Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O partido LIVRE - do historiador Rui Tavares (ex-coligação trotskistas/estalinistas/maoistas) e do advogado Sá Fernandes (ex-candidato do MDP, ex-membro do governo PS, aquele partido do "socialismo democrático/social-democracia") e que como tal diz surgir com a inovação de ser esquerda que nada tem a ver com o marxismo - acaba de propor a devolução do "património cultural" aos países africanos.

Eu sou tintinófilo. E como tal nada me choca a ideia. Cresci com ela. [Sim, eu sei que há antropólogos aldrabões e outros funcionários públicos intelectuais ignorantes que dizem ser Tintin obra racista, bem demonstrando a sua desonestidade demagógica]. Só me pergunto a que dinâmicas externas e internas é que responde esta proposta parlamentar e quais as condições da sua realização. Pergunto-me e respondo-me. Isto é demagogia pura do advogado Sá Fernandes e do historiador Rui Tavares. E da tralha restante que os acompanha. Entenda-se, entre outras coisas, trata-se de (mais) um advogado aldrabando na vida pública.

E mais, para não entrar em detalhes mais "técnicos" e políticos sobre esta questão do património e da museologia: o Partido LIVRE (dos tais importantes e ponderados cidadãos, em especial do referido Ilustre Causídico) quer comissões de devolução desse património constituídas por "activistas antiracistas". O Dr. Ba, deles compagnon de route, propôs há tempos a instalação de "policiamento comunitário" nas cidades. Agora o dr. Sá Fernandes e o historiador Tavares avançam com a ideia da activação de "comissários políticos".

E a gente não os pode insultar. Tem até que os tratar como "democratas". Há até gente que lhes soletra os nomes. E há mesmo quem respeite, tipo "Doutor Sá Fernandes". Que gente ...


7 comentários

Perfil Facebook

De Manuel Sousa a 29.01.2020 às 18:41

Tá bem. Mas só que tem bicho. 🤔😇
Sem imagem de perfil

De jo a 29.01.2020 às 19:17

Ler o Tintin no Congo e achar que a trama não é racista é bastante difícil.
Há uma evolução ao longo da obra de Hergé mas não sei se alguém pensa que os negros são mesmo tão estúpidos e infantis que necessitam de um Tintim para os proteger.

Quanto à devolução de bens artísticos parece aqueles azulejos que aparecem nas tabernas.

"Devolução, com certeza! Mas só amanhã".
Hoje ainda não é o dia.
Imagem de perfil

De jpt a 29.01.2020 às 19:48

Sobre a questão tintinesca a que alude, e já que o simpático filme de animação que coloquei no postal, não é suficiente, junto-lhe esta documentação, que os teóricos antiracistas desconhecem: http://en.tintin.com/
Imagem de perfil

De Vorph "Girevoy" Valknut a 29.01.2020 às 20:00

Obrigado, jpt.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.01.2020 às 20:31

Serviço Público , esse de dar nome às formas inferiores de vida ( jamais me perdoaria uma comparação insultuosa para com os úteis e abnegados cornúpetos...).
Mas siga o circo, com o infindável número de infindáveis palhaços...


JSP






Sem imagem de perfil

De V. a 29.01.2020 às 21:48

Acho mal. A maioria das coisas foram compradas ou eram propriedade de portugueses. E os territórios ultramarinos eram Portugal. Não é o mesmo que levar para Londres os cavalos do frontão do Parthenon ou os obeliscos do Egipto.

O que me choca é o fascismo inerente das pessoas de esquerda. O facciosismo e a ignorância estúpida que lhes tolda o pensamento — que lhes foi inculcado em escolas de má qualidade por gente mal formada. Pensam como indígenas sem cultura e sem raciocínio. E é por isso é que não valem nada.
Sem imagem de perfil

De zazie a 30.01.2020 às 21:12

Boa!

Insulta-se pois. Na blogosfera.

Nos jornais e tv é que não se pode porque são deles.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D