Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Aqua alta

por Paulo Sousa, em 14.11.19
O debate já tem várias décadas, mas a conclusão é clara. O aquecimento global levará ao desaparecimento das principais cidades costeiras e obrigará ao deslocamento de milhões de pessoas.
 
A única forma de interromper, ou pelo menos atrasar, o anunciado fim do mundo passa por:
1 - comprar um carro de mais de 50.000€ equipado com baterias de litio, explorado nos Andes
2 - acabar com o consumo desenfreado do sistema capitalista
 
Quem tiver dúvidas desta verdade já confirmada por 5.500 cientistas (escolhidos um por um de acordo com as suas convicções climatéricas) veja com atenção o que está a acontecer em Itália:
 
Veneza está alagada!!


Imagem Wikipédia do inverno de 1966

 
Tenham medo!! Buuuu!!!
 
PS: Qual terá sido a explicação para este fenómeno em 1966?


36 comentários

Sem imagem de perfil

De Francisco a 14.11.2019 às 21:42

Muito bem visto. Ainda havemos de nos lamentar pela falta de CO2, falta essa que causará o definhamento da agricultura e das florestas...
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 14.11.2019 às 23:16

Falta de co2 não direi, mas a falta de um neurónio ou dois já se está a fazer sentir.
Sem imagem de perfil

De Miguel a 15.11.2019 às 08:47

Como se já não bastassem as temperaturas (Kelvin) negativas, com postais destes é o conceito de cérebro com um número negativo de neurónios que se revela pertinente.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.11.2019 às 13:08

Avaixo o binho;
avaixo a cerbeja;
avaixo a aguardente,
avaixo a vodka;
avaixo o john walker (grande amigo do cenourinha que é amigo do Santana);
avaixo o queijo;
...
essas terríveis fontes de produção de CO2 que destroem os proletários e enriquecem os do costume - os miseráveis capitalistas e o estado com quem partilhamos.

Avaixo ...

Smoreira
Sem imagem de perfil

De Bea a 14.11.2019 às 22:51

Não sei qual seja a explicação. Mas é fora de dúvida que a Praça de S. Marcos é um lugar de beleza inigualável. Por tudo mas mesmo tudo, a beleza natural e a criação humana encontraram-se ali, ambas fiéis a um mesmo ideal. Como é fora de dúvida que a cheia não dá saúde a nenhuma das obras de arte que ali estão e são tantas que não consigo enumerá-las.
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 14.11.2019 às 23:14

A beleza que da necessidade levou ao arrojo, e daí à criação de algo único e desafiante da lógica de então e das crenças de agora.
Sem dúvida um sítio a revisitar antes do fim do mundo.
Sem imagem de perfil

De Bea a 15.11.2019 às 06:43

:)).
Talvez eu não a revisite. Mas a harmonia que ali se respira é indescritível. Que pena haver gente que desconhece a Praça de S. Marcos, o embalo doce das gondolas paradas e quase adormecidas, as ilhas iluminadas no dia que vai fechando portas, a dolência das primeiras orquestras pairando sob as cúpulas, os cavalos de Alexandria tão vivos e em fogosa alegria que apetece sofreá-los. E aquele extraordinário relógio. E tudo o mais que a praça guarda e mostra.
Bom dia.
Sem imagem de perfil

De JPT a 15.11.2019 às 10:25

Isso se for às 6 da manhã, naturalmente. E, de preferência, em Novembro ou nas semanas a seguir ao Carnaval. De resto, uma pessoa está mais à vontade na Estação de Metro do Marquês às 18h00.
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 15.11.2019 às 21:49

O sossego também possível nas épocas de aqua alta, sem turistas portanto.
Sem imagem de perfil

