Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Blogo, logo existo

por Pedro Correia, em 31.12.13
Dizia John Donne, na magnífica frase que Hemingway inscreveu no pórtico de Por Quem os Sinos Dobram, que nenhum homem é uma ilha. Pois não. Convém lembrar esta verdade elementar em tempo de progressivo isolamento, numa altura em que a solidão é talvez a mais grave doença que se abate sobre o mundo "desenvolvido" que habitamos.
Comunicar, como aqui fazemos dia a dia, é um poderoso exercício contra a solidão. E é precisamente a pensar nisto que aqui deixo, em jeito de balanço do ano que agora acaba, uma menção a companheiros da blogosfera que fui lendo ao longo destes meses. Concordando com muitos, discordando quase sempre de outros. Mas todos eles me reforçam a sensação de que não nascemos para ser ilhas: devemos continuar a travar um combate diário pela comunicação. Pensemos o que pensarmos, gostemos do que gostarmos.
Aqui fica a extensa lista desses bloguistas, para além de quem partilhou o percurso comigo no DELITO DE OPINIÃO, o que é outra forma de lhes expressar o meu agradecimento como leitor. E de esperar que em 2014 tenhamos muito mais para dizer.

 

Abel Rosa

Adelino Cunha 

Afonso Azevedo Neves


80 comentários

Imagem de perfil

De Zélia Parreira a 03.01.2014 às 12:07

Um abraço, Pedro, e um imenso agradecimento pelas pontes que estende todos os dias. O tempo e afecto que investe na construção e defesa de um lugar onde a liberdade de expressão é palavra de ordem são dignos de registo e, em boa verdade, uma luta da qual todos retiramos proveito.

Figurar nesta lista é uma grande honra, acredite. Um abraço e Saudações Leoninas!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.01.2014 às 13:32

Não tem que agradecer, Zélia. Sempre achei que não fazia sentido estar na blogosfera sem afectos. Que vão sendo tecidos ao longo de leituras muito diversificadas.
Desejo-lhe um ano cheio de boas notícias, desde logo no plano pessoal. E sem esquecer o desportivo. Calorosas saudações leoninas.
Sem imagem de perfil

De João Pedro a 03.01.2014 às 16:32

Já entrados em 2014, desejo que o Pedro continue o seu percurso como até agora, e que mantenha essa persistência de escrita durante muitos e muitos anos. Quanto às demais coisas, espero que tenha um ano bom, dependendo da perspectiva pessoal (no caso da bola, por exemplo, espero que a classificação do seu clube fique um pouco mais abaixo, embora depois de tantas desilusões com meu Benfica já me contentasse com a Taça do Jamor). Um abraço.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.01.2014 às 21:56

Clubismos à parte, meu caro, desejo-lhe um bom 2014. E espero continuar a lê-lo também - este ano e muitos anos mais.
Um abraço.
Imagem de perfil

De João Ferreira Dias a 03.01.2014 às 16:47

Da minha parte só posso agradecer não apenas a referencia mas acima de tudo a coragem de continuar contra a corrente neste universo de nostalgia que já são os blogues.
um abraço
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.01.2014 às 21:57

Nada se perde, tudo se transforma. Na blogosfera também.
Votos de bom 2014. Um abraço.
Sem imagem de perfil

De Cristina Torrão a 03.01.2014 às 18:42

Só hoje aqui cheguei.

Obrigada e um bom 2014, cheio de saúde e... vitórias leoninas :)

Beijinho
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.01.2014 às 22:02

Brindo a isso. E retribuo o brinde, caríssima Cristina.
Saudações leoninas, sempre.
Sem imagem de perfil

De Ana Mendes da Silva a 03.01.2014 às 23:51

Muito obrigada, Pedro Correia, pela referência, através do meu nome, ao projecto Português de Facto.

