Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A hipocrisia da esquerda.

por Luís Menezes Leitão, em 22.05.18

O que caracteriza certos políticos de esquerda é precisamente a sua refinada hipocrisia. Enchem-se de proclamações morais, quando eles próprios dão um péssimo exemplo no seu comportamento pessoal. Na Espanha em 2012 Pablo Iglésias publicou no twitter uma crítica ao Ministro da Economia do PP perguntando: "Entregarias a economia do país a quem gasta 600 mil euros num apartamento de luxo?". Agora foi ele próprio gastar 615.000 euros num apartamento de luxo.

 

Mas António Costa não lhe fica atrás. Em 7 de Maio, na sua moção ao Congresso, acusou o governo do PSD e do CDS de ter criado "uma lei das rendas injusta e desumana que nem os idosos poupa à especulação imobiliária". Agora ficou-se a saber que, não apenas anda a fazer negócios imobiliários enquanto exerce as funções de primeiro-ministro, como também comprou a um casal de idosos um apartamento na Rua do Sol ao Rato, que vendeu 10 meses depois pelo dobro do preço. Pelos vistos, quando fala em lesão de idosos pela especulação imobiliária, António Costa possui "um saber só de experiências feito". Aliás, por muito grande que seja a especulação imobiliária em Portugal, deve ser caso único um investidor ter obtido em dez meses uma mais-valia de 100% na venda de um imóvel. António  Costa merece seguramente ganhar o óscar da especulação imobiliária.

 

Aqui se vê bem como o discurso de certos políticos de esquerda entra sempre em total contradição com a sua prática. Como bem diz o povo, "bem prega Frei Tomás, faz o que ele diz, não faças o que ele faz". Depois admiram-se do descrédito que atinge a classe política.

Autoria e outros dados (tags, etc)


63 comentários

Sem imagem de perfil

De Artur Sousa a 22.05.2018 às 10:31

Estes factos deixam-me sem jeito. E pergunto: um político deve ser como um sacerdote? Deve fazer votos de pobreza? Deve fazer votos de castidade?
Imagem de perfil

De Luís Menezes Leitão a 22.05.2018 às 10:34

Um político deve fazer voto de silêncio, pelo menos de não pregar o contrário do que pratica.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 22.05.2018 às 10:47

O Luís Menezes Leitão, que enquanto representante dos proprietários imobiliários lisbonenses se farta de pregar as livres transações, é que deveria manter voto de silêncio e evitar vir aqui criticar alguém por ter livremente comprado e vendido casas em Lisboa.
António Costa é um proprietário lisbonense e compra e vende casas a outros proprietários lisbonenses e o Luís Menezes Leitão, como representante desses proprietários todos, deve respeitar e honrar essas transações.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.05.2018 às 18:11

"O Luís Menezes Leitão, que enquanto representante dos proprietários imobiliários lisbonenses se farta de pregar as livres transações, é que deveria manter voto de silêncio e evitar vir aqui criticar alguém por ter livremente comprado e vendido casas em Lisboa."
BURN!
Sem imagem de perfil

De Vento a 22.05.2018 às 18:18

Significa isto, meu caro Lavoura, que Costa está muito por dentro do mercado imobiliário. E, como primeiro-ministro que é, certamente teria de disponibilizar o apartamento para uso social, de renda social. Como por esta via não rendia o investimento, vendeu.
Um negócio absolutamente normal com um discurso anormal. O que o caro Lavoura pretende dizer é que Costa não é proprietário do imóvel porque talvez o seu discurso contrariasse o objectivo do investimento. Como ele já não é proprietário, também não há necessidade de ser defendido pela Associação Lisbonense de proprietários.
Por último, como o sector imobiliário é um sector altamente especulativo, Costa, como primeiro-ministro que é, deve legislar para que os fundos e a banca, a começar pela CGD, coloquem no mercado o stock das casas vazias, para contrariar a especulação.
Tenho a certeza que com esta medida não haverá mais acusações a Costa e/ou a qualquer investidor especulativo. E fica garantida a descida das rendas por via de maior oferta.
Um governante com visão faz isto, para seguir seu programa em prol do povinho.