De Bea a 16.11.2019 às 22:25

Digo-lhe que, caso queira a praça deserta para fotografar, no verão, tem de ser às cinco da manhã. Mas eu não preciso da praça deserta, basta-me o movimento normal de qualquer praça. E isso terá depois das sete, quando as luzes começam a acender e as pequenas orquestras dos restaurantes iniciam o percurso nocturno. A essa hora mágica do entardecer, a noite já a debruçar-se sobre Veneza, não há muita gente a olhar as ilhas, as gondolas e o rasto roxo do sol a debruar cúpulas de basílicas e palácios. Há muito chamariz para turistas na Veneza nocturna. E, acredite ou não, isto que digo não interessa à maioria. Mas é espectáculo magnífico.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.11.2019 às 00:31

Pois, é nitidamente uma acção concertada para acabar com o sistema capitalista.
É ver o pacto social das empresas de energia renovável e aparece lá gente ligada ao esquerdismo internacional.
Isto do lítio é para arruinar o petróleo árabe/americano.
Os arquitetos de Veneza foram uns grandes nabos, mais ano menos ano as construções começavam a enterrar-se e a água logicamente subiria. Demorou uns séculos, mas tinha que ser assim.
Amesterdão irá pelo mesmo caminho, ou quase toda a holanda.
Grandes nabos todos estes arquitetos.
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 15.11.2019 às 08:54


Sobre o que penso sobre as mudanças da crosta terrestre pode ler o texto linkado.
Registo também a alteração ao método científico, agora inclui a expulsão de todos quantos hereticamente discordam das conclusões devidas.
Sobre as cheias de 66, gostava de ler um jornal da época para encontrar o enquadramento religioso de tal fenómeno.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 15.11.2019 às 09:29

Meu caro, imagine que há um médico que acredita ser o acesso cirúrgico, ideal, para uma colecistectomia, feito pelas costas. A coisa até corre bem. Sabe o que é que acontecia ao médico? Suspensão. Se persistisse, expulsão. Má prática, como má prática haver por aí uns tipos pagos a petrodólares, afirmando o contrário do defendido pelos cientistas, investigadores, das melhores faculdades/instituições mundiais. Diga - me uma faculdade, instituto de referência, que afirme não haver influência humana nas alterações /aquecimento global. Diga uma! Mas como a solução passa por mudar os hábitos de consumo, aqui d'el rei, são comunas. E é assim. Tempos estranhos, estes, em que a opinião de cafeteiros prevalece. Oxalá não sofra da vesícula

Report details how ExxonMobil and fossil fuel firms sowed seeds of doubt on climate change

https://www.google.com/amp/s/www.latimes.com/environment/story/2019-10-21/oil-companies-exxon-climate-change-denial-report%3f_amp=true
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 15.11.2019 às 10:00

Quem lhe garante que o LA Times não está para a nova religião do aquecimento global como o Público está para as questões de género?
Se quiser acreditar que a campanha de descredibilização funciona exclusivamente contra os fiéis da nova religião então boa sorte.
Não acha piada quando um vizinho compra um Tesla de 60.000€, que vem todo embrulhadinho em preocupações ambientais, mas de facto o que ele está é apenas a mostrar que a vida lhe financeiramente corre bem? Os antigos diziam que o diabo tem muitas caras, e neste caso podemos adaptar sendo agora o capitalismo a fazer de diabo. Ele também tem muitas caras, até se veste de carro electrico. E quem não compra carro electrico não é amigo dos ursos polares.
Acha mesmo que são os comunas que estão por trás desta mudança de hábitos? Talvez quem tenha o perfil sociológico/psicológico idêntico ao dos comunas de outrora esteja agora na batalha contra a mudança climatérica, porque isso pode servir para destruir a ordem actual e abrir a porta a um mundo novo composto pelo novo homem novo. Aposto nisso.
Sobre a saúde da minha vesícula, agradeço-lhe os votos e devolvo-lhe a simpatia mas alargada aos demais componentes.
Um abraço
Sem imagem de perfil

De Miguel a 15.11.2019 às 11:29

Um carro com mais de duas toneladas NÃO está carregado de preocupações ambientais - está a fazer "green washing".

