Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Europa rendida ao medo (4)

por Pedro Correia, em 29.01.15

A BBC recusa utilizar a palavra "terrorista" em relação aos assassínios do Charlie Hebdo e outros actos criminosos por ser um termo "valorativo" que suscitaria dúvidas sobre a "imparcialidade" da estação entre autores e vítimas dos atentados.


38 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 29.01.2015 às 11:52

A BBC tem toda a razão. "Terrorista" é efetivamente, na atualidade, um termo valorativo, para não dizer mesmo um insulto. A definição de "terrorismo" é altamente controversa.
Os jornalistas podem e devem ficar-se por descrições objetivas dos factos. Não há qualquer necessidade de dizer que o homem que matou era um "terrorista". Até porque há desacordo sobre o que isso seja.
(E mesmo a designação "assassino" tem muito que se lhe diga - os soldados também matam, porém não são normalmente considerados assassinos.)
Sem imagem de perfil

De Rilha Foles a 29.01.2015 às 13:02

O 44 devia contratar alguém dono de uma poderosa argumentação como essa.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 29.01.2015 às 13:18

O valor da vida humana também é um termo valorativo, depende da Cultura , logo certamente o Luís Lavoura defenderá, se quiser manter a coerência que uma morte de um Ocidental e de um Muçulmano não têm o mesmo valor.

E assim talvez a BBC só deverá noticiar a morte de 500-1000 Árabes ou acima, tem sido por exemplo esse os valores nas trocas de prisioneiros e o uso de escudos humanos pelos grupos Islamistas.

Aliás atendendo à glorificação que os grupos terroristas fazem da Morte, desde a IS ao Hamas , e como negam a existência de população civil então qualquer notícia da BBC deve avisar:

"O leitor deve tormar em consideração que outras Culturas valorizam a morte de maneira diferente de um Ocidental. Não devemos usar os nossos valores para julgar uma morte de um não Ocidental."


Este é o multiculturalismo do Luís Lavoura.
Sem imagem de perfil

De Namoro à vista a 29.01.2015 às 13:43

Hayat Boumeddiene ainda fica seduzida pelo Lavoura, agora que está viúva.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.01.2015 às 00:12

Ainda a ponho aqui nas Belles Toujours. Com dedicatória.
Sem imagem de perfil

De Bic Laranja a 30.01.2015 às 01:57

Irra que é estúpido!

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D