Na realidade a esquerda portuguesa, excepção ao PCP, revela que gosta de avançar com as duas pernas a coxear. Mas coxear das duas pernas não significa andar direito.
Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 22.05.2018 às 12:46

Mas a dita casa, comprada por António Costa, em que condições habitacionais estava quando foi comprada? Quanto dinheiro foi gasto em obras de remodelação/recuperação? Esses bairros de Lapa são antigos e sendo os proprietários velhos não me admira que a dita casa estivesse a necessitar de obras.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.05.2018 às 16:29

..e em menos de um ano conseguia licenças camarárias e outras autorizações agregadas, disponibilidade (e eficiência..) de empreiteiros e decoradores de interiores, para valorizar o "imóvel" em três digitos percentuais....
Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 22.05.2018 às 17:37

Meu caro, a chamada rede social/contactos sociais! Não me diga que nunca dela fez uso, ou tirou vantagem, mesmo nada fazendo para isso? Se nunca o fez, num Banco, repartição de Finanças, Hospital, é um zé ninguém, ou um misantropista.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 22.05.2018 às 17:37

Uma casa, tal como um saco de batatas, não é uma coisa que tenha um valor único e bem definido. Um quilo de batatas tanto pode ser vendido a 20 cêntimos como a dois euros, dependendo de muitos fatores, sem que se possa dizer que o comprador foi enganado. Da mesma forma, uma casa tanto pode ser vendida por cem mil como por duzentos mil. Depende de muitos fatores. Basta pintar umas paredes e envernizar o soalho para a casa parecer outra e com isso se seduzir o comprador a oferecer muito mais por ela.
Essa coisa do "valor de mercado" é uma treta. Toda a gente sabe que há imensa variabilidade no preço das casas.
Sem imagem de perfil

De FatimaMP a 22.05.2018 às 18:20

Parece que o estimável LL não entendeu o que estava em questão, ou, quem sabe, preferiu chutar ao lado e dar uma de quem não entendeu. Muito mais conveniente abordar o tema dessa maneira, convenhamos. E, na verdade … tanto faz, o importante é um pretexto para baixar o pau na “direita”, o único e grande desígnio que tudo justifica.

É óbvio que o tema não é a legitimidade de vender e comprar o melhor que se pode. O tema em questão é, detalhezinho, a demagogia e a hipocrisia praticadas por pessoas com responsabilidades políticas ao mais alto grau que, para se posicionarem num plano moral elevado, fazem proclamações bonitas e vistosas, reclamando dos outros práticas condizentes, sob pena de os pulverizarem politicamente para todo o sempre. Enquanto eles, na primeira oportunidade, e se possível ”debaixo dos panos”, praticam exactamente o contrário, numa boa, com a firme convicção de que aos “ungidos” a coisa não se aplica e era o que mais faltava…
Se isso for feito por políticos chamados de direita, é um pecado sem perdão. Se for feito por políticos auto-proclamados de esquerda, tudo jóia, tudo natural, não queremos na política padres em santos.

Isto tem saída? Não sei. Mas se o estimável LL quiser muito, podemos combinar deixar de levar a sério o que os políticos "da esquerda" proclamam em prol da sua superioridade moral e de outras “cositas mas". De uma vez por todas. Até porque isso, atendendo à realidade dos factos acontecidos no mundo, não passa de um mito urbano …
Sem imagem de perfil

De rão arques a 22.05.2018 às 18:57

Excelente.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.05.2018 às 21:29

Um político com voto de silêncio? É a primeira vez que ouço tal!!!
Sem imagem de perfil

De António a 22.05.2018 às 12:40

Já Leonel Moura dizia que a esquerda não tem de ser pobre. Eu acho que dogmáticamente até tem, mas isso sou eu. Quem é de esquerda e rico terá outra opinião que lhe convém mais.
O que a esquerda tem é de ser frontal - atacar os ricos porque não são de esquerda é hipocrisia, se a esquerda não tem de ser pobre, a direita tem? Porquê?
O caso de Costa e do Pablito não tem volta a dar, fazer precisamente o que se censurou a outros. Não tem a ver com ser rico ou pobre, tem a ver com princípios - no caso, com a falta deles.
No caso específico do Pablo, e dado que há suspeitas de ter desviado parte dum dinheiro que já era sujo, a compra da casa a crédito pode ser um método de lavagem de dinheiro - nem aparece no radar do fisco, é uma dívida, que pode ser paga com dinheiro sujo sem dar nas vistas.
No caso de Costa, seria interessante saber os contornos do negócio. Afinal, Cavaco e as acções da SLN há 20 anos que servem de saco de pancada.
Sem imagem de perfil

