Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Aprender como (não) se faz

por Pedro Correia, em 31.03.20

20200329_135247-1.jpg

20200331_114151-1.jpg

 

Os exemplos devem vir de cima. Mas convém que os espanhóis duvidem das boas práticas daqueles que pretendem pastoreá-los. Como se não bastasse haver três membros do Governo infectados com o coronavírus, além da própria mulher do presidente do Executivo, agora até o director do Centro de Coordenação de Alerta e Emergência Sanitária, Fernando Simón, ficou de quarentena por ter sido declarado portador de Covid-19

Vários dos habituais protagonistas das conferências de imprensa diárias sobre a pandemia emitidas a partir do Palácio da Moncloa têm revelado inoportunos assomos de tosse. Pior ainda: por vezes esquecem-se por completo de cumprir as normas sanitárias que eles mesmo proclamam. Aconteceu com o director-adjunto da Polícia Nacional, José Ángel González, que no domingo começou a tossir e de imediato reagiu como a imagem documenta.

Hoje aconteceu o mesmo, também na Moncloa, ao general Miguel Villarroya, chefe do Estado Maior do Exército. Confirma-se: os maus hábitos são contagiosos do lado de lá da fronteira.

Já recomendava o Frei Tomás: façam o que ele diz, não façam como ele faz.

 

ADENDA, às 23.30: José Ángel González, submetido ao teste do coronavírus, acusou positivo. Outra baixa no combate em Espanha. E motivos acrescidos de preocupação a quem estava com ele quando tossiu repetidamente no Palácio da Moncloa. 


28 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.03.2020 às 11:54

de acordo com a wikipédia (parece-me ser uma fonte tão boa como qualquer outra para analisar nos números da pandemia...) no dia 8 de março Espanha tinha 674 infectados com o novo coronavirus, esse foi um dia de festa e celebração com milhares de pessoas na ruas por causa do dia da mulher. 6 dias depois, no dia 14, o número de infectados era 6391.

Portugal no dia 18 de março atingiu o número de 642 infectados. já há dois dias que muitos portugueses estavam isolados e nesse dia o Presidente da República declarou o estado de emergência. ontem, dia 30, 12 dias depois, atingimos o número de 6402 infectados.

isto pode significar muita coisa ou coisa nenhuma, o futuro dirá.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 31.03.2020 às 16:19

Pode significar que sem as medidas de contenção e emergência haveria grande probabilidade dos casos registados serem muito superiores.

https://www.google.com/amp/s/www.dinheirovivo.pt/economia/diario-matematico-excelentes-noticias-e-a-maldita-cautela/%3famp=1
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2020 às 18:36

Acredito que sim. É bem provável.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 31.03.2020 às 12:32

Não convém conspurcar as belas fardas engomadas com vírus.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2020 às 13:48

Nem pensar. Aquelas fardas terão de permanecer imaculadas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.03.2020 às 12:49

Bom dia Pedro Correia
E o Phil Collins bem lembrava em uma das suas boas canções.
Saúde, e recomendo um bom copo de tinto às refeições principais. Até pode ser que o "bicho" também aprecie e fique quieto.
António Cabral
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2020 às 13:47

Faz muito bem, meu caro. Eu acabo de "travar conversações", em primeira mão, com um tinto Vinha da Coutada Velha (2018), que se recomenda.
Antivírus.
Imagem de perfil

De Isabel Paulos a 31.03.2020 às 13:17

Hoje foi a vez do sub-director geral de saúde. Tossiu para o lado enquanto o secretário de estado tentava desenlaçar o incrível imbróglio da duplicação de número que deu lugar à ideia de cerco ao Porto.