Quem nos garante que a Terra não está imóvel no centro do universo, ou que os homens pisaram mesmo a Lua? A cada um a liberdade e os prazeres que lhe proporcionarem as convicções epistémicas ao seu alcance: sabeis que um calhau ali no chão existe mesmo porque sois capaz de lhe dar um xuto e um pontapé. Sede optimistas, isso já é um começo.
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 15.11.2019 às 21:53

Eu, que em minha casa é muito raro ter razão, arrisco-mo a acreditar que os terraplanistas são uns gananciosos ávidos em facturar visualizações no Youtube.
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 16.11.2019 às 10:24

Um grande bem haja de alento, caro Paulo Sousa, pela coragem! Vivemos tempos mui perigosos para a busca da verdade! Temo que, no final deste capítulo, a grande vítima seja a ciência básica. Perderemos todos pela rendição à infantilidade!! Querendo aplacar a histeria dos místicos, a quem seguem os nossos adolescentes, alimentamos o seu deslumbramento pelo poder e depois, mais tarde, será mais difícil recentrar a vida colectiva na sanidade do interesse comum. O parto, do ressurgimento civilizador, será sempre mais violento. Há quem se entenda capaz de dominar as bestas pelo logro e apascentamento!!
Eu sempre desconfiei muito da condescendência!! Não sei!!
U grande bem haja,
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 16.11.2019 às 19:17

Caro Justiniano,
Não é boa ideia querer tapar um buraco redondo com uma tampa quadrada, mas não há nada que uma marreta e alguma insistência não se resolva. O Aquecimento Global, que quando toca a nevões muda de nome para Alterações Climatéricas, comprova-se cientificamente recorrendo ao método da marreta.
O mundo, nas suas diversas facetas, nunca avançou e evoluiu de uma forma constante e regular. A seguir aos avanços seguiram-se retrocessos. É isso que está a acontecer a esta 'ciência' feita de fé e de certezas absolutas e anteriores ao teste das respectivas teorias.
No fundo não posso deixar de me sentir optimista e entusiasmado só de pensar nos avanços científicos que se seguirão a este período idiota e desmiolado. Vai ser altamente.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.11.2019 às 17:51

A Política é a única religião que nos diz que consegue controlar o clima.

Note-se que a "ciência" que aparece é a que é vetada pelos Jornais, ou seja pela Política. A outra está ignorada.

Se isto acontecesse outra vez a maior parte diria que tinha sido por culpa humana:

https://en.wikipedia.org/wiki/Great_Storm_of_1703

O que mostra o estado de manipulação em que estão as pessoas hoje. Pior que há 2-300 anos..


Há uns anos o colestrol era mau hoje já há o bom e o mau...
Problemas de replicação nas ciências são graves, mesmo a Física suposta ciência séria está a auto mutilar-se entrando em teorias que são impossíveis de comprovar. Ninguém fala em replicação nas ciências do clima, porque nem sequer existe...

O que devemos perguntar é se estamos a assistir ao fim da confiança na Ciência Teórica. Restando só a Prática para podermos confiar.

lucklucky
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 15.11.2019 às 21:56

"Daniel Defoe thought it was a divine punishment for poor performance against Catholic armies in the War of the Spanish Succession"
in Wikipedia

A história repete. A religião é que mudou.
Sem imagem de perfil

De Francisco a 15.11.2019 às 23:17

Caro Sr. Volph Valknut
Envio uma curta lista de várias dezenas que tenho compildasa de cientistas, professores, políticos que são anti-alarmistas em relação às chamadas alterações climáticas, enfatizando que, no essencial, é a Mãe Natureza que produz essas "maldades".
• Dr. Don Easterbrook
• Ivar Glaever (Nobel da Física)
• Patrick Moore (fundador do GreenPeace)
• Praegus University
• Roy Spencer
• Bob Carter
• William Happer
• Murry Salbi
• Matt Ridley (Science writer)
• Tim Ball
• Nir Shaviv
• Freeman Dyson
• Prof. Weiss
• Global Warming Petition Project - Global Warming: 31,487 Scientists say NO to Alarm
• Fred Goldberg
• Art Robinson
• Marc Morano
• Senador Malcom Roberts
• Prof. Judith Curry
• Walt Meyer (NASA)
• Nathan Kurtz (NASA)
• Roger Pielke
• Lawrence Krauss (Physicist)
• Prof. Molion (Brasil)
Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 16.11.2019 às 09:11