De Isabel a 22.05.2018 às 13:27

Não entre pela falácia. Ninguém falou em nível de vida de ninguém. Falou-se num negócio que só permitiu um ganho dessa natureza se ao casal de idosos que vendeu a casa foi contado um conto dito do vigário. Foi certamente praticado um certo abuso de posição de fraqueza. E pergunta-se também: como tem um 1o ministro tempo para andar à procura de negócios destes? Quem lho arranjou?
Não entendo como falaram tanto do ganho de Cavaco com as acções do BPN, num prazo bem mais largo e numa época de especulação mobiliária e agora já é normal comprar abaixo do preço de mercado e vender acima. Porque quando tanto se falou de um cubículo a preço exorbitante que se vendia perto do príncipe real, há já mais de um ano, como é que este agora, em zona equivalente, já se pode vender barato. Há aqui algo que merece investigação: é só ir aos sites de mercado imobiliário e ver a evolução dos preços nessa zona, para produtos semelhantes. Depois tirem-se as conclusões.
Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 22.05.2018 às 16:14

Isabel, os bons negócios são uma impossibilidade?

Por vezes o desespero de uns é benfazejo para outros! A destruição de algo como criação de novas oportunidades
Sem imagem de perfil

De Isabel a 22.05.2018 às 20:23

Bons negócios acessíveis a todos são os que permitem uma rentabilidade um pouco superior à média do mercado. Negócios com uma taxa de rentabilidade “indecentemente alta”, isto é, inacessível ao comum dos mortais são por exemplo as PPP’s de Sócrates e, pelos vistos, também os negócios imobiliários de chefes do governo e da câmara da capital.
Que mais nos falta saber? O problema é que já caímos na banalização da negociata. Ninguém se admira.
Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 22.05.2018 às 17:06

Do lado da agência imobiliária, a agente Isaura Alves explica que o “casal Rosa já tinha recebido outras propostas, mas mais baixas” e que o andar foi reabilitado pelo primeiro-ministro antes de voltar a ser vendido. Garante que foi uma “venda normalíssima”, admitindo que a valorização da casa se deveu não só às obras, mas também à “valorização do mercado imobiliário em Lisboa”. Sobre o choque que o casal Rosa manifestou, Isaura Alves diz não haver razão para tal porque nem Joaquim Rosa nem Maria Rosa “discutiram o preço”.

https://www.google.pt/amp/s/eco.pt/2018/05/21/antonio-costa-comprou-casa-no-rato-e-vendeu-a-pelo-dobro-em-menos-de-um-ano/amp/

Ao que sei os velhinhos foram morar para o campo.Regra geral no final de vida tem-se como sonho deitar-se em paz onde nos levantámos pela primeira vez.
Sem imagem de perfil

De Isabel a 22.05.2018 às 19:49

Há narrativas para todos os gostos. Nada de avaliações técnicas segundo métodos correctos e validados. Bla bla bla é que é bom.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 22.05.2018 às 20:18

"Estes factos deixam-me sem jeito. E pergunto: um político deve ser como um sacerdote? Deve fazer votos de pobreza? Deve fazer votos de castidade?"

Sim. Se prega a castidade e ninguém o obriga pela força do estado a pagar.

Alguém de Esquerda só deve ter um Ferrari se todos tiverem um Ferrari.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.05.2018 às 22:32

A única explicação para alguém comprar um Ferrari é que não sabe o que fazer com o dinheiro. Para andar em excesso de velocidade qualquer carro serve.
A explicação para alguém comprar um apartamento caro em Madrid ou Barcelona é que precisa de um sítio onde dormir e não quer passar três horas por dia em transportes públicos ou num trânsito infinito.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 23.05.2018 às 00:04

E ficamos com mais um exemplo da "unicidade mental"... Só tu sabes o valor do dinheiro e o valor das coisas.
O que as outras pessoas dizem que o dinheiro vale e o que as coisas valem não interessa.
Como sempre o problema da Esquerda são os outros...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.05.2018 às 13:36

Ó lucklucky, até estou admirado. Desta vez não falou em "marxismo"? Os tratamentos estão a fazer-lhe efeito?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.05.2018 às 12:03

"Alguém de Esquerda só deve ter um Ferrari se todos tiverem um Ferrari." Boa filosofia. Então vamos todos para a direita a fim de podermos gozar a vida sem problemas de consciência. E os da esquerda que se lixem na miséria e a trabalhar para nós. E dar-lhes-emos liberdade de expressão e de manifestação desde que não ultrapassem o risco.
Sem imagem de perfil

De Artur Sousa a 22.05.2018 às 10:34

O título sugere-me outra pergunta. O pessoal da direita não faz negócios? Não procura ganhar dinheiro? Uma mais pessoal: eu, Artur Sousa, posso ganhar dinheiro honestamente ou, apesar de cidadão sem cargos políticos, devo procurar ter uma vida muito frugal?
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 22.05.2018 às 14:23

Claro que pode ganhar a vida honestamente. Mas aceite que é censurável que um seu representante engane um casal de velhotes, convencendo-os a vendar uma propriedade pelo "preço da chuva", com argumentos falaciosos, tipo "para que os irmãos não se separem".
Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 22.05.2018 às 16:15

Tiro, a "gente" sabe lá os contornos do negócio!

