Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Após um momento #metoo (7)

por João André, em 11.10.18

«Ela só quer publicidade!»

Tags:


24 comentários

Sem imagem de perfil

De António a 11.10.2018 às 14:54

Interessantes estes momentos #metoo. Cada título é uma desculpa típica de quem quer justificar o injustificável. Aprecio a ironia. São mais momentos #shestoblameforit. E o pessoal até cai. São muito interessantes os comentários.
Interessante também que as #metuas cá do sítio estejam tão caladas. Já estou a estranhar a Isabel Moreira. Nenhuma se coibiu de opinar sobre Harvey Weinstein, Woody Allen, James Franco, Aziz Ansari, Louis CK, Kevin Spacey, etc. Depois foi a Asia Argento e Ooops! Agora o Ronaldo, e Oooooooops?
Sem imagem de perfil

De Luísa a 11.10.2018 às 15:25

"#shestoblameforit" Culpar uma mulher????P?
Sem imagem de perfil

De António a 11.10.2018 às 21:04

O João André deve estar a fazer um projecto sociológico. Bota o isco e vê quem morde. Ele nunca referiu especificamente um caso. Os comentários - resposta são interessantes. Até a moderação foi suspensa. Não notou?
Sem imagem de perfil

De Rui Henrique Levira a 11.10.2018 às 22:11

É a arte da pesca... E a arte da pesca, tal como outras actividades outrora consideradas "tipicamente" masculinas, é hoje campo onde não poucas mulheres dão cartas: engodam com mestria e sabiamente dispõem o isco à espera que algum anafado salmonete o engula. Ao isco, ao anzol, à chumbada, à linha e ao mais que houver a engolir.
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 11.10.2018 às 23:23

se for o caso, então o João André está a recolher, eventualmente, ainda mais dados dos que inicialmente esperaria.
Sem imagem de perfil

De Rui Henrique Levira a 11.10.2018 às 22:29

As #metuas (excelente) cá do sítio estão mais agarradas ao assento parlamentar do que ao arriscado hábito de meter a cabecinha no cepo seja por que mulher for.
Quando a coisa se passa lá longe e com gente que cá não nasceu, as #metuas são todas indignação e irmandade de antes quebrar que torcer com as alegadas vítimas. Quando a coisa embrulha um jogador nacional endeusado (para o bem ou mal) pela generalidade da tuga grei, há que rapar da calculadora, somar os benefícios e subtrair-lhes os custos, não vá uma opinião mal calculada custar-lhes aquilo com que ganham o pãozinho delas de cada dia. No caso de as capacidades matemáticas das ditas cujas não serem as melhores, já elas compreenderam que o silêncio, sendo (chatice, pá!) substantivo masculino, é, no entanto, feito da matéria de que nenhum homem (a não ser para a senhora Mayorga o Cristiano Ronaldo) é feito - o ouro.












Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D