É difícil estar em posição de ter que dar a exemplo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2020 às 13:46

Nem sei quem é esse senhor. Tenho de reciclar os meus conhecimentos na estrutura orgânica do Governo.
Sem imagem de perfil

De V. a 31.03.2020 às 17:16

Estrutura orgânica? É mais uma estrutura biológica: são todos primos e endogâmicos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2020 às 18:38

Isso só confirma que Portugal é uma aldeia.
Sem imagem de perfil

De J. a 31.03.2020 às 15:25

Ainda há 2 ou 3 dias vi o Presidente Marcelo na TV e esteve todo o tempo a coçar um olho o que me pareceu muito errado.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2020 às 18:39

Eu já o vi coçar a orelha. Devia ter a pulga (metafórica) atrás da dita.
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 31.03.2020 às 19:18

O pessoal queixa-se de que os políticos passam o dia a coçá-los.
Nunca estão contentes...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2020 às 19:38

Verdade. A malta é muito ingrata.
Sem imagem de perfil

De Elvimonte a 31.03.2020 às 16:35

Lá tenho q me socorrer mais uma vez dos números para fundamentar aquilo que irei escrever.

Trata-se, respectivamente, dos números do total de casos e do total de mortos, ambos por milhão de habitantes (fonte https://www.worldometers.info/coronavirus/ ).

EUA 498 10
Itália 1,683 192
Espanha 2,019 175
Alemanha 800 8
França 683 46
Inglaterra 326 21
Suíça 1,870 46
Portugal 730 16
Coreia S. 191 3
Taiwan 14 0.2
Japão 15 0.4
Macau 63 0

Perante estes números, a questão realmente relevante que se coloca é saber qual a prática essencial que distingue Coreia do Sul, Taiwan, Japão e Macau dos restantes.

A resposta encontra-se no uso generalizado de máscaras que, pelo menos em Macau, tanto quanto sei, é obrigatório no interior de todos os espaços fechados.

Segundo estudos recentes, este vírus consegue permanecer activo durante 3 horas nos aerossóis que expelimos naturalmente quando respiramos, falamos, tossimos, etc.. As fontes de toda a contaminação, quer aérea, através dos aerossóis, quer das superfícies sólidas, através das gotículas mais pesadas que não conseguem permanecer em suspensão no ar, provêm em última análise desses actos naturais dos infectados que, apenas por respirarem, já estão a expelir carga viral.

Os actos reflexos desses senhores, documentados neste post, deixariam de ter a relevância que lhes é conferida se eles e todos os outros usassem máscaras.

Dizerem-nos que o uso de máscaras não é eficaz, perante a evidência dos números que apresento acima, revela bem o perigo que representam os actuais dirigentes europeus e a OMS.

Perigo esse que ainda é reforçado com o facto de não terem constituído reservas estratégicas de máscaras para uma eventualidade destas, quando já se sabia há muito que uma pandemia havia de nos voltar a atingir, só não se sabia quando.

Para reforçar a minha tese, vejam este vídeo intitulado "You Need To Listen To This Leading COVID-19 Expert From South Korea", link: https://www.youtube.com/watch?v=gAk7aX5hksU . Recomendo vivamente o seu visionamento deste.

Vejam também um artigo de há uns dias no Observador, sobre um médico de Wuhan que escreveu um livro sobre medidas de protecção contra este vírus, onde podem encontrar mais informação. Aqui fica o link: https://observador.pt/2020/03/27/as-dicas-de-um-medico-de-wuhan-para-a-prevencao-do-novo-coronavirus/ .

Para o fabrico de máscaras caseiras recomendo o sítio da Maria Modista, em www.mariamodista.pt. Lá encontrarão informação detalhada sobre a sua confecção.

Isto, claro, enquanto o governo, conforme previsto no decreto do estado de emergência e como seria sua missão, não requisita empresas para fabricarem as máscaras necessárias ao uso obrigatório por toda a população no interior de todos os espaços públicos e acessíveis ao público.

Caso assim não aconteça, pode pensar-se que existe algum interesse obscuro, nomeadamente lá para as áreas da segurança social, que isto de ter pirâmides etárias invertidas não é muito sustentável.

Entretanto, no Japão e na Coreia do Sul, os restaurantes continuam abertos, a generalidade das pessoas usa máscara, estas não se encontram esgotadas e a vida continua sem quarentenas cegas transformadas em comissões liquidatárias da economia que nos resta.



Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.03.2020 às 18:40

De facto, é sempre preferível argumentar com números.
Sem imagem de perfil

De V. a 03.04.2020 às 09:30

Mas é preferível argumentar com números bons. Mostrar a incidência de uma doença infecciosa com estatísticas de n/milhão é irrelevante porque por exemplo na China há quase 100.000 casos e tudo diluído pela pop total e pelo território o ratio dá a entender que foi uma coisinha de nada.