E um outro enorme obrigada por nunca desistir nesta batalha contra o desmembramento da língua portuguesa.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.01.2014 às 11:48

Eu é que lhe agradeço o dinamismo, o entusiasmo e a energia que têm movido tantos obstáculos, Ana. Tenha um bom 2014. E que nunca lhe esmoreça o ânimo na continuação desta justa luta.
Imagem de perfil

De Fernando Lopes a 05.01.2014 às 15:32

O "Delito" representa, na minha humilde opinião, poiso recomendável de conservadores inteligentes e críticos. Estando muitas vezes nos antípodas políticos do blogue, reconheço-lhe a inteligência, tolerância, abertura de espírito, capacidade crítica e a urbanidade de quem tem mundo. Desejo-lhe - e ao blogue em geral - os maiores sucessos. É bom podermos discordar de forma inteligente e civilizada.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.01.2014 às 20:17

Obrigado pelas palavras que aqui deixa, Fernando. Votos também de sucesso para o Diário do Purgatório, que merece sempre ser lido com atenção.
Imagem de perfil

De Otília Martel a 05.01.2014 às 23:15

Cruz, Virgem, Santíssimo... mas que grande listagem de "nomes sonantes" eheh :)

E eu que comecei a ler atraída pela referência a John Donne, esse grande poeta que gosto de ler...

Bem... mas como não era a postagem esperada, deixo aqui um poema dele, com o desejo que 2014 seja... blá, blá, blá...

"Uma Prelecção Sobre a Sombra"

Fica quieta, e eu te farei uma prelecção
Amor, sobre a filosofia do amor.
Estas três horas que gastámos,
Caminhando até aqui, duas sombras,
Nos acompanharam, produzidas por nós próprios.
Agora, o sol está a pino sobre a nossa cabeça
Nós pisamos essas sombras,
E todas as coisas se reduzem à ousada claridade.
Assim, enquanto o nosso jovem amor crescia,
Máscaras e sombras se retiravam
De nós, e de nossos cuidados; mas agora mudou.

Não atingiu o seu grau mais elevado o Amor
Que se preocupa ainda com o medo de ser visto.
A não ser que o nosso amor se detenha nesta pausa de meio-dia,
Novas sombras criaremos quando do regresso.
Como as primeiras foram feitas para cegar
Os outros, estas que vêm por detrás
Irão agir sobre nós próprios, cegando nossos olhos
Uma vez nosso amor desfalecido, declinando para oeste,
Falsamente, tu para mim as tuas
E eu para ti as minhas acções, disfarçaremos.
As sombras da manhã ir-se-ão dissipando,
Mas estas alongar-se-ão por todo o dia:
Oh, como é curto o dia do amor, se o amor se esvai.
O amor é uma luz crescente e constante, ou em constante plenitude,
E o seu primeiro minuto depois do meio-dia é já noite.

(Poema de John Donne in Poemas Eróticos,
a págs. 179, tradução de Helena Basbas)



Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2014 às 11:53

Mas que bela prenda de aniversário. Tenho mesmo de retribuir assim
Sem imagem de perfil

De José Moura Pereira a 06.01.2014 às 17:09

Caro Pedro Correia, é enorme a honra de poder falar com uma das pessoas que mais gosto de ler. Só por muita bondade sua, com toda a certeza, é que se dá ao trabalho de ter sempre uma palavra mesmo quando os comentários não fazem justiça à qualidade da sua escrita.
Deus lhe pague
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.01.2014 às 22:28

Meu caro, deixou-me sem palavras. Desejo-lhe um ano de 2014 inteiramente à medida do que deseja. Um forte abraço deste confrade da blogosfera, seu leitor atento.
Imagem de perfil

De Ana Gabriela A. S. Fernandes a 16.01.2014 às 15:53

Pedro

Com duas semanas de atraso por ausência devido a fortes motivos, aqui lhe deixo o meu agradecimento pela amabilidade de me considerar na lista dos bloguistas com que comunica. Gostei muito da forma como coloca a importância da comunicação hoje. "Comunicar", o grande desafio actual.
Aqui deixo igualmente votos de um Bom Ano para o Delito de Opinião, que continue a desafiar-nos e inspirar-nos.
E também aqui deixo um lembrete sobre a sua promessa, de continuar a história do cinema na sua perspectiva muito pessoal.
Um grande abraço!
Ana
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.01.2014 às 16:07

Chega sempre a tempo, Ana Gabriela. Retribuo os seus votos de bom ano, esperando que "comunicação" seja também para si uma das palavras-chave de 2014.
A série a que faz referência, e que não cheguei a completar noutro blogue, será retomada muito em breve aqui no DELITO, revista e aumentada. Assim o farei, com todo o gosto, esperando tê-la como (re)leitora regular.
Um abraço amigo.

Comentar post


Pág. 4/4



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D