Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Banho de ética" ameaça dilúvio

por Pedro Correia, em 15.03.18

 

301dbebb7e6a008da19affe81c8f8cb1[1].jpg

 

«Se há coisa de que Portugal hoje precisa é de um banho de ética»

Rui Rio, enquanto candidato à liderança do PSD, a 11 de Outubro

 

 

25 de Janeiro: Ministério Público investiga negócios da Câmara de Ovar, presidida por Salvador Malheiro, director da campanha de Rio entretanto designado vice-presidente do PSD.

 

19 de Fevereiro: DIAP de Lisboa investiga gestão de Elina Fraga enquanto bastonária da Ordem dos Advogados, na sequência de uma auditoria. Actual vice-presidente do PSD é suspeita de eventuais incumprimentos do Código da Contratação Pública e de violação dos estatutos da ordem.

 

13 de Março: Procuradoria-Geral da República manda abrir um inquérito ao caso da informação falsa no currículo de Feliciano Barreiras Duarte, novo secretário-geral do PSD.

Autoria e outros dados (tags, etc)


32 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 15.03.2018 às 10:38

Portanto: três investigações em curso. Mas, até agora, ninguém foi acusado de nada.
Recordemos que, recentemente, o Ministério das Finanças também foi alvo de investigação. Mas a investigação não deu em nada (a não ser que o Ministério Público ficou da posse do conteúdo de todos os computadores e de todos os emails desse Ministério - uma situação assaz melindrosa). Foi só fumaça, como soi dizer-se.
Recordemos também que, como Rui Rio recentemente recordou, durante o tempo em que ele foi presidente da Câmara da Porto ele foi permanentemente arguido em algum processo (e geralmente em mais do que um). E que, a determinado momento, seis dos vereadores dessa Câmara eram arguidos. No final, tudo acabou por dar em nada.
Portugal tem um Ministério Público muito ineficiente. Farta-se de investigar, farta-se de alardear as suas investigações, mas no fim nunca consegue obter nada. A não ser lama lançada para cima dos outros.
O Ministério Público português é como uma ventoinha a espalhar merda.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2018 às 14:45

Tal e qual. O MP é isso mesmo, uma nulidade. Investiga mal, acusa mal e arquiva mal por não querer investigar. Mas ganham bem.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.03.2018 às 15:00

Eh pá, um corajoso anónimo. Veio picar o ponto. Hoje ainda não tinha aparecido nenhum.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2018 às 15:49

Infelizmente, tenho de me manter anónimo. Estou aqui cagado de medo com o gabinete de crise do benfica e, nunca se sabe, se me foge a boca para a verdade, ainda sou alvo de processo, perseguição e "fogueira com ele" por parte do patrão do Pedro Guerra, do Paulo Gonçalves e de não sei quantos árbitros, o tal primeiro ministro orelhudo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.03.2018 às 17:55

Credo. Mantenha-se incógnito, homem.
Sem imagem de perfil

De JQ a 15.03.2018 às 16:03

"Mas a investigação não deu em nada (a não ser que o Ministério Público ficou da posse do conteúdo de todos os computadores e de todos os emails desse Ministério - uma situação assaz melindrosa)".

Só queria relevar este parágrafo por me parecer muito pertinente.
Sem imagem de perfil

De jo a 15.03.2018 às 11:59

Confirma-se: O PSD é português
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.03.2018 às 14:45

Nenhuma dúvida quanto a isso.
Sem imagem de perfil

De jj.amarante a 15.03.2018 às 12:30

Frequentemente, quando uma nova equipa chega ao poder, descobrem-se alguns problemas potenciais que umas vezes são mesmo problemas outras vezes não. É uma situação normal decorrente de escrutínio sobre vidas de pessoas até então pouco escrutinadas. O caso mais gritante que me lembro foi o do PRD, quando elegeram deputados era cada cavadela sua minhoca. Falar muito em ética no início dum ciclo tem os seus riscos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.03.2018 às 14:46

Nada mal lembrado, esse precedente do PRD. Que teve o desfecho que sabemos.
Como dizia o outro, "quando oiço falar em ética, levo logo a mão à algibeira."
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 15.03.2018 às 14:37

Parece que, junto do autor deste artigo, também já fez escola a confusão entre investigação e condenação.

A questão do currículo do vice-presidente, mesmo não sendo um crime, é extremamente embaraçosa para o próprio e por arrasto para o psd.
Também a escolha de Negrão não foi lá grande coisa, não porque haja oposição interna, é mesmo a fraca qualidade do próprio.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.03.2018 às 14:47

Nenhuma confusão entre investigação e condenação. Era o que faltava.
Em que se fundamenta você para alegar isso?
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 15.03.2018 às 15:18

Todo o artigo aponta para isso: da ética e da falta dela porque se está a ser investigado.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.03.2018 às 17:47

Investigado, pois. Nunca a palavra condenado é usada. Ou condenada, no caso de Elina Fraga.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2018 às 15:01

É que, consensual no PSD, só mesmo o PR. Toda a gente está de acordo que o gajo lhes comeu as papas na cabeça.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.03.2018 às 17:53

Comer papas será delito?
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 15.03.2018 às 19:22

Depende das papas!

As de Sarrabulho são um pecado
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2018 às 16:00

Fulcro da questão: "não é crime", e enquanto não for crime a bandalhiçe continua, isto é uma enorme falta de respeito por todos nós, no limite aqueles fulanos a quem pagamos para nos representarem só estão lá porque fazem trafulhices. Aliás é um atentado à dignidade de quem estuda e se esforça, as teses já são uma bosta porque são baseadas nos CV e depois ainda mentem sobre as coisas. Vão todos badamerda! Criminalização de falsos dados nos CV, já!
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 15.03.2018 às 19:20

Sem imagem de perfil

De Vigia Coelhos a 15.03.2018 às 15:03

Nada a apontar.
Lembre-mo-nos de que não há muito tempo, tivemos um 1º ministro que confessou não ter pago as suas obrigações para com a Segurança Social, por mero esquecimento. Isto, entre outras coisas que não pagou e que preferiu esquecer, perante as diversas perguntas que lhe fizeram.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 15.03.2018 às 19:27

Pedro, atenção à dramaturgia do texto.
Traço - pode indicar pausa, com o objectivo de dar intensidade ao diálogo
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2018 às 17:53

Lembre-mo-nos????
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2018 às 17:53

Lembre-mo-nos ????
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 15.03.2018 às 19:28

Cá em cima diz-se: Biba ! ( Viva em português mouro)
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 15.03.2018 às 19:29

O Rio é um São Tinho
Imagem de perfil

De Supressor de Som a 15.03.2018 às 19:33

O banho de ética prometido por Rui Rio, está, por estes dias comprometido.
Três situações díspares, todas elas com possíveis implicações penais.
Ainda assim, não sendo a mais gravosa, a situação de Feliciano Barreiras Duarte é preocupante.
Isto porque mesmo que o episódio em causa não venha a ter qualquer implicação penal, eticamente é bastante elucidativo de uma conduta que se vem repetindo no meio politico vezes demais.
É bem demonstrativo que, como se costuma dizer " já não é defeito é feitio"... e mau!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.03.2018 às 10:34

E ainda acreditam nestes Santos da ética?, isto é só para inglês ver.
Nenhum merecesse confiança.Qual confiança?, deviam ter todos vergonha.
Não passam de um insulto para o Povo Português.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.03.2018 às 11:06

já ninguém se lembra o que um "grande politico" disse sobre a ética, cito " a ética está na lei".

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D