"para que os irmãos não se separem"...titulo porventura de um romance de cordel, assim como, quem sabe, a noticia
Sem imagem de perfil

De V. a 22.05.2018 às 17:20

Tu és de esquerda — dos que lutam pela apropriação dos meios de produção. Nitidamente já te apropriaste deles (ou alguém na tua família por ti) e agora é só barriga cheia e conversa fiada para manter as regalias e o status quo. É por isso que Lenine dizia que o esquerdismo é a doença infantil do comunismo. Quando crescem transformam-se nos piores de entre todos os burgueses.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 22.05.2018 às 10:40

615 mil euros por uma vivenda de 268 metros quadrados parece-me uma verdadeira pechincha. Não sabia que as casas em Espanha fossem tão baratas.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 22.05.2018 às 10:44

A notícia sobre António Costa é uma verdadeira imbecilidade. Qualquer pessoa pode comprar e vender casas ao preço que quiser e puder. Se alguns idosos (ou seja quem fôr, seja que idade tenha) vendem casas muito baratas, isso é problema deles. Ninguém tem nada que criticar ninguém por ter comprado algo que estava muito barato, ou por ter conseguido vender a um preço muito elevado.
Não faltava mais nada, alguém, lá por ser político, ser criticado por ter conseguido comprar algo muito barato ou por ter conseguido vender algo muito caro.
As compras e vendas são transações livres, realizadas por pessoas livres, que compram e vendem ao preço que querem.
Sem imagem de perfil

De Artur Sousa a 22.05.2018 às 14:05

Pois é, eu su dono de um apartamento e tinha quem me oferecesse por ele um valor acima do que era de esperar. Estava para fechar o negócio mas como tenho inclinações políticas à esquerda vou anular o negócio depois de ler o post a fim de não ficar com problemas de consciência para todo o sempre. Outra alternativa que vou estudar é inclinar-me à direita e continuar o negócio! Vou pensar.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 22.05.2018 às 14:26

o Lavoura não consegue estar calado?
Não se percebe como há quem defenda que enganar crianças ou pessoas idosas é coisa de somenos importância. Só gente sem ética ou sem moral é que aceita, sem constrangimento, coisas dessas.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 22.05.2018 às 17:31

Quem é que enganou quem? Com que sustentação é que Tiro ao Alvo afirma que alguém enganou? Como é que Tiro ao Alvo pode acusar alguém de ter enganado outrém, quando não sabe o que se passou?
Só sabemos que a casa foi comprada por Costa a um preço que, supostamente, estava abaixo do do mercado. Mas todos os dias centenas de casas são vendidas abaixo do preço de mercado - que é uma coisa indefinida - e daí não se pode deduzir que seja quem fôr tenha sido enganado.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.05.2018 às 16:08

A singularidade é que o farsolas xuxa Costa, Capatraz da Geringonça, na linha do Medina ou do Socas só faz "excelentes" negócios e em tempos bem abreviados, coisa que para o comum dos lisboetas ou aspirantes a residente raramente é descortinada ou desvendada - eu acho que, ao contrário de "más linguas" invejosas que destilam máculas sobre estas personagens que timonam a nação por 'uébesumites' com escalas, sei lá, pela Ribeira das Naus ou Camarotes do BES no parque de jogos anexo ao Colombo, e repastos no Solar dos Presuntos, tenho a certeza que são verdadeiramete uns dotados, diria mesmo abençoados, para o trambique imobiliário - se tal não sucedesse, acabavam como os aqueles trouxas que moram em Massamá e passam férias na Manta Rota.
Por mim, já avisei umas avózinhas que eu conheço para cautelas se lhes aparecer o Xuxa Costa a disponibilizar-se para "afectos" - é que pode aparecer a esposa dele logo atrás a querer comprar-lhes a casinha ao preço da uva mijona!!!

