Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A modéstia e o mérito

por Pedro Correia, em 24.09.20

 

“A modéstia está para o mérito tal como as sombras estão para as figuras num quadro: dá-lhe força e relevo.” Frase de Charles de Gaulle, pronunciada no funeral nacional do seu antecessor no Palácio do Eliseu, René Coty, em Novembro de 1962. Nada mais certo.


20 comentários

Sem imagem de perfil

De Bea a 24.09.2020 às 11:25

A vaidade não parece pertencer aos espíritos grandes, o que na verdade faz sentido.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 17:29

É assim, quase sempre.
Sem imagem de perfil

De balio a 24.09.2020 às 14:39

Muito bem. Agora pergunto: o que é que a modéstia e o mérito tiveram a ver com René Coty? Ele foi modesto? Ele teve mérito?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 17:29

Você já lavou essa máscara bodeguenta?
Sem imagem de perfil

De balio a 24.09.2020 às 17:39

Se o Pedro Correia nada tem a dizer, porque não permanece calado? Ou, como diria um rei mais tarde caído em desgraça, por qué no te callas?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 18:40

Bacilo, bacilo... você anda a implorar por uma zaragatoa.
Sem imagem de perfil

De sampy a 24.09.2020 às 14:53

Nota: a citação pertence a La Bruyère.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 17:33

De Gaulle não foi apenas um dos grandes oradores do século XX: foi também um grande escritor. E um leitor voraz: tinha uma biblioteca com milhares de livros, de todos os géneros. Segundo a biografia que lhe dedicou o filho, mesmo enquanto foi Presidente da República manteve o ritmo: nunca deixava passar uma semana sem iniciar uma nova leitura. Até romances lia.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.09.2020 às 14:55

A modéstia tornou-se em Portugal um sacrilégio desde que Salazar escolheu a sua tumba.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 17:34

Vê-se bem que você não conhece Jerónimo de Sousa.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.09.2020 às 15:54

E se havia coisa que o de Gaulle tinha com fartura era modéstia... :-)))
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 17:28

De Gaulle referia-se a René Coty, seu antecessor no Eliseu.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.09.2020 às 17:07

Leopedro
Parece que a modéstia foi aproveitada pelo salazarismo para aplicar um franciscanismo coitadinho à maioria da população portuguesa.
A toda aquela gente que vivia nas aldeias do província, e não só, era quase um elogio viveram modestamente, nem que fosse dentro dum caixote do lixo.

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 17:35

Segundo um dos seus biógrafos, um dos últimos livros que Salazar leu (talvez mesmo o último) foi em francês, relacionado com o Maio de 68. Um livro recebido expressamente de Paris e que não estava à venda em Portugal.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 24.09.2020 às 17:08

Completamente de acordo. Apesar de hoje a modéstia ser tão incompreendida...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 17:26

A modéstia hoje tem má imprensa. E não é exibida na televisão.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 24.09.2020 às 18:33

É porque não é sexy ;)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 18:41

Já pensei nisso. A modéstia anda pouco decotada.
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 24.09.2020 às 17:38

"O que é a modéstia senão uma humildade hipócrita pela qual um homem pede perdão por ter as qualidades e os méritos que os outros não têm"

Arthur Schopenhauer
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2020 às 18:44

Prefiro esta citação de Camus:
«A democracia não se separa da noção de partido, mas a noção de partido pode passar muito bem sem a democracia. Tal acontece quando um grupo de homens imagina deter a verdade absoluta. Eis a razão pela qual a Assembleia e os deputados têm hoje necessidade de uma cura de modéstia.»

http://www.aterceiranoite.org/2010/07/01/cura-de-modestia/

Falta-nos isto: uma cura de modéstia. Na política e não só.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D