em riste e com a régua à cinta.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.10.2019 às 02:47

O BES é um banco sólido e confiável...
O BES não custará um cêntimo aos portugueses...

WW
Imagem de perfil

De João Pedro Pimenta a 09.10.2019 às 02:50

Duvido que Rio Perca o partido agora, quando tem um grupo parlamentar na mão, além de que neste momento dificilmente qualquer outro líder conseguiria muito melhor. Duvido ainda mais que Cavaco, tirando algumas reverências, consiga influenciar grandemente as bases do PDS. Além do mais, Pedro, a esses números de 2011 terias de somar o CDS, provavelmente com mais votos do que agora.
Com a sua capacidade de resistência e alguma sorte, Rio ainda acaba como primeiro-ministro, um pouco como Durão. Há meses acharia isso inverosímil. Agora parece-me bem menos disparatado.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.10.2019 às 08:03

O argumento contrafactual não conduz a lado nenhum, João Pedro.
Os números, neste caso, falam por si. Ou melhor: gritam. Como Cavaco Silva - único político português que conseguiu quatro maiorias absolutas nestas quatro décadas de democracia - bem percebeu.
Insistir no erro, deixando a viatura acelerar com o mesmo condutor ao volante, é ter a garantia antecipada de que a corrida terminará contra um muro.
Se o pior resultado eleitoral do PSD em 36 anos não constituísse sinal de alarme, isso significaria que o partido já se encontrava em estado comatoso.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 09.10.2019 às 18:02

neste momento dificilmente qualquer outro líder conseguiria muito melhor

Evidentemente. Aliás, é por isso mesmo que nenhum (exceto o vaidoso do Santana Lopes, que se considera a si mesmo "imprescindível", como os cartazes do seu partido fizeram questão de nos esclarecer) se candidatou contra Rui Rio à liderança. Porque sabiam que obteriam mau resultado nestas legislativas, fosse como fosse.

Com a sua capacidade de resistência e alguma sorte, Rio ainda acaba como primeiro-ministro, um pouco como Durão. Há meses acharia isso inverosímil. Agora parece-me bem menos disparatado.

Nem mais. Agora a crise económica ainda está a começar. Se Rio tiver sorte, daqui a dois anos o desemprego vai de vento em popa, o BE e o PCP roem a corda ao PS, o governo cai, e o PSD ganha as eleições.

Rio é credível e sério. Eu próprio, que detesto o PSD, considerei seriamete votar nele, por causa de Rio. E creio que não fui só eu.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 09.10.2019 às 09:18

Este Cavaco Silva é inenarrável. Quando é que vai para a reforma de vez e deixa de nos chatear com as suas asneiras? Ele está completamente fora de prazo!
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 09.10.2019 às 10:00

É impressionante ver a quem o Pedro Correia chega a recorrer - a Cavaco Silva - para poder vituperar Rui Rio.
Para o Pedro Correia, aparentemente, qualquer arma contra Rui Rio serve - até Cavaco Silva, de quem o Pedro Correia não é, de forma nenhum, apaniguado.
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 09.10.2019 às 11:41

Críticas de Cavaco a Rio são vitaminas à sua liderança. Funcionam como as críticas de Sócrates a Costa, dão-lhe saúde e alargam-lhe os apoios.
A continuidade de Rio à frente do PSD ganhou um fôlego com estas reflexões que Cavaco entendeu tornar públicas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.10.2019 às 12:39

Se um político que proporcionou ao PSD e à área política que representa quatro maiorias absolutas deixa indiferentes os militantes, então imagino como estes se sentirão "mobilizados" ao escutarem o presidente que acaba de conduzir o mesmo partido a duas grandes derrotas eleitorais em quatro meses.
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 09.10.2019 às 21:29

Cavaco Silva nos seus dois mandatos presidenciais conseguiu manter uma trajectória regular de perda de popularidade, e isso aplica-se especificamente aos seus apoiantes. Às vezes estar calado é a melhor forma de parecer inteligente e ele fez isso durante a sua travessia do deserto.
As lamurias sobre os seus rendimentos, o episódio das escutas e para finalizar as declarações sobre a solvabilidade do BES, entre outros episódios menores, deixaram incrédulos os seus apoiantes, grupo de fiz parte.
Senilidade é a explicação mais simpática para tanta argolada. As declarações que refere são de alguém que ficou senil há uma mão cheia de anos atrás. Se ele critica Rui Rio... epá temos então de no mínimo lhe dar o benefício da dúvida.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.10.2019 às 21:42

Cavaco diz o que muita gente da área do PSD pensa.
Incluindo os 700 mil portugueses que deixaram de votar no PSD.
Rio é um fracassado. Conduziu o partido em Maio ao pior resultado de sempre do PSD em eleições europeias: 21,9%. Conduziu o partido em Outubro ao pior resultado do PSD em eleições legislativas desde 1983: 27,9%.

Se isto é ser "senil", há largos milhares de portugueses atingidos igualmente pela senilidade.
Só Rio, pela mesma lógica, estará são de espírito. Mas ninguém diria, ao ouvi-lo celebrar alegremente, na noite de domingo, a pesadíssima derrota eleitoral.
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 09.10.2019 às 12:17

Preferia, caro Pedro Correia, que o Cavaco tivesse citado o Miguel Morgado!
Porque afasta Rio, o Miguel Morgado!? Que dizer de um líder partidário que prefere rodear-se de um Hugo Carvalho ou uma Aline Fraga!?

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D