Jorg
Sem imagem de perfil

De Artur Sousa a 23.05.2018 às 12:07

"A singularidade é que o farsolas xuxa Costa, Capatraz da Geringonça, na linha do Medina ou do Socas só faz "excelentes" " Quando a primeira frase começa com insultos em vez de argumentos nunca leio o resto. Há muita coisa para ler e não devemos desperdiçar o tempo.
Imagem de perfil

De Luis Moreira a 25.05.2018 às 11:45

Não é isso que está em causa...
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 22.05.2018 às 10:54

Além da hipocrisia de esquerda de Pablo Iglesias, cabe criticar a hipocrisia de direita do Observador, que pretende ser um jornal de direita liberal mas ousa criticar o livre mercado das transações imobiliárias.
Com liberais como estes estamos bem quilhados.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 22.05.2018 às 20:16

O Observador critica o livre mercado?
Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 22.05.2018 às 11:04

"O que caracteriza certos políticos de esquerda"

O dedo tocado por Deus não é o de Adão, mas o de um homem das Direitas. Afinal são os que se sentam à Direita os Escolhidos por sua Majestade Celestial.

Quem é a Arrow Global que contratou Maria Luís Albuquerque?

Compra dívida a bancos e empresas para, depois, negociá-la. Fez negócios com o Banif. E adquiriu uma empresa portuguesa do Lehman Brothers. O seu negócio torna-a numa das grandes litigantes nos tribunais portugueses - os grandes litigantes contratam a ex -ministra e deputada Albuquerque.

O Presidente Chávez marcou indiscutivelmente a história recente da Venezuela e da América Latina. Durante os seus mandatos tivemos provas de amizade com Portugal que eu quero neste momento sublinhar", disse hoje Paulo Portas aos jornalistas.- o mesmo dignitário que acusa agora o filho do Pai de ser um corruptelas (Portas que esteve ,como ministro, na inauguração de uma Praça , na Amadora, com o nome Hugo Chávez)

Tenhamos piedade dos desvios à Direita.

"A gente fica aqui a matar-se e chega ao final do mês não consegue pagar as contas, não consegue fazer nada", acrescentou. Ricardo Abecassis Espírito Santo recebeu 518 mil euros do BES em 2013, segundo o relatório e contas da instituição financeira.

E disto o que se sabe? Nunca mais nada ouvi.

Saco azul' pagou cerca de 98 mil euros ao chairman da TAP, pais e irmão. Pagamentos a familiares eram frequentes no GES. Objetivo era a “dissimulação de fluxos”, diz o MP. Frasquilho garante que não.

Presumo que a responsabilidade seja do jornalismo marxista.

https://observador.pt/especiais/afinal-frasquilho-recebeu-quase-o-dobro-do-saco-azul-do-ges/
Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 22.05.2018 às 11:05

Sobre a hipocrisia da Direita:

Defendem a Família e os valores morais tradicionais e depois não passam de uma agremiação de homossexuais e divorciados.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 22.05.2018 às 20:43

Quando é que serás mulher Herr Kälhau ?

https://blogs.spectator.co.uk/2018/05/meet-the-man-standing-to-be-a-labour-party-womens-officer/
Sem imagem de perfil

De Meister Von Kälhau a 22.05.2018 às 23:36

https://www.google.pt/amp/www.tvi24.iol.pt/amp/politica/casamento-homossexual/casamento-gay-cds-pp-votara-contra

https://www.google.pt/amp/s/www.jn.pt/politica/interior/amp/psd-e-cds-pp-chumbam-adocao-por-casais-homossexuais-4357684.html

Obrigado pelo link. Uma idiotice
Sem imagem de perfil

De rão arques a 22.05.2018 às 11:08


A democracia dos entulhos é confinada ao eu/nós, solteiros, juntos ou casados, restante família de toca e amigos de gamela.
A ratoeira do Rato salpicado no lamaçal, lá vai rindo, roendo e mamando.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.05.2018 às 11:27

Há muito que, para mim, este discurso de esquerda/direita... um, dois... marchar... deixou de fazer qualquer sentido.
Como em tudo, o que há é boa e má política, bons e maus políticos.
João de Brito
Sem imagem de perfil

De Artur Sousa a 22.05.2018 às 14:07

"o que há é boa e má política" Mas boa e má para quem? Está é a questão.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.05.2018 às 11:30

Boa questão!
Mas que terá de ser dirimida em contexto verdadeiramente democrático e nunca no pântano de uma partidocracia.
João de Brito
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.05.2018 às 11:47

Estou curioso :

Que dirá D. Catarina e sua aia Mortágua?

Amendes
Sem imagem de perfil

De António a 22.05.2018 às 21:06

Olhe que é ao contrário...

Comentar post


Pág. 1/3



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D