Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A informação da RTP

por jpt, em 10.06.18

lah183(l).jpg

 (Rohm)

 

Em Portugal há um pequeno movimento fascista. Não exactamente um partido, mais uma turba holiganesca, "cabeças rapadas". Convirá lembrar que até Hitler mandou exterminar os seus SA, dos quais estes são epígonos, por desnecessidade do seu radicalismo desordeiro, da sua bestialidade (e, é certo, das ambições do seu chefe, Rohm, que aqui vos deixo em imagem). 

O seu chefe foi condenado a 10 anos de prisão e cumpriu 6, penas muito pesadas em Portugal, mostrando a radical marginalidade deste universo - um dos crimes pelos quais foi condenado refere-se a um assassinato por motivos racistas (pelo qual foi condenado 13 anos depois do acontecido, o que mostra a inércia judicial portuguesa). Saído da prisão prepara um "novo" partido. E para captar visibilidade para a sua agenda anuncia a sua candidatura a chefe de uma claque do Sporting - à qual nem sequer pertence -, estrategicamente aproveitando o burburinho que a crise no clube tem provocado.

A RTP, serviço público de televisão e de informação, apresta-se a ir ouvi-lo "sobre o Sporting", dá-lhe tempo de antena, visibilidade. Se eu apupar esta abjecção da informação da RTP dirão que apelo à censura. Se eu ripostar aludindo à sageza sobre "critérios informativos" (alguma vez alguém se dedicou a reportar eleições em claques?) responderão, altaneiros, que isso é com eles, oficiais do ofício. Se eu aludir a que eles, RTP, vivem de um esbanjo monumental dos impostos portugueses dirão que sou um "neoliberal" ("lusotropicalista"?). Se eu lhes disser que são uns colaboracionistas são capazes de se ofender (e merecem todas as ofensas, toda a "violência verbal"). 

E se eu lhes disser a verdade - que estão apenas preocupados com as audiências, e por isso fazem tudo - negarão. Mentindo, sem qualquer vergonha. E sem qualquer deontologia, essa que lhes veta, como jornalistas, a prática da "inverdade", como agora se diz.*

 

* Sendo o Delito de Opinião um blog colectivo, assim uma articulação de sensibilidades locutoras, este postal está amputado do insulto (merecido) que consta do postal original, destinado a todos os funcionários da RTP, todos eles coniventes com esta desgraceira.

Autoria e outros dados (tags, etc)


23 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.06.2018 às 10:19

Da mesma forma que temos a extrema esquerda no governo a impor ao país via parlamente as mais fracturantes causas. Da mesma forma que foram entrevistar o chefe da claq
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.06.2018 às 16:10

O que é fracturante? Combater a discriminação com base na orientação sexual? Garantir às pessoas o direito a uma morte digna, direito esse que os reaccionários do PCP e do CDS tanto querem combater?
Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 10.06.2018 às 10:21

Plenamente de acordo, jpt
Imagem de perfil

De jpt a 10.06.2018 às 15:04

Obrigado, caro Pedroso
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.06.2018 às 10:23

da mesma forma que foram entrevistar o chefe da claque dos super-dragões, um criminoso conhecido há anos da policia, que ainda agora foi condenado, que publicou um livro a vangloriar-se dos assaltos feitos, que o ano passado ameaçou árbitros de morte, que passa a vida a manifestar ódio a um clube de lisboa e que o ano passado estava no estádio da luz a liderar a claque da selecção financiada pela Federação juntamente com o "mustafá" do scp que entretanto foi dentro. Quer a extrema esquerda quer estes chefes de claque que poem o país a ferro e fogo, causam um mal a Portugal muito maior que o idiota da extrema direita
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.06.2018 às 16:30

A extrema-esquerda o quê? Ora diga lá que mal é que a extrema-esquerda causou ao país. Que eu saiba a ditadura que tivemos durante 48 anos foi de extrema-direita e normalmente a escumalha das claques de futebol costuma ser e extrema-direita. Há ainda casos de infiltração da extrema-direita nas forças de segurança portuguesas que estão a ser investigados.
Sem imagem de perfil

De Mário Gonçalves a 10.06.2018 às 12:58

Todos os canais nacionais têm noticiários repelentes, mal feitos, mal editados, montados à toa, em muito mau português, e com escolhas ditadas por audiências e mau gosto. Mas não haja dúvidas que a RTP requinta nessa falta de critérios de seriedade jornalística e de ética.

Para andar informado, refugio-me na TV espanhola e galega, na francesa e na Suíça (excelente noticiário!); porque nem a Euronews escapa: a versão portuguesa está contaminada dos mesmos males, repórteres e linguagem execrável, escolha de notícias (Sporting, Bruno de Carvalho !) indigna de um canal europeu, preconceitos ideológicos ao gosto da opinião preconceituosa dominante na classe.

O pior ainda é a contaminação da informação pela opinião. A torto e a direito, por tudo e por nada , chamam-se convidados a dar opinião sobre a notícia acaba de dar em poucos segundos, mas a opinião do ilustre comentador (na maioria dos casos um senhor desconhecido qualquer) dura dez ou qunze minutos. Como se nao bastasse, está na moda o próprio pivot do canal dar a notícia com adjectivação da sua própria lavra, condicionando logo à partida a opinião do espectador. Por exemplo, não é possível ter-se uma notícia objectiva e neutra sobre a Itália ou a Hungria ou a crise dos refugiados. Não é possível ter uma notícia do mundial da Rússia que não exalte o carácter heróico e bondoso de Ronaldo, o grande português que é o nosso maior orgulho nas últimas décadas. Henrique Garcia era talvez o último exemplo de jornalista pivot isento e sério, agora são só palhaços mediáticos num concurso de audiências.

