Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Assis tinha razão

por Pedro Correia, em 13.07.18

No fundo, Augusto Santos Silva vem dizer agora o que Francisco Assis já dissera em 2015: há incompatibilidades genéticas entre os parceiros da geringonça. Face aos compromissos europeus e à gestão das finanças públicas, pedras angulares de qualquer governação.

A grande alteração de contexto é a perda gradual e constante do PS nas intenções de voto, confirmada a cada sondagem de há um ano para cá. Felizmente para António Costa, existe  Rui Rio - sempre incapaz de lhe fazer uma crítica, sempre pronto a amparar-lhe a queda.


34 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.07.2018 às 16:20

Desapareceram ou foram substituídos por outros?
Em França os antigos militantes do PS desertaram em massa para o partido de Macron. O povo francês estava farto de Hollande e então resolveu votar no candidato ideologicamente mais próximo de Hollande.
Em Espanha parte do eleitorado do Podemos vem de antigos eleitores do PSOE.
Na Grécia o PASOK desapareceu dando lugar ao Syriza, que é mais troikista que a Troika e mais passista que o Passos Coelho.
No Reino Unido, o Labour Party tem defendido os interesses do povo britânico e graças a isso tem estado na frente nas sondagens. Se é verdade que já não ganham uma eleição há 13 anos, também é verdade que recuperaram grande parte da sua popularidade desde que Jeremy Corbyn foi eleito líder. A popularidade de Corbyn não pára de aumentar para infelicidade dos defensores do status quo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 13.07.2018 às 17:09

Corbyn é o megavencedor nas sondagens.
Pena o partido dele não ganhar uma eleição geral no Reino Unido desde 2005.
Ele próprio foi derrotado há um ano por Theresa May.
Mas, mesmo derrotado, continua a ser o campeão nas sondagens.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.07.2018 às 18:45

O Syriza ganhou as últimas duas eleições gregas com grande vantagem sobre o partido denominado "Nova Democracia". Hoje só tem metade dos votos que teve nessa altura. Não vá, por aí, Pedro Correia. Eu sei que ódio a Corbyn é grande por parte dos defensores do sistema, mas há que encarar a realidade.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.07.2018 às 00:00

Mal ou bem, o Tsipras ganhou eleições legislativas. Corbyn nunca ganhou.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D