O que é que me diz que a incidência de casos positivos (ou de mortes ou seja do que for) por cada milhão em Portugal é 800 e na China é 80? Nada.

Agora se comparem Wuhan (que tem 10M de habitantes) com Portugal já é relevante.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 01.04.2020 às 11:21

Números desactualizadíssimos.
Sem imagem de perfil

De Elvimonte a 01.04.2020 às 16:11

Deixe link para a sua actualisadíssima fonte.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 10.04.2020 às 23:31

Portugal 730 16 ? Precisa mesmo de link actualiZado?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.04.2020 às 20:22

com todos esses numeros ...falta o numero de mortes diarias( em media annual) de cada pais….
Sem imagem de perfil

De s o s a 02.04.2020 às 00:32

na simplicidade dos simples, impressiona como os poderosos tambem se "deixam " contaminar.

Sim, é mesmo impressionante a quantidade de figuras publicas mundiais contaminadas. Com certeza alguns casos haverá falsos, tipo aqueles pessoas que publicam que estiveram de ferias numa ilha paradisiaca, só para nao ficarem para tras.

Outra coisa : um presidente estar de quarentena nao significa deixar de ser noticia, mas parece que o ingles sumiu.
Sem imagem de perfil

De O SÁTIRO a 02.04.2020 às 01:16

Parece que quase toda a gente esquece que a CHINA É UMA DITADURA CRUEL e portanto as estatísticas não são fiáveis..ou melhor são muitíssimo aldrabadas..
(veja se como ex o texto mais do que insuspeito de F.SENA SANTOS hoje no SAPO), como este post.
O único jornal que tem escritos parecidos coma realidade chinesa é o SOUTH CHINA MORNING POST..

ora vejamos sobre os 3 mil mortos do país, quando a china teve várias cidades de milhões de habitantes cercadas literalmente (WUHAN tem 12 milhões...), e quase toda a produção industrial , viagens etc totalmente paradas (país de 1,300 milhões...)

Segundo as investigações independentes, só para WUHAN foram distribuídos 45 mil caixões...QUARENTA E CINCO MIL....só assim se justifica o cerco que ainda nem terminou.

Na mesma WUHAN, há agora filas intermináveis de familiares de vitimas mortais a quem vão ser dadas cinzas de falecidos....porque os hospitais estavam cheios e os infetados foram colocados em "campos" onde morreram e foram cremados para não entrar nas estatísticas..

Pessoas falecidas na china foram seguramente CENTENAS DE MILHAR..que infelizmente pouca diferença faz ao regime cruel de Pequim...
E há o outro dado muito significativo: no início de janeiro, um médico pelo menos foi preso porque alertou os colegas para um vírus desconhecido e muito letal:
preso porquê?
Deveria ter sido ouvido pelos especialistas para dar os primeiros sinais do novo vírus...
mas não
foi preso
e quinze dias depois ..morreu.....

que segredos esconde esta morte? e provavelmente várias outras?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.04.2020 às 15:31

Predicar...baseado em factos.
Este SARS anda entre n'os desde que se sabe, desde 2000.
Este SARS 'e de um padrao estavel, o que significa rapida propagacao e fcil de encontar solucao para ele...nestes caos a divilgacao deve ser o mais rapida possivel…..Em 2008 a china teve um problema destes, mas como estava de amores com usa, estes imediatamente disponizaram tecnologia e pessoal para ajudar.. ( o que como de costume copiaram tudo...como sempre fazem,,,).o que fez que quase que nem se desse por o problema ... Agora a china mostra quererser o pais mais forte em 2026 …assim num plano arquitetado....atrasa a divulgcao do virus, alias fez desaparecer os medicos que tentaram dar alerta, assim os outros paises nao se poderem defender a tempo...mas se repararmos s'o depois de italia ser infectada, (como nao se sabe nada do chines que infectou a italia,,,,coincidencia.).so depois logo veio a divulgacao do virus.. ainda para propagacao do virus onde o lugar ideal...onde os paises ricos vao de ferias...os paises da Africa onde vao buscar a materia prima,,,basicamente nao estao infectados….coincidencia

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D