Como o jpt diz, o corporativismo impede-os de reconhecer a miséria do que fazem. Na RTP, acresce o ser paga por todos nós, pelo Estado, o que os desespera e leva a sabujar a mentalidade dominante de preconceitos e audiências.

A RTP2, dita "culta e adulta", é um verdadeiro escândalo de programação. Requinta na porcaria de mau gosto, no nacionalismo mais parôlo, erigindo todo o lixo que se faz por cá como se fosse candidato a património da humanidade - basta saber decorar galos de barcelos para se ter um "ADN", se ser autêntico e merecer uma hora de entrevista publicitária, em que jornalista e "artista" se bajulam uns aos outros pela sua meritória portugalidade.

Enfim, misérias.




Imagem de perfil

De jpt a 10.06.2018 às 15:07

Sem blaseísmo, eu muito pouco vejo de TV, e ainda menos (quase nada) das estações portuguesas generalistas. Mas os anos que passam e o que se ouve dizer não deixam de me fazer concordar com o que aqui diz. Ainda assim quero apartar uma muito legítima crítica aos critérios de programação e de realização de programas e dos sectores de informação, a este total despautério a que aludo
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.06.2018 às 16:56

Simples e brilhante este comentário !

WW
Imagem de perfil

De João Pedro Pimenta a 10.06.2018 às 23:14

No que toca à RTP2 não podia concordar menos (e acho que sei de que programa sobre o "galo de Barcelos" está a falar. Se é o mesmo - sobre Rosa Ramalho e os ceramistas de Barcelos - gostei bastante. Está longe, mesmo muito longe, de ser "lixo" ou mau gosto.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 11.06.2018 às 14:50

refugio-me na TV [...] Suíça

Qual delas? Que eu saiba, há na Suíça diversas estações de televisão, mesmo públicas.
Imagem de perfil

De Sarin a 10.06.2018 às 13:21

A linha editorial das outras televisões, embora semelhante, será deles porque particular.

A da RTP é nossa, de todos (incluindo das televisões particulares), e a sua indignação não apenas é legítima como pertinente.

Já era tempo de na RTP perceberem que serviço público não é enfardar o público com qualquer coisa que mexa.
Muito menos com qualquer coisa que mexe apenas para ser notícia.
Imagem de perfil

De jpt a 10.06.2018 às 15:05

As outras estações emitem com "alvará" público e, para além disso, sendo comunicação social são também passíveis da nossa crítica. Mas, como diz, o serviço público - respeitando a sua autonomia - tem uma particular responsabilidade e é objecto de um crivo crítico mais acerado.
Imagem de perfil

De Sarin a 10.06.2018 às 15:17

Quando falei em "será deles", não nos negava o direito de crítica, antes o dever de exigência não como consumidores (só consome quem quer) mas como donos (as outras estações estão obrigadas a ceder tempo de antena, a RTP existe porque é considerada estratégica no serviço público de informação e por isso parte dos meus impostos lhe serem destinados, mesmo que eu não tenha nem veja televisão).
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.06.2018 às 16:01

Depois de mil polémicas sobre o SNS, preparem-nos para mais uma sobre o: SNF (Serviço Nacional de Futebol)

Os telejornais das 3 estações de TV são textualmente iguais.... por esta via não há concorrência!

Amendes
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.06.2018 às 16:55

Tem toda a razão!
Mas eu gostava, se for possível que alguém com conhecimento de causa (e das causas) aqui escrevesse no DdO sobre o que sucedeu em Espanha e sobretudo em Itália mas andam todos caladinhos e até voltaram a censurar comentários...

WW
Sem imagem de perfil

De V. a 10.06.2018 às 18:36

Há aqui uma série de formulações erradas e moralismos de variada qualidade que verdadeiramente transformam o caçador na presa, mas vou concordar imediatamente quando à necessidade de extinguir a RTP — que não passa de um bando de parasitas inúteis com regalias muito acima da média.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.06.2018 às 19:15

O V. esquece-se que o senhor Balsemão e os seus funcionários (e os da TVI também) não querem que isso aconteça, extinta ou vendida por um euro era a morte dos "privados" e da sua maior vaca , a dita RTP.

WW
Sem imagem de perfil

De V. a 11.06.2018 às 23:54

Não esqueço não. O lado "liberal" de Balsemão, aliás, é admirável. Na altura em que fundou a SIC vociferava contra o monopolismo do Estado, a inexistência de total liberdade na emissão de licenças de novos canais de televisão, mais etc e o caraças. Não há muitos anos quando apareceu outro projecto que precisava da solidariedade dos outros 2 canais privados para votarem favoravelmente acerca da emissão de novas licenças, vociferou contra a atomização dos contratos publicitários e fez panelinha com a TVI para votarem contra a abertura de novos canais. Um autêntico Adam Smith, o nosso Balsas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.06.2018 às 16:40

Obrigado V pela lembrança, já nem me lembrava disso .

WW
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 11.06.2018 às 14:49

Mário Machado cumpriu pena de prisão, saldou as suas dívidas com a sociedade pelo(s) crime(s) que cometeu. Agora, tem direito a ser considerado regenerado e a ser reintegrado. Não deve ser estigmatizado e ostracizado por todo o resto da sua vida.
Imagem de perfil

De Sarin a 12.06.2018 às 23:35

Mário Machado não é estigmatizado e ostracizado pelos crimes que cometeu mas pela manutenção das ideias que o levaram a cometer os crimes que cometeu.

Pode ter pago a dívida à sociedade, mas não se regenerou - e parece andar a preparar-se para contrair nova dívida.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.06.2018 às 00:43

Por isso é que dizem que o Sporting, que por algum motivo apenas ganhou 4 campeonatos em democracia, é o clube dos fachos. Que voltem a ficar em 7º.

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D