Obrigado, Francisco.
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 16.11.2019 às 10:00

Falta aí o R. Lindzen!! Talvez o mais influente e, simultaneamente, o mais odiado pelos sociologistas do clima!!
Um bem haja,
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 16.11.2019 às 19:20

Sociólogos do clima é uma excelente expressão. Vou guardar para usar mais tarde.
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 16.11.2019 às 10:11

O Patrick Moore explica muito bem a forma como o movimento ambientalista foi sequestrado pelos adoradores de bruxas.
O William Happer, sempre!! Um grande divulgador de ciência, um seríssimo cientista e um divertidíssimo orador, talvez por isso seja tão demonizado pelos sagradores de borregos!!
Um bem haja,
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 16.11.2019 às 09:58

Calma caro Vorph, as universidades e instituições não têm opinião, têm quem lhes empreste opinião.
A questão não é, naturalmente, a da influencia humana, ou animal já agora. De boa fé saberá que tal não é uma questão (qualquer fenómeno físico, mesmo quântico, influi em outros fenómenos físicos cuja causalidade foi por esse outro fenómeno colocado em marcha).
A única questão relevante é a da dimensão antropogénica a qualquer alteração à dinâmica climática. E especialmente o do ciclo do carbono proveniente das actividades humanas.
Se estiver verdadeiramente interessado poderá contrapor ao tal consenso, em que parece acreditar, a opinião de alguns reputados cientistas que assinam os seus trabalhos individualmente e poupam-se a proclamações e manifestos em defesa do planeta, o que quer que isso seja ou signifique!! Comece, talvez, por R. Lindzen!
Um bem haja,
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 16.11.2019 às 10:35

Caro Vorph, o exemplo médico é uma falácia empoeirada! As regras, legis artes, não têm nada que ver com a ciência, como bem sabe o caro Vorph. São regras técnicas, consagradas como método convencional fundado por múltiplas razões (técnicas, económicas, humanistas, estatísticas...) com a cobertura da lei na prática de actos médicos!! (Será similar às regras técnicas de engenharia estrutural para edificações e transformação de materiais)
A ciencia está muito antes disso, e o método não é, graças a Deus, declarado por decreto! Valha-nos isso, por enquanto!!
Um bem haja,

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.11.2019 às 08:07

Muito bom dia.
Sim, alguma falta de neurónios.
Quanto a 1966, obviamente,.... BRUXEDO,... he,...he...he...
António Cabral
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 15.11.2019 às 21:59

Só falta meter o Harry Potter ao barulho para se fechar o círculo.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 15.11.2019 às 08:22

Não estraguem a (boa) vidinha dos pais da Greta!
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 15.11.2019 às 22:01

Não diga isso. A miúda nasceu com uma deficiência.
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 15.11.2019 às 14:58

A salvação está no carro eléctrico
(excepto naquelas terreolas onde querem tirar lítio)


https://www.carbonbrief.org/factcheck-how-electric-vehicles-help-to-tackle-climate-change
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 15.11.2019 às 22:06

Viu os Prisioneiros de Shawshank?

A salvação é outra:

https://www.youtube.com/watch?v=h4Wvj2_SXZA
Imagem de perfil

De Paulo Sousa a 16.11.2019 às 21:16

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/inundacoes-em-veneza-fogos-na-australia-peste-na-china-o-que-tem-em-comum_n1185739

A RTP deixou para trás o facto que confirma em definitivo a teoria: A chave da porta da minha cozinha desapareceu!!

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D